Sistema de inteligência artificial promete diagnosticar cancro do pulmão com mais precisão que radiologistas

National Cancer Institute / Wikimedia

Um grupo de cientistas da Google e da universidade norte-americana Northwestern desenvolveram um sistema de inteligência artificial que promete detetar melhor o cancro de pulmão do que os radiologistas, conclui um estudo publicado na terça-feira.

Segundo informaram os autores, a nova técnica – que poderá facilitar o diagnóstico precoce de um tipo de tumor que por ano mata mais de um milhão de pessoas no mundo – foi descrita na mais recente edição da Nature Medicine e demonstra a “precisão” do novo sistema de aprendizagem profunda para detetar este tipo de cancro, avançou o Observador, citando a agência Lusa.

Contudo, os cientistas advertiram que os resultados do estudo devem ser validados clinicamente em grandes populações de doentes.

A aprendizagem profunda (‘deep learning’) é um ramo da inteligência artificial em que os computadores “aprendem” a partir de exemplos e vastas quantidades de dados, criando padrões de análise de informação cada vez mais complexos, que simulam o funcionamento do cérebro.

Com base nesses parâmetros, os investigadores desenvolveram um algoritmo capaz de detetar nódulos pulmonares malignos, por vezes minúsculos, a partir de uma Tomografia Axial Computorizada (TAC) ao tórax, com uma precisão de deteção igual ou superior à dos radiologistas.

Para isso, introduziram 42.290 imagens de TAC e descobriram que o sistema de inteligência artificial foi capaz de detetar os nódulos malignos com uma precisão de 94%, em 6.716 casos de teste.

Athit Perawongmetha / World Bank

O modelo comparou com as provas recolhidas por exames feitos por radiologistas, interpretando TAC ou outros exames e em ambos os casos o sistema computorizado superou a análise dos especialistas, mostra o estudo.

O sistema de aprendizagem profunda também produziu menos falsos-positivos e menos tumores falsos-negativos, acrescentaram os cientistas, num comunicado de imprensa divulgado pela universidade norte-americana.

Mozziyar Etemadi, professor de Medicina e Engenharia na Universidade Northwestern e um dos autores do artigo científico sobre o estudo, explicou que os radiologistas examinam geralmente centenas de imagens bidimensionais numa única tomografia computadorizada, enquanto o novo sistema permite fazer ‘instantâneos’ de análise em três dimensões (3D).

“A inteligência artificial em 3D pode ser muito mais sensível na sua capacidade de detetar o cancro do pulmão mais cedo do que o olho humano que analisa imagens bidimensionais”, resume o investigador. Para construir a inteligência artificial para analisar TAC desta forma é preciso “um enorme sistema informático à escala Google“, precisou Mozziyar Etemadi.

Sharavya Shetty, da divisão de inteligência artificial da Google, considerou que “o sistema agora apresentado examina a forma como a inteligência artificial se pode utilizar para melhorar e otimizar o processo de triagem realizada através de TAC com doses baixas de radiação e os resultados são prometedores”.

A universidade referiu que os exames torácicos servem para identificar o tumor e reduzir as taxas de mortalidade, mas “também se produzem altas taxas de erro” enquanto o novo sistema permite categorizar uma lesão com mais especificidade porque, não só permite diagnosticar melhor uma pessoa com cancro, também permite aferir se a pessoa não tem cancro e poupá-la a uma biopsia pulmonar invasiva, cara e com riscos.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …

Líderes políticos e religiosos ultraconservadores reunidos secretamente em Fátima

A reunião foi promovida pela International Catholic Legislators Network (ICLN). O encontro começou na quinta e termina este domingo. Entre muitos, conta com a participação do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Vários líderes políticos e religiosos ultraconservadores …

Rio alerta para "divórcio violento" e medo de Costa em perder votos para o BE

O líder do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as críticas de António Costa ao Bloco de Esquerda refletem "ingratidão" e o "medo" que o Partido Socialista tem em "perder" votos para os bloquistas …

Trump diz que Boris é "o homem certo" e promete "grande acordo comercial"

Os dois líderes estiveram reunidos à margem da cimeira do G7. Trump elogiou Boris e garantiu que o acordo comercial com o Reino Unido será rápido depois do Brexit. Johnson diz que será "fantástico". O Presidente …

Uma impressora 3D construiu uma casa em apenas 12 horas

A impressora 3D S-Squared (SQ3D) construiu um protótipo básico de uma casa em cerca de 12 horas. A estrutura tem 46 metros quadrados e foi construída através de uma mistura de cimento em camadas. O trabalho …

Uma estrela supermassiva explodiu e aniquilou tudo à sua volta

Uma estrela renegada, que explodiu numa galáxia distante, forçou os astrónomos a colocar de lado décadas de investigação e a concentraram-se num novo tipo de supernova que pode aniquilar completamente a sua estrela-mãe - não …

G7: Macron e Trump com "elementos de convergência" sobre Amazónia, Irão e comércio

O Presidente francês, Emmanuel Macron, conversou este sábado com o Presidente norte-americano, Donald Trump, durante o almoço, que durou duas horas, sobre "elementos de convergência" relativos ao comércio, ao Irão e aos fogos na Amazónia, …