Hubble celebra 29.º aniversário com um olhar colorido da Nebulosa do Caranguejo do Sul

NASA, ESA e STScI

A Nebulosa do Caranguejo do Sul – a imagem que comemora os 29 anos do Hubble.

Em celebração do 29.º aniversário do lançamento do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, os astrónomos capturaram este olhar festivo e colorido da Nebulosa do Caranguejo do Sul.

A nebulosa, oficialmente conhecida como Hen 2-104, está localizada a vários milhares de anos-luz da Terra na direção da constelação do hemisfério sul de Centauro.

Parece ter duas estruturas aninhadas em forma de ampulheta que foram esculpidas por um par de estrelas num sistema binário. O duo consiste de uma estrela gigante vermelha envelhecida e uma estrela moribunda, uma anã branca. A gigante vermelha está a derramar as suas camadas externas. Parte deste material ejetado é atraído pela gravidade da anã branca companheira.

O resultado é que ambas as estrelas estão embebidas num disco plano de gás que se estende entre elas. Esta cintura de material restringe o fluxo exterior de gás, de modo que apenas se desloca para cima e para baixo do disco. O resultado é uma nebulosa em forma de ampulheta.

As bolhas de gás e poeira parecem mais brilhantes nas bordas, dando a ilusão de estruturas em forma de pernas de caranguejo. Estas “pernas” são provavelmente os locais onde o fluxo choca com o gás e com a poeira interestelar circundante, ou possivelmente material que foi perdido anteriormente pela estrela gigante vermelha.

O fluxo pode durar apenas alguns milhares de anos, uma fração minúscula do tempo de vida do sistema. Isto significa que a estrutura externa pode ter apenas milhares de anos, mas a ampulheta interna deve ser um evento de fluxo mais recente. A gigante vermelha acabará por colapsar para se tornar numa anã branca. Seguidamente, o par sobrevivente de anãs brancas irá iluminar uma concha de gás a que chamamos nebulosa planetária.

O objeto foi relatado pela primeira vez no final da década de 1960, mas assumiu-se que era uma estrela comum. Em 1989, os astrónomos usaram o Observatório La Silla do ESO, no Chile, para fotografar uma nebulosa estendida em forma de caranguejo, formada por bolhas simétricas.

Estas observações iniciais apenas mostraram a ampulheta exterior emanada da região central brilhante. O Hubble fotografou o Caranguejo do Sul em 1999 para revelar complexas estruturas aninhadas. Estas últimas imagens foram obtidas em março de 2019 com um amplo conjunto de filtros do mais recente e nítido detetor do telescópio espacial, o WFC3 (Wide Field Camera 3). Esta imagem é uma composição de observações feitas em várias cores que correspondem aos gases incandescentes na nebulosa. O vermelho é o enxofre, o verde é hidrogénio, o laranja é azoto e o azul é oxigénio.

O Hubble foi lançado no dia 24 abril de 1990, a bordo do vaivém espacial Discovery. A partir do seu “poleiro” em órbita da Terra, longe dos efeitos distorcidos da atmosfera do nosso planeta, o Hubble observa o Universo no ultravioleta próximo, no visível e no infravermelho próximo. Ao longo dos últimos 29 anos, as descobertas do telescópio espacial revolucionaram quase todos os campos da astronomia e da astrofísica.

Entre os feitos mais importantes do Hubble estão as vistas mais profundas do Universo em evolução, a descoberta de discos de formação planetária em redor de estrelas próximas, o estudo da química das atmosferas de planetas em torno de outras estrelas, a identificação do primeiro buraco negro supermassivo no coração de uma galáxia vizinha e evidências de um universo em aceleração, impulsionado talvez por alguma fonte desconhecida de energia no tecido do espaço.

// CCVAlg

PARTILHAR

RESPONDER

Inscrição hebraica com 2.800 anos revela antigo nome bíblico

Uma equipa de arqueólogos encontrou um jarro com 2.8000 anos com a inscrição em hebraico "Benayo" no sítio arqueológico de Abel Beth Maacah, no norte de Israel, local várias vezes mencionado na Bíblia Hebraica.  De …

Braga vence FC Porto e conquista Taça da Liga. Sérgio coloca lugar à disposição

O Sporting de Braga venceu hoje o FC Porto por 1-0 e conquistou a Taça da Liga, com Ricardo Horta a marcar o golo decisivo aos 90+5, garantindo um troféu que os bracarenses já tinham …

Rara moeda de ouro com a cara de Eduardo VIII vendida por preço recorde

Uma rara moeda de ouro com o perfil do rei britânico Edward VIII foi vendida a um comprador particular pelo valor recorde de 1,3 milhões de dólares. A informação é avançada pela Royal British Mint, a …

Depois dos incêndios, Austrália está prestes a experimentar uma "bonança" de aranhas mortais

Depois dos incêndios florestais que assolaram o país, os australianos começaram a implorar por chuva. O bónus de aranhas mortais não estava incluído no pedido, mas os especialistas do Australian Reptile Park acreditam que é …

Governo admite retirar cidadãos nacionais de Wuhan

As autoridades portuguesas estão a cooperar com outros países europeus para reforçar o apoio aos cidadãos nacionais que se encontram em Wuhan, onde ocorreram os primeiros casos do novo coronavírus, admitindo a possibilidade de retirá-los …

Os cogumelos podem ser muito mais antigos do que pensávamos

Os cogumelos podem ser mais antigos do que pensávamos, concluíram cientistas que dataram vestígios de micélio (constituinte dos cogumelos) com 800 milhões de anos, divulgou esta quarta-feira a Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica. Estudos anteriores …

Comer iogurte natural pode ajudar a reduzir o risco de cancro da mama

Uma das causas mais apontadas para o cancro da mama é a inflamação causada por bactérias nocivas. Esta tese ainda não foi provada, mas é apoiada pelas evidências até agora disponíveis de que a inflamação …

Primeiro caso suspeito de infeção por coronavírus detetado em Portugal

Foi detetado o primeiro caso suspeito de infeção infeção pelo novo coronavírus , em Portugal, anunciou este sábado a Direção-Geral de Saúde. “Este doente, regressado hoje [este sábado] da China, onde esteve na cidade de Wuhan …

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …