Imprensa sabia da doença da filha de Luis Enrique, mas ninguém noticiou

A imprensa espanhola firmou uma espécie de pacto com a federação de futebol, comprometendo-se a não noticiar a doença de Xana, de apenas 9 anos. A menina morreu na quinta-feira de cancro.

A notícia já era conhecida pela maioria dos jornalistas espanhóis, mas não foi publicada. Só na quinta-feira, quando o ex-selecionador de Espanha e antigo treinador do Barcelona anunciou nas redes sociais o falecimento da filha Xana, vítima de cancro, é que os jornais começaram a falar no assunto.

“A nossa filha morreu esta tarde com 9 anos de idade, após uma luta de cinco meses contra um osteorsarcoma [um tipo de cancro nos ossos]”, revelou Luis Enrique nas redes sociais. “Agradecemos a todos as manifestações de carinho que recebemos durante estes meses e agradecemos a discrição e a compreensão”.

“Vamos sentir muito a tua falta, mas iremos lembrar-nos de ti todos os dias da nossa vida, com esperança de que, no futuro, nos voltaremos a encontrar. Serás a estrela que guia a nossa família”, disse, numa última mensagem para a filha.

Luis Enrique agradeceu a “discrição” porque há meses que a imprensa espanhola, e os seus colegas de profissão, sabiam que Xana, de apenas 9 anos, estava gravemente doente, de acordo com o jornal El Español.

Mas os media nada noticiaram. Entre os jornalistas, paparazzis e a Federação Espanhola de futebol havia uma espécie de “compromisso verbal” para que a vida privada do então selecionador nacional, e da pequena Xana, fosse respeitada.

“Importa sublinhar o papel desempenhado pelos jornalistas, que atenderam à discrição que o protagonista solicitou com toda a lógica. Com a falta de escrúpulos e o gosto pela morbidade predominante, era fácil esperar o contrário”, escreveu o jornalista e filho do ex-ministro José Ignacio Wert na rede social Twitter.

Luis Enrique assumiu a seleção espanhola em julho de 2018, após o Mundial. Em março deste ano, os jornalistas começaram a perceber que algo não estaria bem. Num dos jogos de qualificação da seleção espanhola para o europeu de 2020, contra Malta, o selecionador não esteve presente alegando “motivos familiares de força maior”. A partir daí começou a especulação.

“Dissemos aos jornalistas que geralmente nos acompanhavam o que estava a acontecer e pedimos respeito”, diz uma porta-voz da Federação espanhol de futebol. “Solicitámos expressamente a todos os meios de comunicação. Explicámos o motivo e pedimos que eles respeitassem a privacidade. Assim também evitámos especulações. Contámos a verdade desde o momento em que alguém a quis saber e havia um tipo de compromisso verbal em respeitar a dor da família. E a verdade é que as pessoas comportaram-se muito, muito bem e estamos muito gratos por isso. Estiveram à altura”, acrescenta.

Foram vários os motivos que levaram a imprensa espanhola a omitir a doença de Xana. Por um lado, tratava-se do selecionador nacional, uma figura respeitada pela imprensa. “A notícia chegou-me de pessoas comuns em Gijón, e umas duas semanas depois, de colegas de Luis Enrique”, explica o jornalista desportivo Rodrigo Faez.

Além disso, se Luis Enrique se deparasse com a exposição mediática da filha, isso poderia prejudicar “diretamente os seus resultados profissionais”.

Além disso, Xana era menor de idade e Luis Enrique sempre fez questão de manter privada a sua vida pessoal. Quando falava aos jornalistas, apenas se referia ao trabalho. “Temos total respeito por uma pessoa que nunca divulgou nada da sua vida privada”, frisam ao jornal espanhol fontes de uma revista espanhola.

Apenas um meio de comunicação espanhol não respeitou o “pacto”. Foi um site noticioso, segundo o qual o “problema familiar” que Luis Enrique tinha invocado se tratava da doença de uma das filhas – Luis Enrique é pai de uma outra rapariga e de um rapaz. Mas a informação não foi replicada.

Mas nem sempre houve respeito na imprensa espanhola. O Observador nota que, quando se soube que o filho de 27 anos da atriz espanhola Ana Obregón sofria de um cancro, as fotografias da família rapidamente começaram a circular pelas redações.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Campo magnético da Terra pode mudar 10 vezes mais rápido do que se pensava

As mudanças na direção do campo magnético da Terra podem ocorrer dez vezes mais rápido do que se pensava até então, sugerem novas simulações levadas a cabo por cientistas da Universidade de Leeds (Reino Unido) …

O buraco negro mais faminto do Universo engole por dia uma massa equivalente à do Sol

No centro do quasar mais brilhante já descoberto "mora" um dos maiores buracos negros que é também o mais "faminto" de todo o Universo: por dia, engole o equivalente à massa do nosso Sol. As …

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …