Investigadores da UP criam protótipo que mede sal na comida em 3 minutos

Para combater o excesso de consumo de sal, investigadores da Universidade do Porto inventaram um aparelho que vai permitir medir o sal na comida em três minutos.

O primeiro protótipo “é um equipamento portátil” composto por um ecrã parecido com o de um telemóvel com um “elétrodo que, quando introduzido na comida, mede a quantidade de sal”.

O projeto foi desenvolvido por investigadores das faculdades de Ciências da Nutrição e Alimentação (FCNAUP) e Engenharia (FEUP) da Universidade do Porto, com o objetivo de “reduzir o teor de sal quando vai para o consumidor”.

“Os dados de consumo de sal são excessivos, tendo em conta as recomendações para o consumo que são inferiores aos cinco gramas por dia”, indica ao JPN Carla Gonçalves, especialista em Ciências do Consumo Alimentar e investigadora principal do projeto.

“A máquina está habilitada a responder às bases da alimentação portuguesa. Tem um menu no qual selecionamos o alimento que vamos analisar e esse menu está adaptado à nossa realidade nacional”, explica a investigadora.

Até agora, o processo de medição da quantidade de sal na comida “demorava alguns dias”.

(dr) FEUP

A equipa de investigadores da FCNAUP e FEUP responsável pelo dispositivo

A equipa de investigadores da FCNAUP e FEUP responsável pela criação do dispositivo

Segundo Carla Gonçalves, era necessária “a recolha de uma amostra, por parte de um laboratório”, seguindo-se uma análise.

Joaquim Mendes, engenheiro mecânico da FEUP e colaborador na criação do protótipo, afirma que o aparelho é de fácil utilização.

É uma espécie de telemóvel, tem um ecrã tátil que a pessoa pode selecionar o tipo de alimento que está em análise e mediante isso o protótipo vai explicando quais os passos para fazer a medição”, esclarece o engenheiro

No final, para facilitar a leitura, temos um semáforo nutricional que dá uma indicação ao utilizador do nível de sal que está no alimento”, acrescenta.

Numa primeira fase, a máquina vai ser testada em instituições, hospitais, lares, infantários e escolas. No futuro, os investigadores pretendem que o aparelho possa ser usado em qualquer restaurante ou habitação.

Joaquim Mendes refere que o preço do aparelho poderá rondar os mil euros, mas garante que serão avaliadas alternativas de forma a diminuir o valor final do equipamento e permitir que este seja “usado de uma forma mais global”.

JPN

PARTILHAR

RESPONDER

Avaria em rede europeia causou "apagão" parcial em Portugal e falhas no 112

O incêndio que queimou, este sábado, 500 hectares de vegetação no sudoeste de França esteve na origem dos cortes de energia em Espanha e Portugal, segundo a agência francesa Rede de Transmissão de Energia Elétrica …

Um tumor e duas fraturas nas vértebras dificultaram a vida deste dinossauro (mas não o mataram)

Quando foi descoberto na década de 1980, na Argentina, este hadrossauro foi diagnosticado com uma fratura no pé. Porém, uma nova análise agora mostra que este tinha um tumor, bem como duas fraturas nas vértebras …

Morreu Otelo Saraiva de Carvalho, capitão de Abril

O capitão de Abril morreu, este domingo, aos 84 anos, no Hospital Militar, confirmou o presidente da Associação 25 de Abril. A notícia foi confirmada ao jornal online Observador pelo presidente da Associação 25 de Abril, …

Pela primeira vez, cientistas viram chimpanzés a matar gorilas

Investigadores testemunharam, pela primeira vez, chimpanzés e gorilas a lutar entre si, confrontos esses que provocaram a morte de alguns deles. De acordo com o site Science Alert, as duas disputas foram observadas no Parque Nacional …

Vírus com 15 mil anos descobertos no gelo do Planalto do Tibete

Cientistas que estudam glaciares encontraram vírus com quase 15 mil anos em duas amostras de gelo retiradas do Planalto do Tibete, na China. Muitos deles, que sobreviveram porque se mantiveram congelados, são diferentes de todos …

Leite sem lactose em laboratório (e com a ajuda de membranas de óxido de grafeno)

As membranas de óxido de grafeno (uma forma oxidada do material) têm sido muito estudadas para a dessalinização da água e separação de corantes, mas as suas propriedades podem não ficar por aqui. Uma equipa de …

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …