Nobel da Física diz que o ser humano não foi feito para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está “zangado” com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk.

Os suíços Michel Mayor e Didier Queloz receberam, este ano, o prémio Nobel da Física pela descoberta do primeiro grande exoplaneta (a que chamaram 51 Pegasi B) em órbita de uma estrela como o Sol, galardão que partilham com James Peebles, premiado pelas teorias que hoje são o eixo para reconstruir a história do Universo.

Apesar de o astrónomo ter ajudado a descobrir tantos planetas distantes — dos quais se duvidada da sua existência — Queloz considera “totalmente irracional” a ideia de os humanos serem “uma espécie que viajará entre as estrelas”, explicando que se podem enviar robôs e máquinas, mas não seres humanos, citado pela agência de notícias espanhola EFE.

No ciclo de conferências de imprensa e palestras, no âmbito da Semana Nobel 2019, Queloz referiu: em termos de biologia, “não somos feitos para deixar a Terra”.

O cientista acrescentou que, do ponto de vista biológico, o ser humano evolui “desde há mais de três mil milhões de anos para nascer na Terra e nela permanecer”.

Nesse sentido, mostrou-se “um pouco zangado” com Elon Musk, presidente executivo da empresa de veículos elétricos Tesla Motors e também diretor executivo e chefe tecnológico da empresa aeroespacial SpaceX, que tem como um dos planos estabelecer uma presença permanente no planeta Marte.

Queloz acusou Musk de “ter um discurso um pouco perigoso”, ao afirmar que o ser humano pode continuar a ter o mesmo comportamento na Terra que tem vindo a ter, pois um dia irá para Marte, o planeta vermelho.

// Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • Sim, mas a que preço?
      Mal se conseguem mexer ou mexem-se a mais.
      Quantos relatórios médicos pós-chegada foram tornados públicos, sem censura?
      É claro que a acontecer, só vai quem quer, não é? Ou não?
      É como no passado, mandam-se primeiro os criminosos com promessas de indulto?

  1. Se criarmos a gravidade artificial, emissão solar artificial e criar a frequência que a terra vibra, claro que podemos ir para o espaço e viver como na Terra

  2. O que ele realmente está dizendo é que é irresponsável afirmar que podemos simplesmente mudar de um planeta pra outro, primeiro por evoluímos neste daqui e não estamos adaptados pra viver em outro. Segundo porque passa a mensagem que podemos destruir este aqui e ainda sobrevivermos, mudando pra outro.

RESPONDER

Em busca da câmara oculta. Cientistas querem voltar a "bombardear" a Grande Pirâmide de Gizé com raios cósmicos

Uma equipa de cientistas quer "bombardear" a Grande Pirâmide de Gizé, no Egito, com raios cósmicos para confirmar a existência de uma câmara interna, detetada numa outra investigação anterior. A informação é avançada pelo portal …

Primo de Sócrates garante que o dinheiro que tinha nas contas era seu

José Paulo Pinto de Sousa, primo de José Sócrates e arguido na Operação Marquês, afirmou ao juiz que era dono do dinheiro que o Ministério Público diz pertencer ao antigo primeiro-ministro, segundo fonte ligada ao …

Telemóvel de Jeff Bezos terá sido hackeado por príncipe herdeiro saudita

O telemóvel do dono da Amazon Jeff Bezos terá sido hackeado pelo príncipe da coroa saudita Mohammed bin Salman em maio de 2018, revela uma investigação do The Guardian. O multimilionário norte-americano Jeff Bezos, CEO da …

"Muu". O mugido de uma vaca pode revelar como se sente

https://vimeo.com/386240607 Ao ouvido humano, os mugidos parecem indistintos. No entanto, um estudo recente revelou que cada vaca tem a sua própria voz - e esta persiste em inúmeras situações. De acordo com um estudo recente, levado a …

Aeroporto do Montijo avança com luz verde da Agência Portuguesa do Ambiente

O projeto do novo aeroporto no Montijo, na margem sul do Tejo, recebeu esta terça-feira uma decisão favorável condicionada em sede de Declaração de Impacte Ambiental (DIA), anunciou a Agência Portuguesa do Ambiente (APA). Em comunicado, …

Vírus da China faz nona vítima mortal. Já há casos em Macau e nos Estados Unidos

O número de mortes causadas por um novo tipo de pneumonia na China subiu esta quarta-feira para nove, com a morte de mais três pacientes, enquanto o número total de infetados é já superior a …

A cura para todos os tipos de cancro pode estar no nosso sistema imunitário

Em laboratório, uma equipa de cientistas da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, conseguiu usar células do nosso próprio corpo para matar células cancerígenas. O nosso sistema imunitário é a defesa natural do nosso organismo contra …

Foi um asteróide (e nada mais do que um asteróide) que dizimou os dinossauros

Uma equipa internacional de cientistas acaba de reafirmar que foi um asteróide - e nada mais do que este corpo rochoso - que dizimou os dinossauros da face da Terra há cerca de 66 milhões …

Descoberta classe de objetos bizarros perto do enorme buraco negro da Via Láctea

Astrónomos da Iniciativa Órbitas do Centro Galáctico da UCLA (Universidade da Califórnia) descobriram uma nova classe de objetos bizarros no centro da Via Láctea, não muito longe do buraco negro supermassivo chamado Sagitário A*. "Estes objetos …

David Lynch lança curta-metragem no Netflix em dia de aniversário

O realizador norte-americano lançou no Netflix, esta segunda-feira, uma curta-metragem de 17 minutos. David Lynch lançou, esta segunda-feira, no dia do seu 74.º aniversário, uma curta-metragem de 17 minutos no Netflix, escreve o jornal Público. "What Did …