“Impressora de pele” promete ajudar na cicatrização de queimaduras

Uma nova impressora 3D portátil é capaz de depositar “folhas de pele”, umas sobre as outras, e criar um curativo biológico para cobrir grandes queimaduras.

A nova impressora 3D foi desenvolvida por uma equipa de investigadores da Universidade de Engenharia de Toronto e do Sunnybrook Hospital, no Canadá.

Além de cobrir por completo queimaduras na pele de seres humanos, a tinta da impressora é composta por fibrina (uma proteína envolvida no processo de coagulação sanguínea) e células estaminais mesenquimais que se diferenciam em diferentes tipos de células especializadas, dependendo do ambiente. Isto faz com que o material promova a regeneração da pele e seja capaz de reduzir as cicatrizes.

Segundo o EurekAlert, o objetivo da união destes os dois “ingredientes” é que, além de promoverem a regeneração da pele, as feridas cicatrizam mais rapidamente, reduzindo a inflamação e melhorando a cicatrização.

Este avanço científico é um enorme passo para a equipa de investigadores, que lançou o primeiro protótipo da impressora para peles em 2018. Para já, os cientistas testaram a impressora em porcos com queimaduras de terceiro grau, nos quais as “folhas de pele” puderam ser colocadas com uma inclinação de até 45º.

“Anteriormente, conseguimos provar que é possível depositar células sobre uma queimadura, mas não havia nenhuma prova de que houvesse benefícios na cicatrização de feridas – agora demonstramos isso mesmo”, referiu Axel Guenther, líder da investigação, cujos resultados foram recentemente publicados na Biofabrication.

Atualmente, o tratamento de uma queimadura requer o transplante de pele saudável de outras partes do corpo para a ferida. No entanto, grandes queimaduras que cobrem o corpo inteiro representam um desafio muito maior. Além disso, as queimaduras mais graves são caracterizadas pela destruição da camada externa e interna da pele e, normalmente, cobrem uma parte significativa do corpo.

“No caso das grandes queimaduras, não temos pele saudável suficiente disponível, o que pode levar à morte dos pacientes”, refere o investigador Marc Jeschke.

A impressora 3D passou, desde 2018, por 10 reformulações. O protótipo atual inclui um cabeçote de impressão microfluídico de uso único para garantir a esterilização e uma roda flexível, que permite um melhor controlo de feridas mais amplas.

A equipa pretende “reduzir ainda mais a quantidade de quelóides” (lesões salientes e avermelhadas), além de ajudar na cicatrização de feridas. Os investigadores acreditam que este novo dispositivo poderá ser visto num ambiente clínico nos próximos cinco anos.

“Depois de usada numa sala de cirurgias, acho que esta impressora será um divisor de águas para salvar vidas. Com um dispositivo como este, podemos mudar a forma como praticamos os cuidados com queimaduras”, concluem os autores da investigação.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Chega "indica" Joana Marques Vidal para conselho de ética parlamentar

O Chega propôs na sexta-feira a criação de um conselho de ética parlamentar, presidido pela ex-procuradora-geral da República (PGR), Joana Marques Vida. Numa nota enviada à agência Lusa, o Chega justificou esta iniciativa pelo facto de …

Miranda do Corvo decreta três dias de luto municipal por morte de bombeiro

A Câmara de Mirando do Corvo decretou três dias de luto municipal em memória do bombeiro da corporação de voluntários da vila José Augusto Dias Fernandes, que morreu no sábado, durante o combate a um …

Bill Gates pede que medicamento para a covid-19 vá para os mais necessitados (e não para o "maior apostador")

O co-fundador da Microsoft Bill Gates pediu esta semana que os medicamentos e uma eventual vacina que possa surgir para a covid-19 sejam disponibilizados para quem mais precisa, e não para o "maior apostador". Citado pela …

Dois (ou três) jogadores do Flamengo podem chegar ao Benfica à boleia de Jesus

Os jogadores do Flamengo Gerson e Bruno Henrique podem chegar ao Benfica à boleia de Jorge Jesus, que tem sido apontado à Luz para suceder a Bruno Lage. Apesar de já se ter noticiado a …

Ensino Superior tem 2.370 vagas para alunos do profissional

O próximo ano letivo terá 2.370 vagas no Ensino Superior direcionadas para alunos do ensino profissional, avança o jornal Público este sábado, detalhando que, ao todo, 456 licenciaturas. As vagas em causa fazem parte do …

Horta Osório não exclui regresso a Portugal (e trabalhar fora da banca)

António Horta Osório, que em breve vai deixar a presidência executiva do banco britânico Lloyds, não exclui um regresso a Portugal no seu futuro profissional. “O meu futuro profissional [pós-Lloyds] está totalmente em aberto e …

Parede de estação de comboio na Polónia escondia carta escrita por trabalhadores forçados da 2ª Guerra

Uma carta escrita por dois trabalhadores forçados durante a II Guerra Mundial foi encontrada dentro de uma garrafa escondida na estação de comboios de Nowe Skalmierzyce, um cidade na Polónia. A carta foi descoberta por trabalhadores durante …

No século XVIII, um em cada cinco londrinos tinha contraído sífilis até aos seus 35 anos

Há 250 anos, pelo menos um em cada cinco londrinos tinha contraído "a varíola" (sífilis), causada pela bactéria Treponema pallidum, até aos seus 35 anos. Este estudo, com base em registos de internação, relatórios de inspeção e …

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …