Afinal, a invasão dos Hicsos no Egipto há 3600 anos não foi uma invasão

De acordo com textos antigos, há cerca de 3600 anos, um povo chamado Hicsos invadiu e conquistou o norte do Egipto, banindo uma série de faraós para um pequeno pedaço de terra no sul do país. Mas, afinal, isto pode ser apenas história.

Segundo o site Science Alert, ao analisar restos humanos de cemitérios na antiga capital hicsa, a cerca de 120 quilómetros a nordeste do Cairo, investigadores têm, agora, uma teoria diferente: esses novos governantes eram, na verdade, descendentes de várias populações asiáticas que moravam no Egito há várias gerações.

Assim, argumentam os autores do estudo publicado na revista científica PLOS One, a ascensão dos Hicsos não se tratou de uma invasão estrangeira, tendo sido mais uma rebelião de imigrantes.

Para chegar a esta conclusão, os cientistas basearam-se na proporção de isótopos de estrôncio encontrados no sítio arqueológico estudado. Este elemento químico, encontrado em todas as rochas, pode entrar na comida e na água e acabar nos nossos ossos e dentes.

Áreas diferentes têm proporções diferentes de dois isótopos de estrôncio – Sr-86 e Sr-87 – o que significa que crescer ao longo do rio Nilo ‘aparece’ nos dentes. Assim, ao comparar as proporções isotópicas entre os habitantes do norte do Egito e os Hicsos, a equipa descobriu a assinatura do Nilo em ambos.

Embora pareça haver um afluxo de imigrantes várias centenas de anos antes dos Hicsos chegarem ao poder, durante o período com o seu nome, a população nascida no delta é maior.

“Isto é consistente com a suposição de que, embora a classe dominante tenha origens no Oriente Próximo, a ascensão dos Hicsos não foi resultado de uma invasão, mas um domínio interno”, escrevem os autores do estudo.

E há outras evidências arqueológicas que suportam esta ideia. Os cientistas têm-se esforçado para encontrar sinais de batalha nesta região, apesar dos extensos cemitérios, e, durante esse período, há mais documentação de homens com nomes egípcios que se casaram com mulheres com nomes não egípcios do que o contrário.

Isto importa porque a maioria das invasões na história foi realizada por homens. No entanto, a nova análise sugere que, antes da revolta Hicsa, havia muitas mais mulheres não-locais a imigrar para essa região do que homens.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Acho que há uma teoria de que o povo a quem os antigos egípcios chamavam “hicsos” são provavelmente os hebreus da Bíblia ou algo muito aparentando, e até me parece bater certo com esses dados.

    • Sim, há, mas não existem muito com que se possam basear para consolidar essa teoria.
      Por ora, ficará apenas isso: uma teoria.

    • É verdade “de mal a pior” ! Eu ia precisamente dar os parabéns ao ZAP por finalmente usar a palavra correcta: “EGIPTO” ! Seguir-se-ão outras? Passarão a escrever doravante de forma correcta ?

  2. naquela altura havia corrente imigracao e escravidao e escravatura escumunal… nao sei porque falam em sistemas de poder…neste caso Egito que tinha tudo na mao mulheres escravos vindos de todas as partes…esconder isto é nao entender a historia… poder encravisando os outros de varias formas…. ora ora aqui esta uma forma de aplicacao de poder….goste ou nao as piramides estao ai…sera que querem demolir porque foram construidas por mao escrava…ou acreditam no mais natal de que foram alma caridosa…

  3. Os resultados dessa análise de isotópos é muito interessante e significativa mas convém mantermos alguma reserva com relação às conclusões!
    É que qualquer sublevação só teria sucesso com apoio externo e aí teríamos na mesma uma invasão!

    Por outro lado há que considerar 2 aspectos de enorme relevância que poderão contrariar a tese da sublevação interna com ou sem auxílio externo, a saber:

    1) As comunidades estrangeiras foram sempre, e tradicionalmente, bem tratadas no Egipto, passando a gozar quase sempre dos mesmo direitos dos próprios Egípcios (este “P” não aparece por magia! ele advém da palavra que lhe dá origem – Egipto! com “P” –> já dei os parabéns ao ZAP pela boa evolução!)
    Por isso, não me parece que pudesse haver motivos para qualquer revolta! O nível de vida no Egipto era superior a qualquer outro existente nas redondezas assim como o gozo de direitos e de liberdade de acção, pelo que a ânsia de populações alógenas em serem aceites no Egipto era idêntica à que possuem os brasileiros na actualidade a respeito de Portugal!)

    2) Do que retenho em memórias das minhas leituras passadas, parece-me ter havido combates ferozes em que o exército egípcio foi dizimado graças a inovações trazidas pelos Hicsos, totalmente desconhecidas no Egipto, e que por isso não poderiam ter tido origem no próprio território egípcio: posso estar enganado mas tenho ideia da introdução do CAVALO e do ARCO COMPOSTO, tendo até sido este último elemento o que que realmente dizimou as fileiras egípcias!)
    Tenho dúvidas se foi nesta altura que foi introduzido o CARRO DE COMBATE… não foi seguramente por altura da Batalha de Kadesh contra os Hititas (eu cheguei a ter dúvidas), pois nessa altura Ramsés II já dispunha duma força de combate apreciável nessa arma! E também o Faraó (no ALto Egipto) que iniciou a guerra de expulsão dos Hicsos, conseguiu ser bem sucedido, já pela mão dos seus sucessores, à custa da cópia e fabricação em absoluto segredo dessa nova arma avassaladora que era o Carro de combate !
    (a minha fonte: Christian Jacq, Egiptólogo e escritor)

    Por isso, eu recomendo muita cautela em chegar a tais conclusões!

    A confirmar-se o papel da recolha de imigrantes em vagas na tragédia que se seguiu, eu poderei aproveitar para recomendar isso como uma lição séria para o presente !!! Parece-me que a “malta” anda distraída !

    Cumprimentos, e parabéns a todos pelo interesse na História !

RESPONDER

Portugal é um dos cinco países da Europa onde a pandemia está a recuar

Portugal é um dos cinco países da Europa onde a pandemia está a recuar, de acordo com o mais recente relatório do Centro Europeu de Controlo e Prevenção de Doenças (ECDC) esta terça-feira divulgado. O …

Ryanair desregulou escalas dos trabalhadores que rejeitaram cortes em Portugal

A Ryanair desregulou o regime de escalas habitual à "pequena minoria" de trabalhadores que recusou os cortes da empresa na sequência da pandemia de covid-19, retirando-lhes qualquer direito a bónus, segundo documentos a que a …

Vieira quer oferecer Bruno Henrique a Jorge Jesus

Embora Jorge Jesus não tenha pedido a contratação de Bruno Henrique, o presidente benfiquista quer comprar o avançado brasileiro como prenda para o novo treinador. Luís Filipe Vieira está a estudar a contratação de Bruno Henrique, …

"Dimensão ética". Presidente do Novo Banco enviou uma carta a Marques Mendes a explicar o seu silêncio

Debaixo de fogo depois de serem reveladas as perdas avultadas relacionadas com a venda da carteira de imóveis do Novo Banco, António Ramalho enviou uma carta a Luís Marques Mendes, comentador da SIC, a explicar …

Ministério Público quer Jorge Jesus a testemunhar contra Rui Pinto

O Ministério Público (MP) quer que o treinador português Jorge Jesus testemunhe em tribunal contra o "pirata informático" Rui Pinto, que esta semana deixou a prisão domiciliária com a obrigação de se apresentar semanalmente à …

Guarda-redes do Atlético de Madrid já não escapa ao Sporting

O Sporting conseguiu, nas últimas horas, ultimar os detalhes do contrato que trará o guarda-redes espanhol António Adán para Alvalade. O jornal desportivo Record avança esta terça-feira que o contrato está a ser ultimado, adiantando que …

Dois agentes da PSP detidos em flagrante por tráfico de cocaína escondida em contentores de bananas

As autoridades portuguesas detiveram em flagrante quatro cidadãos nacionais por tráfico de droga, dois dos quais eram agentes da PSP em Faro. Fonte do gabinete de relações públicas da PSP adiantou à agência Lusa, que …

"Formiga do inferno." Descoberto fóssil preservado em âmbar com 99 milhões de anos

Uma equipa internacional de cientistas encontrou um fóssil preservado em âmbar que ilustra o exato momento em que uma formiga pré-histórica devora a sua presa. De acordo com o artigo científico, publicado recentemente na Current Biology, …

Isabel dos Santos deixa administração da operadora angolana Unitel

A empresária angolana Isabel dos Santos anunciou esta terça-feira que vai deixar o seu lugar na administração da operadora de telecomunicações Unitel. “Após 20 anos dedicados à criação, ao desenvolvimento e ao sucesso da Unitel, optei …

Rússia regista primeira vacina contra coronavírus (e filha de Putin já a tomou)

A Rússia tornou-se esta terça-feira o primeiro país do mundo a registar uma vacina contra o novo coronavírus, anunciou o presidente russo, Vladimir Putin, acrescentando que uma das suas filhas já foi inoculada. "Esta manhã foi …