Impressionado com os seus “talentos” desportivos, juiz iliba jovem de crime de violação

Um adolescente da Nova Zelândia que admitiu ter violado uma jovem de 14 anos não poderá apagar as acusações do seu registo criminal, mas essa é a única punição que receberá.

O adolescente, agora tem 18 anos, tem planos de se tornar um desportista profissional e já “representou a Nova Zelândia no cenário mundial”. Depois que o juiz teve conhecimento de tal, essas realizações parecem ter contribuído para a decisão de permitir que o adolescente não vá para a prisão, noticiou o Stuff, citado pelo Raw Story na segunda-feira.

A violação terá supostamente ocorrido durante uma viagem escolar, na qual o adolescente estava a consumir álcool com a vítima, de 14 anos. Quando começou a beijá-la, a jovem terá se sentido desconfortável e optado por se ir deitar. Foi então que o adolescente dirigiu-se ao seu quarto e lhe fez fez sexo oral. No dia seguinte, terá forçado a jovem a lhe fazer sexo oral, dizendo que a mesma lhe “devia” isso.

Cinco meses depois, durante uma festa, o adolescente estava a beijar outra jovem – dessa vez da sua idade -, quando tentou forçar a mesma a tirar a roupa. Esta tentou resistir, tendo o adolescente a forçado a ter sexo oral, violando-a de seguida no capô de um carro.

Apesar de reconhecer a natureza horrível dos ataques durante a sentença do adolescente, o juiz fez questão de mencionar as suas realizações desportivas.

“És um ávido e talentoso desportista, tendo competido a alto nível e isso inclui representar a Nova Zelândia no exterior”, disse o juiz Tony Fitzgerald. “O seu objetivo é ser um profissional e competir internacionalmente. As referências fornecidas falam do seu talento excecional e do seu potencial futuro brilhante”, acrescentou.

Para determinar a sentença, o juiz deu crédito ao adolescente pelos “talentos” desportivos, pelo remorso que supostamente demonstrou, pela participação num curso de reabilitação, pelas 200 horas de serviço comunitário e pela ausência de um passado criminoso. Em última análise, o único castigo do adolescente será uma marca no seu cadastro.

Em declarações à Stuff, Kathryn McPhillips, defensora das vítimas de abuso sexual, disse que, embora reconheça que os tribunais de menores devam principalmente dar às crianças uma segunda oportunidade, a decisão do juiz ignorou os direitos das vítimas.

TP, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois…. O mal disto é o Juiz ser um aficionado do desporto…. as «vitimas» que se lixem…. o desporto fala mais alto…. É o mal deste mundo….!!!
    Lamentável.

  2. Está tudo muito certo: poderia até nem ser preso, dada a “tenra” idade (ainda que essa “tenra” idade não tivesse impedido o sujeito de praticar tais crimes). Mas será que não havia outro castigo?
    Por outro lado, usarem-se os feitos desportivos para encapotar crimes desta ordem é quase medieval e próprio de regimes totalitários, em que a certas classes tudo se perdoa.
    Mas será que está tudo doido? Então mas agora a excelência desportiva é justificação para tudo?
    É uma vergonha para um país ser representado por gente desta!

  3. Como a defesa alegou que o jovem é o potencial no desporto, acredito que o seja, como tal, está claro que vai ser mais UM, com muito dinheiro, também é óbvio que vamos voltar a ouvir falar nele, só que numa escala completamente diferente… Mundo dos Homens, desenvolvido por homens, para defender Homens…

Responder a JPA Cancelar resposta

Nu num cavalo branco e de saltos altos. Retrato de Emiliano Zapata gera indignação no México

Centenas de manifestantes invadiram o Palácio de Belas Artes do México, na passada terça-feira, por causa de um retrato do general Emiliano Zapata (1879-1919), considerado um herói revolucionário no país. A obra, pintada pelo artista …

Felipe VI designa Sánchez como candidato a formar o próximo Governo

O Rei de Espanha designou, esta quarta-feira, em Madrid, o secretário-geral do PSOE e primeiro-ministro em funções como candidato a chefe do próximo Governo, anunciou a presidente do Parlamento. "Sua majestade o Rei [...] comunicou-me a …

No Porto, há um painel publicitário que recicla tanto ar como 230 árvores

O painel publicitário da Volvo, instalado na fachada de um prédio entre a Avenida da Boavista e a Rua 5 de Outubro, no Porto, é mais do que publicidade. A tela ajuda a reciclar o …

Governo recua e deixa cair proposta sobre perda de férias em caso de baixa prolongada

O Governo recuou e deixou cair a proposta apresentada aos sindicatos que previa que os funcionários públicos mais antigos que estivessem de baixa prolongada perdessem dias de férias, disse esta quarta-feira o líder da Fesap, …

Marta Temido recusa ser "refém" de Centeno e anuncia maior concentração de Urgências até ao verão de 2020

"Eu nunca me senti refém [de Mário Centeno]. Tenho alguma dificuldade nessa leitura. Este reforço de meios também permitirá injetar mais confiança no sistema e criar respostas. Mas não considero que tenho estado refém do …

IVA da luz. Proposta do Governo foi afastada há um ano porque "não tinha enquadramento legal"

Em 2018, o Bloco de Esquerda apresentou a proposta da taxa reduzida do IVA da luz para um primeiro escalão de consumo. O Governo não fez o pedido a Bruxelas - como fez agora -, …

Nenhum dos treinadores do FC Porto ou Belenenses relatou agressões à PSP

Nem Sérgio Conceição nem Pedro Ribeiro mencionaram uma eventual agressão nas suas declarações à polícia. O treinador portista deverá ser ilibado de qualquer acusação. No domingo, os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e …

Estado não cumpre os requisitos mínimos que criou para os cuidados paliativos

A maioria das equipas de cuidados paliativos do SNS não tem cumprido os requisitos mínimos definidos pelo próprio Estado. Há uma grave falta de profissionais nesta área. Os cuidados paliativos em Portugal têm vindo a regredir …

Rússia diz que pode organizar os seus próprios Jogos Olímpicos

Na sequência da exclusão por quatro anos, anunciada na segunda-feira, a presidente do Parlamento russo sugeriu que o país pode organizar os seus próprios Jogos Olímpicos. A presidente do Parlamento russo, Valentina Matviyenko, afirmou que o …

Israel vai voltar às urnas. É a terceira eleição consecutiva em menos de um ano

Israel vai ter o terceiro ato eleitoral consecutivo em menos de um ano, estancado num bloqueio político e com um primeiro-ministro acusado de corrupção. Ao terminar à meia-noite de quarta-feira o prazo do Parlamento para eleger …