Entre rumores de espionagem, chinesa Huawei quer trazer 5G para Portugal

B!T

A Huawei está convencida a trazer o 5G, a quinta geração de internet móvel, para Portugal. A multinacional chinesa é acusada de usar a tecnologia para espionagem.

Os Estados Unidos, a Alemanha e a Comissão Europeia temem que a Huawei esteja a usar a tecnologia móvel 5G como estratégia de espionagem chinesa. Segundo as autoridades norte-americanas dizem que o Governo chinês pode espiar e roubar informações através da empresa de telecomunicações.

De acordo com o Expresso, o alerta foi dado pelos EUA, numa reunião de uma delegação norte-americana com jornalistas em Portugal, na qual os norte-americanos alertaram para os riscos de segurança que a adoção da tecnologia chinesa pode envolver.

Este não é o primeiro conflito entre os norte-americanos e a empresa chinesa. Ainda em janeiro deste ano, os EUA apresentaram uma queixa-crime contra a Huawei por roubo de segredos comerciais, fraude bancária e violação de sanções internacionais ao Irão.

Mesmo assim, numa declaração enviada à agência Lusa, a Huawei diz estar “determinada em continuar a trazer para Portugal as tecnologias e os produtos mais inovadores, incluindo a tecnologia 5G, que lidera em todo o mundo”.

A Huawei defende-se das acusações feitas, dizendo que “não registou qualquer ameaça de segurança cibernética nos últimos 30 anos” e que a empresa chinesa “opera em mais de 170 países e regiões”.

A Huawei tem sido acusada de ligação ao Governo de Pequim, e as suas redes 5G foram já banidas em alguns países devido a preocupações com a segurança nacional.

No entanto, a empresa de telecomunicações assegura que “não permite e nunca permitirá a existência de qualquer partilha indevida de dados através dos seus equipamentos”. A Huawei pede ainda para não se confundirem interesse geopolíticos com interesses económicos.

De acordo com o Público, durante a visita a Lisboa do Presidente chinês, Xi Jinping, em dezembro do ano passado, foi assinado entre a Altice e a empresa chinesa um acordo para o desenvolvimento da próxima geração da rede móvel no mercado português.

Em entrevista à Lusa, o presidente executivo da Altice, Alexandre Fonseca, afirma que a Huawei é uma das suas parceiras, mas que, caso se verifiquem “decisões políticas antagónicas”, a Altice terá de repensar a sua relação com a multinacional.

No entanto, Alexandre Fonseca garante que a Altice “não tem qualquer suspeita de qualquer tipo de atuação menos rigorosa por parte da Huawei”, razão pela qual manterá a sua palavra no acordo para o desenvolvimento da tecnologia 5G.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Os perigos para a saúde do 5G, disto ninguém quer saber… apenas querem descarregar o último filme mais rápido…
    Assim que implementarem este veneno, preparem-se para mais gente doente nos hospitais, mas que ninguém irá associar ao 5G.
    Pesquisem se não acreditam.

RESPONDER

Afinal, Vénus pode não ser tão semelhante à Terra como pensávamos

Uma nova investigação questiona a habitabilidade de Vénus, planeta que os cientistas consideram há pouco tempo numa outra investigação poder ter um clima habitável semelhante ao da Terra. De acordo com a nova investigação, cujos …

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …