Humanos evoluíram para usar orgasmos para controlar os seus parceiros

De acordo com um novo estudo realizado por uma psicóloga inglesa, os humanos evoluíram para usar o prazer sexual, especialmente o orgasmo, para controlar os seus parceiros.

A psicóloga da Universidade de Portsmouth, Diana Fleischman, diz que o orgasmo e o prazer sexual intenso são formas de reforço positivo e recompensa que podem motivar e mudar o nosso comportamento – e evolução treinou-nos a usá-los como moeda de troca.

“Quando experimentamos o prazer sexual com outra pessoa, começamos a ser recompensados por essa pessoa, pelo seu cheiro, voz, etc. A pessoa torna-se uma recompensa e, finalmente, isso incentiva os relacionamentos”, afirma a psicóloga.

Um reforço positivo ou uma recompensa são muito mais propensos a moldar um comportamento do que a punição.

“É como quando usamos o alimento saboroso e rico em calorias como recompensa: o alimento, o calor, o sono e o prazer sexual são exemplos de recompensas físicas que nos dão prazer, fazem-nos sentir bem e podem causar mudanças comportamentais”, afirma.

Diana Fleischman argumenta que o comportamento sexual é mais agradável quando cumpre uma necessidade – o orgasmo pode ser um sinal de devoção ao seu parceiro e pode melhorar a ligação entre o casal.

“Recompensar alguém com prazer sexual ou orgasmo pode ajudar a construir uma base para os relacionamentos. Sentimentos de prazer e bem-estar podem levar a associações mais positivas e torná-los mais propensos a perdoar erros”, explica.

No caso do homem, o prazer do contacto sexual com a mãe dos seus filhos pode impedi-lo de destinar o seu esforço ou recursos a outras oportunidades de acasalamento.

Para a mulher, o prazer sexual contínuo com o pai de seus filhos pode impedi-la de abandonar um relacionamento, sendo um sinal reconfortante de paternidade para o seu companheiro.

O complicado orgasmo feminino

A pesquisa de Diana Fleischman, que foi publicada na Socioaffective Neuroscience and Psychology, também examinou se o comportamento adaptativo pode explicar por que é que as mulheres têm menos orgasmos do que os homens, sugerindo que há menos motivadores biológicos.

“Para os homens, o comportamento sexual tem baixos custos potenciais em comparação com grandes benefícios reprodutivos potenciais. As mulheres podem reproduzir apenas uma vez por ano e o seu investimento é maior“, destaca.

“No entanto, enquanto as mulheres não precisam do orgasmo para conceber, o fato de que têm orgasmos é prova de que estes servem para um propósito. Como o orgasmo é variável em mulheres, pode ser mais reforçador do que é para os homens”, sublinha a psicóloga.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Os polegares dos neandertais adaptaram-se a ferramentas com pega

Os polegares dos neandertais adaptaram-se para segurar melhor ferramentas com pega, da mesma forma como utilizamos atualmente um martelo, revela uma nova investigação da Universidade de Kent, no Reino Unido. A mesma investigação sugere ainda …

Sporting 2-1 Moreirense | JackPote rende pontos ao “leão”

O “Leão” soma e segue na liderança do campeonato, depois de vencer o Moreirense por 2-1, graças a um bis Pedro Gonçalves. Neste sábado, na recepção ao Moreirense, num embate relativo à oitava jornada, sofreu, mas conseguiu …

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …