Somos insignificantes: humanos representam apenas 0,01% da vida na Terra

Frank Tasche / Flickr

Um estudo recente, a primeira estimativa abrangente da biomassa da Terra, conclui que as 7,6 mil milhões de pessoas do mundo representam apenas 0,01% de todos os seres vivos no planeta.

De acordo com um estudo recente, conduzido por Ron Milo, do Instituto Weizmann de Ciência, em Israel, as 7,6 mil milhões de pessoas do mundo representam apenas 0,01% de todos os seres vivos no planeta.

No entanto, por muito insignificantes que sejamos, já causamos a perda de 83% de todos os mamíferos selvagens e metade das plantas do mundo, revela o estudo publicado recentemente na Proceedings of the National Academy of Sciences.

O estudo, que tem em consideração cada classe de seres vivos, muda algumas suposições que tínhamos sobre a biomassa do nosso planeta. As bactérias, por exemplo, são de facto uma forma de vida principal. Representam 13% da vida no planeta, mas as plantas ofuscam todos os outros seres, representando 82% de toda a matéria viva.

As restantes criaturas – insetos, fungos, peixes e outros animais – representam uns pequeníssimos 5% da biomassa mundial.

Mas as surpresas não ficam por aqui. A vida abundante dos oceanos, que ainda mal conhecemos, representa apenas 1% de toda a biomassa do planeta Terra. A maioria da vida está em terra e grande parte dela – um oitavo – são bactérias que vivem no subsolo.

Certo é que, apesar da nossa supremacia, em termos de peso, o Homo sapiens é irrelevante. Os vírus são três vezes mais do que os humanos, assim como os vermes. Os peixes são 12 vezes mais; insetos, aranhas e crustáceos 17 vezes mais; fungos 200 vezes mais; bactérias 1.200 vezes; e, por fim, as plantas, que são 7.500 vezes mais do que os seres humanos no planeta.

No entanto, apesar de insignificantes, transformamos de tal forma o planeta que os cientistas estiveram muito perto de declarar uma nova era: o Antropoceno, um termo usado para descrever o período mais recente na história do Planeta Terra.

O novo estudo revela que a avicultura representa atualmente 70% de todas as aves no planeta, com apenas 30% de aves selvagens. A imagem é ainda mais gritante para os mamíferos: 60% de todos os mamíferos da Terra são pecuários, principalmente bovinos e suínos, 36% são humanos e apenas 4% são animais selvagens.

Estes 4% devem-se à destruição do habitat selvagem para agricultura, extração de madeira e desenvolvimento por parte da ação humana. Muitos cientistas consideram que esta é a sexta extinção em massa da história.

Em relação aos animais silvestres, como ratos e elefantes, apenas um sexto ainda vive, número que surpreendeu até mesmo os cientistas. Nos oceanos, três séculos de pesca intensiva deixaram apenas um quinto dos mamíferos marinhos.

Para chegar a estas conclusões, os investigadores calcularam as estimativas de biomassa usando dados de centenas de estudos que usaram técnicas modernas, como o sequenciamento genético, por exemplo. Depois, avaliaram a biomassa de uma classe de organismos e determinaram em que ambientes esse vida poderia existir, para criar um total global.

Os cientistas usaram também o carbono como medida fundamental e descobriram que toda a vida contém 550 mil milhões de toneladas deste elemento.

Ainda assim, os cientistas reconhecem as incertezas substanciais destas estimativas, especialmente no que diz respeito às bactérias que vivem no subsolo. Ainda assim, acreditam que esta investigação apresenta uma visão geral e útil da distribuição da biomassa na Terra.

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. O ser humano pode ser insignificante, mas, faz mais estragos que os restantes 99,99% das espécies. Dito isto, é o ser relevante neste planeta!

  2. Caramba, que raio! Leio as notícias do ZAP mas estas estão SEMPRE de alaguma forma INCORRECTAS: afinal as pessoas do mundo representam apenas 0,001% de todos os seres vivos no planeta – ou 0,01???????????? Faz MUITA diferença não?….que raio…

    • Caro fmolina,
      Segundo pudemos perceber, e como tal contar, o humanos representam 0,01% da vida na Terra.
      Em que local encontrou referido o valor de 0,001% ?

      • Caro Zap,
        estava no sitio onde vocês corrigiram.

        Primeiro parágrafo no corpo do texto:
        “De acordo com um estudo recente, conduzido por Ron Milo, do Instituto Weizmann de Ciência, em Israel, as 7,6 mil milhões de pessoas do mundo representam apenas 0,001% de todos os seres vivos no planeta.”

        Não se lembram de terem actualizado a página entretanto?

        Cumprimentos,
        Filipe Silva

        • Caro Filipe,
          Quando um leitor nos aponta um erro, é nosso hábito corrigi-lo e reportar a correcção ao leitor, agradecendo-lhe o reparo. Poderá ter faltado este passo ao editor.
          Obrigado então pelo reparo.

  3. O ser humano é o mais destrutivo do seu meio ambiente, daí ser o mais prejudicial para o planeta, e enquanto não destruir o seu habitat não vai descansar. É pena é os restantes seres vivos pagarem com as asneiros do “Ser Humano”

Responder a MM Cancelar resposta

António Mexia investe 25 mil euros no aumento de capital da EDP

O presidente do Conselho de Administração Executivo da EDP, que se encontra com funções suspensas, subscreveu 7738 ações, num investimento de 24.535 euros, no aumento de capital de mais de mil milhões de euros do …

Liga quer adeptos nas bancadas em setembro. Governo não se compromete

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disse, esta quarta-feira, que o organismo está a trabalhar para que a época 2020/21 comece com público nas bancadas. Na conferência "Futebol Profissional e Economia Pós COVID-19", …

ONU teme "catástrofe geracional" e pede medidas para reabertura das escolas

A Organização das Nações Unidas (ONU) pediu na terça-feira a todos países para que seja dada prioridade à reabertura das escolas sempre que haja controlo da transmissão local dos contágios de covid-19, alertando que o …

IMT suspende circulação de veículos como o que provocou acidente em Soure

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) decidiu, esta quarta-feira, suspender a circulação de veículos de manutenção da ferrovia, como aquele que colidiu contra um Alfa Pendular em Soure, até que sejam adotadas medidas …

PJ e MP fazem buscas no âmbito do caso das golas antifumo

A PJ e o Ministério Público estão a realizar 10 buscas, esta quarta-feira, no âmbito do processo sobre o negócio das golas antifumo, no qual o ex-secretário de Estado, Artur Neves, e o presidente da …

Mais uma morte e 167 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quarta-feira, mais uma morte e 167 novos casos de infeção por covid-19 em relação a terça-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS). Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde, …

Presidente promulga lei que lança app Stayaway Covid

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma que estabelece o responsável pelo tratamento dos dados e regula a intervenção do médico no sistema 'Stayaway Covid'. À margem de uma visita a Lagoa, no Algarve, …

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …