Inteligência artificial da Google aprende a criar inteligência artificial

(dr) The Future of Life Institute

Num projeto chamado AutoML, os investigadores de inteligência artificial da Google ensinaram um software de “machine learning” a construir outro software semelhante. Em alguns casos, foi mais poderoso e eficiente do que os melhores sistemas que os próprios investigadores podiam projetar.

De acordo com a Google, o sistema recentemente atingiu um recorde de 82% na categorização de imagens pelo seu conteúdo. Numa tarefa mais difícil, de marcar a localização de múltiplos objetos numa imagem – algo importante para a realidade aumentada e robôs autónomos – o sistema gerado automaticamente obteve um sucesso de 43%, em comparação com os 39% do melhor sistema criado por humanos.

Tais resultados são significativos porque os conhecimentos necessários para construir sistemas avançados de inteligência artificial (IA) são raros, mesmo na Google.

“Hoje, estes sistemas são feitos manualmente por cientistas da área e, literalmente, apenas alguns milhares em todo o mundo conseguem fazer isso”, disse o CEO da Google, Sundar Pichai, na semana passada, num evento de lançamento para novos smartphones e outros dispositivos. “Queremos habilitar centenas de milhares de desenvolvedores para conseguirem fazer o mesmo”, acrescentou.

Por enquanto, o AutoML é apenas um projeto de pesquisa. Ironicamente, os cientistas que estão a trabalhar nele são exatamente o tipo de especialistas que esta tecnologia pretende automatizar.

Mas um número crescente de investigadores fora da Google também está a trabalhar em projetos semelhantes. Se a IA se revelar prática, a “machine learning” pode espalhar-se para fora da indústria da tecnologia como, por exemplo, nas áreas da saúde e finanças.

Redes neurais artificiais

Investigadores de dois grupos da empresa, o Google Brain e o DeepMind, já ajudaram a reduzir as contas de energia em centros de dados da Google e aceleraram, por exemplo, a capacidade da empresa de mapear novas cidades.

O AutoML poderia tornar esses especialistas ainda mais produtivos ou ajudar engenheiros menos qualificados a construir sistemas poderosos de IA sozinhos.

Um dos objetivos da Google, ao investir neste tipo de tecnologia, é acelerar o processo de implantação de redes neurais artificiais. Esta técnica envolve a alimentação de dados através de redes de operações matemáticas inspiradas pelo funcionamento dos neurónios.

Pode parecer altamente sofisticado mas boa parte do trabalho dos especialistas é usar o seu instinto, bem como a tentativa e erro, para descobrir a arquitetura certa para uma determinada rede neural.

“Uma grande parte do trabalho é essencialmente uma tarefa muito aborrecida, de tentar múltiplas configurações para ver quais funcionam melhor”, explica Roberto Calandra, da Universidade da Califórnia, em Berkeley.

Um sistema de inteligência artificial chamado AdaNet, criado numa colaboração que inclui funcionários da Google, já conseguiu construir sozinho uma rede neural camada por camada, testando cada adição ao design para garantir que melhora o seu desempenho.

Se o AutoML funcionar bem o suficiente para se tornar uma ferramenta prática para programadores, os seus efeitos podem ser sentidos além da própria empresa. “Queremos democratizar este avanço“, afirmou Pichai na semana passada, insinuando que está disposto a disponibilizar a ferramenta a outras empresas.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Máquinas inteligentes que criam máquinas ainda mais inteligentes, de forma autónoma, sem qualquer intervenção humana.

    Onde é que isto vai parar? Será que vai acabar bem (para a humanidade)? Duvido! Aliás, acredito sim que é o principio do fim.

RESPONDER

Não é um quasar. Astrónomos descobrem galáxia com radiação UV intensa

Cientistas descobriram uma galáxia jovem que brilha em comprimentos de onda ultravioleta, de maneira tão brilhante quanto um quasar. Uma equipa de cientistas descobriu a galáxia BOSS-EUVLG1, com a ajuda do Gran Telescopio Canarias de La …

"Adiem a Liga dos Campeões", pede o Borussia Dortmund

Sorteio está marcado para esta quinta-feira mas Michael Zorc avisa: "Faltam requisitos legais para a fase de grupos arrancar". A fase de grupos da Liga dos Campeões vai começar, pela primeira vez, em outubro. A primeira …

Artista "ressuscita" 54 Imperadores Romanos com ajuda da Inteligência Artificial

Artista canadiano usou um ramo da Inteligência Artificial para criar retratos ultra-realistas de antigos Imperadores Romanos como, por exemplo, Calígula, Nero e Adriano. A aparência física destes antigos Imperadores Romanos foi preservada em centenas de esculturas …

Cantar pode ser uma má ideia durante a pandemia

Uma nova pesquisa revelou que cantar em grupo pode ser perigoso em termos de propagação de patógenos. Esta é só mais uma prova de que 2020 chegou para pôr um travão na diversão. A Universidade de …

Emirados Árabes Unidos anunciam missão espacial à Lua para 2024

Um alto responsável dos Emirados Árabes Unidos disse hoje que o país tenciona enviar para a Lua uma nave com um veículo não tripulado em 2024. O desejo de pisar a lua é uma ambição de …

Exército norte-americano quer ter acesso à rede de satélites da SpaceX

O exército dos Estados Unidos está de olho na Starlink, a constelação de satélites da SpaceX, cujo CEO é o multimilionário Elon Musk e que tem como objetivo levar Internet de banda larga a todos …

Portugal tem cada vez menos água disponível

Portugal tem cada vez menos água disponível e nos próximos cem anos a precipitação em certas regiões do país, como o Algarve, pode sofrer uma redução de até 30%, alertou esta terça-feira a Associação Natureza …

Tel Aviv vai ter estradas elétricas que recarregam autocarros em movimento

Tel Aviv, em Israel, está a trabalhar na criação de estradas elétricas sem fios para carregar e fornecer energia aos transportes públicos da cidade. As estradas elétricas são parte de um programa piloto liderado pelo município …

Suicídio entre militares norte-americanos aumenta 20% em época de covid-19

Os suicídios entre os militares subiram 20% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, registando-se um aumento nos incidentes de comportamento violento à medida que as tropas lutam contra a covid-19 e …

Turista apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma. Arrisca ser condenado a prisão

Um turista foi apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma, em Itália, e arrisca ser punido com um até um ano de prisão. De acordo com o diário italiano La Repubblica, o turista, …