Hospitais não implementaram medidas de prevenção de rapto de recém-nascidos

rotorhead / SXC

Uma auditoria da Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) avaliou serviços de internamento de crianças e adultos e detetou falhas em todos.

Portas nas maternidades que não fecham automaticamente, videovigilância que não funciona continuamente e controlo insuficiente no acesso às instalações foram algumas das falhas encontradas pela IGAS nas auditorias a três centros hospitalares e um hospital.

Um dos objetivos era avaliar a segurança dos bebés nos hospitais. Desde 2009, depois de dois bebés terem sido raptados no Hospital de Penafiel, foram impostas regras para aumentar a segurança dos recém-nascidos, nomeadamente videovigilância com monitorização contínua e gravação de imagens de alta qualidade, colocação de pulseiras eletrónicas com alarme nos recém-nascidos, portas que fechem automaticamente quando detetadas irregularidades e identificação de todos os profissionais.

Porem, a inspeção verificou que estas regras ainda não são totalmente cumpridas. “Da análise de todos os processos conclui-se que as irregularidades apresentadas são, de modo geral, comuns à maioria das unidades hospitalares auditadas”, refere a IGAS, citado pelo Observador.

A auditoria incluiu um serviço de internamento de adultos, urgências, obstetrícia, pediatria e neonatologia no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Centro Hospitalar Universitário do Porto, Centro Hospitalar Universitário do Algarve e Hospital do Espírito Santo de Évora.

O serviço de pediatria e neonatologia do Hospital de Faro não tem pulseiras eletrónicas para as crianças, nem sistemas de alarme ou portas de encerramento automático. O sistema de videovigilância no Hospital de Santo António e Centro Materno-Infantil, no Porto, não estão a funcionar corretamente.

No Hospital dos Covões e na Maternidade Bissaya Barreto, em Coimbra, as pulseiras eletrónicas não acionam o encerramento automático das portas. As portas deviam encerrar sempre que uma pulseira se aproximasse ou tentasse passar as portas.

Além disso, há acessos não controlados em alguns hospitais: nos dois hospitais de Coimbra referidos não há registo de visitantes e no Hospital de Évora não há controlo das pessoas que usam as escadas de serviço. Foram detetados casos em que os próprios profissionais de saúde não usavam identificação. Há necessidade de atualizar o plano de segurança e criar medidas de prevenção da criminalidade em alguns hospitais.

Em fevereiro deste ano, uma mulher terá tentado raptar um bebé recém-nascido no Serviço de Obstetrícia do Hospital de São João, no Porto. A tentativa de rapto terá acontecido por volta das 19h00 e foi travada pela família do bebé recém-nascido, apesar de a mulher estar, alegadamente, disfarçada de médica.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Golo polémico de Bernardo Silva: "As pessoas deveriam conhecer as leis do futebol"

Rodri estava em posição irregular quando o seu companheiro de equipa colocou a bola na frente. Mas como houve interferência de um defesa na jogada... A explicação e o "recado" de Robbie Savage. O Manchester City …

Um megassatélite em órbita de Ceres daria "um ótimo lar" para seres humanos

Enquanto Elon Musk, CEO da SpaceX, olha para Marte, o físico e astrobiólogo Pekka Janhunen, do Instituto Meteorológico da Finlândia, está de olho no planeta anão Ceres. Seres humanos a viver noutros planetas do Sistema …

O vento solar é estranhamente atraído para o Pólo Norte (e não se sabe porquê)

Durante anos, os cientistas pensaram que o vento solar era igualmente atraído para os Polos Norte e Sul da Terra. No entanto, estudos recentes mostram que estas partículas parecem preferir o Norte - e não …

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …

Investigadores "voltam atrás no tempo" para calcular idade e local de explosão de supernova

Os astrónomos estão a "voltar atrás no tempo" num remanescente de supernova. Usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA, refizeram o percurso dos estilhaços velozes da explosão a fim de calcular uma estimativa mais precisa …

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …