A Humanidade já atingiu o pico da sua aptidão física

A aptidão física atual dos humanos poderá ser a melhor que a humanidade alguma vez vai ter. De acordo com o estudo, os humanos têm limitações biológicas e poderá não haver melhorias para a espécie.

Segundo a Science Alert, a culpa de não haver melhorias em termos físicos para a espécie humana é nossa: a poluição e alterações climáticas têm tido um impacto negativo nos limites biológicos.

Uma equipa multidisciplinar liderada pelo físico Jean-François Toussaint da Universidade de Descares em Paris conduziu uma revisão a 160 estudos de 120 anos. A pesquisa aprofundou a longevidade, a performance atlética dos humanos, as tendências de altura ao longo do tempo e o ambiente.

Com isso, a revisão concluiu que o tempo de vida, a performance física e a altura – que estavam num constante aumento durante o século XX – têm planificado durante as últimas três décadas, desde metade de 1980.

“Estes traços já não aumentam, apesar do contínuo progresso médico, nutricional e científico. O que sugere que as sociedades modernas têm permitido que a nossa espécie chegue ao limite”, explicou Toussaint.

Esta revisão só agora foi possível. Os registos médicos e desportivos fiáveis, assim como a habilidade de medir com precisão coisas como o desempenho físico, só se tornou disponível durante o último século – e só agora, quando já temos mais de um século de registos, podemos analisá-los a todos para observar tendências.

Espera-se que os efeitos desta plenitude se manifeste em mais pessoas a atingir o limite e menos pessoas a quebrar recordes: prevê-se que o número de pessoas a ultrapassar o limite da esperança de vida ou a quebrar recordes desportivos diminua.

E, na verdade, é até já possível observar esses efeitos. Ninguém ainda conseguiu transpôr a marca dos 122 anos e 164 dias traçada por Jeanne Calment em 1997. E ninguém ainda bateu o famoso recorde de Usain Bolt do sprint de 100 metros em 2008.

Apesar disso, em alguns locais é possível ver as estatísticas médias de saúde e altura aumentar, mas em certas partes de África, pelo contrário, as alturas médias começam a diminuir, indicando nutrição insuficiente.

Os investigadores também relacionam a poluição com o baixo peso no nascimento, fraca saúde e menor expectativa de vida. As alterações climáticas também estão ligadas à propagação de doenças, como a malária.

Estes fatores podem contribuir para impedir que os humanos cheguem ao seu limite no que toca ao fitness ou esperança de vida.

“Observar tendências em decréscimo pode fornecer um sinal inicial de que algo está a mudar e não é para o melhor“, explicou Toussaint. “O atual declínio nas capacidades humanas que conseguimos ver hoje são um sinal de que as alterações climáticas, incluindo o clima, já estão a contribuir para as crescentes restrições que agora estamos a considerar”.

Mas, otimisticamente, o cientista nota que agora que existem algumas ideias sobre o que os limites máximos são, se as análises estiverem corretas, os Governos de todo o mundo podem começar a trabalhar para chegar aos mais elevados valores para as suas populações.

“Com as crescentes restrições ambientais, cada vez mais energia e investimento serão gastos para equilibrar as crescentes pressões dos ecossistemas. No entanto, se bem sucedido, deveremos observar um aumento nos valores médios de altura, vida útil e na maioria de biomarcadores humanos”, concluiu.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Teresa Leal Coelho admite processar ex-vereador Fernando Nunes da Silva

A vereadora da Câmara Municipal de Lisboa Teresa Leal Coelho admitiu que poderá vir a processar o antigo vereador Fernando Nunes da Silva, devido às declarações sobre a reposição dos sentidos de circulação na Avenida …

Linha de Fundo: Benfica reforça liderança, mais recados de Conceição, um jardim de infância especial e João “rosa” Almeida

Era uma vez um Clássico... Deu empate o primeiro clássico da época 2020/21. Em Alvalade, Sporting e FC Porto igualaram-se a duas bolas, num jogo que valeu pelas mudanças de resultado, mas que nem sempre foi …

CDS critica PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa

O CDS está "chocado" por a TAP ir abandonar as quatro rotas que opera no Aeroporto Francisco Sá Carneiro e critica o PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa. O …

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …

"Medo constante". Human Rights Watch denuncia tortura na Coreia do Norte

Uma organização não-governamental denunciou esta segunda-feira que o sistema norte-coreano de detenção pré-julgamento e de investigação é cruel e arbitrário, com ex-detidos a descreverem tortura sistemática, corrupção e trabalhos forçados não-remunerado. No relatório de 88 páginas, …