Homem condenado a indemnizar a ex-mulher pelo trabalho doméstico que fez

-

Um tribunal espanhol decretou que um homem terá que indemnizar a ex-mulher, com quem esteve casado em regime de separação de bens, pelo trabalho doméstico que ela cumpriu durante a união.

Um magistrado de um tribunal da cidade de Castro Urdiales, localizada na comunidade autónoma de Cantábria, no norte de Espanha, condenou um homem a indemnizar a ex-mulher em 23.628 euros, pelo trabalho doméstico que realizou no lar familiar.

A sentença teve como ponto base o facto de a mulher ter deixado a sua actividade profissional para se dedicar em exclusivo à função de doméstica, conforme explica o jornal espanhol El País que divulga o caso.

Casados em regime de separação de bens, estes dois espanhóis estiveram separados durante um determinado período, durante o qual o homem contratou uma empregada de limpeza.

Depois reconciliaram-se e a mulher abandonou a sua actividade profissional para se dedicar apenas às tarefas do lar. Até que em 2013, acabaram por divorciar-se.

O Tribunal confirma, agora, a decisão já tomada pelos juízes de primeira instância, condenando o homem a pagar à ex-mulher uma indemnização porque, enquanto ela esteve a cuidar da casa, ele poupou o ordenado de uma empregada doméstica.

“O cônjuge que se dedicou a trabalhar fora do lar familiar pôde, com os seus salários, aumentar o seu património pessoal, enquanto o outro dedicou o seu tempo e esforço à atenção da família, não vendo beneficiada a sua posição económica, no final do regime de separação de bens”, atesta a sentença, conforme cita o El País.

O Tribunal considera ainda, que o trabalho doméstico é “uma forma de participação nos gastos comuns” do casamento e que, logo, constitui “um título para obter uma compensação no momento de finalização do regime”.

O homem vai recorrer da decisão e admite levar o caso ao Supremo Tribunal de Justiça.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “Ah e tal… Vivemos num mundo em que as mulheres são discriminadas…” – quem já ouviu esta conversa conhece a estratégia da mulher moderna para ter 3 VEZES MAIS direitos do que o homem. Depois temos situações destas que mostram que estão a conseguir.
    A mulher não vai “parar” quando tiver os mesmos direitos do que o homem (até porque há muito que já tem). Só vai parar quando tiver todos os direitos a mais que o homem. E mesmo aí… Não sei.

    Senão expliquem-me: porque é que então o marido não recebeu ele uma indemenização por ter estado a trabalhar para os dois, enquanto ela estava em casa a fazer o que lhe apetecia, quando lhe apetecia e SE lhe apetecia. Sim porque toda a gente sabe que “trabalhar” em casa, não é um trabalho. Pra já não há patrão enm despedimentos. Depois está-se a trabalhar pra nós próprios, ou quem é que vive na casa? E finalmente, vive-se do dinheiro ganho pelo homem, que de outra forma era só disfrutado por ele.

    A Mulher que vive comigo, trabalha como eu trabalho; contribui para as despesas como eu contribuo (na proporção justa do salário de cada um)… E quanto a tarefas domésticas, dividimos pelos dois no tempo que temos livres. E se tivermos de pagar mulher a dias, sai-nos aos dois do bolso. Eu cozinho, lavo a loiça e limpo a casa como qualquer dona de casa. Comigo, a minha mulher não é escrava… Nem parasita.

  2. Por este andar há que fugir delas a sete pés, começo a perceber porque razão há por aí tanto paneleiro e lésbicas!.

  3. Aquela mulher espanhola sempre fazia algo, eu conheço algumas que estão sempre cheias de dores de cabeça quando o marido chega a casa, mas eles não lhes pode doer o pénis quando elas desejam sexo porque senão vão para o Face à pesca.

RESPONDER

Regionalização, um "poema de um calceteiro" e (mais) críticas a Marcelo. O último debate presidencial

Os candidatos presidenciais juntaram-se em mais um debate conjunto antes das eleições. Falou-se da ausência de Ventura, regionalização, justiça e até jardinagem. O primeiro tema a marcar o debate das rádios foram as medidas de confinamento …

Em plena pandemia, houve cinco setores que conseguiram faturar mais do que em 2019

Apesar de a pandemia ter levado muitos setores da economia para os piores resultados de sempre, nem todos perderam faturação durante os meses de março a novembro da crise sanitária, algum conseguiram mesmo aumentar. Neste sentido, …

Pesadelo de Özil no Arsenal chega ao fim com transferência para o Fenerbahçe

O futebolista alemão Mesut Özil, dos ingleses do Arsenal, confirmou que vai assinar pelos turcos do Fenerbahçe, depois de vários meses sem jogar pelos 'gunners'. "Estou muito feliz e muito animado, por Deus me ter dado …

Palácio mais antigo da China é descoberto perto de antiga capital. Tem mais de 5000 anos

Um Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas da China, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem atualmente cerca de 5.300 …

"Há exceções a mais". Marques Mendes defende que Governo deve reavaliar medidas de confinamento

No seu habitual espaço de comentário na SIC, no domingo à noite, Luís Marques Mendes falou sobre as novas medidas de confinanento e das eleições presidenciais. Depois de uma semana a bater recordes em números de …

O cenário "é de guerra" e o medo é de a perder. Temido admite que "estamos muito próximos do limite"

Após uma visita ao Hospital Garcia de Orta, que alertava no sábado para um "cenário de pré-catástrofe", Marta Temido admitiu que o Serviço Nacional de Saúde, os operadores sociais e privados estão em "extremo sobreesforço". Marta …

Discutir sobre temas controversos requer mais atividade cerebral do que concordar

Uma nova investigação da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, confirmou aquilo que o senso comum já vaticinava: discutir sobre temas controversos requer muito mais atividade cerebral do que simplesmente concordar. De acordo com a nova …

Estado de emergência vai manter-se até março. Marcelo admite confinar mais o país

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve este domingo no Hospital Santa Maria, em Lisboa, onde admitiu confinar mais o país devido à pressão nos hospitais. Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa, …

"São dores de crescimento". CNE admite problemas no voto antecipado, mas promete solução no futuro

Domingo foi dia de voto antecipado para 246.880 eleitores, um número recorde desde que esta modalidade foi introduzida no país. As longas filas e alguns ajuntamentos, numa altura em que o país vive um novo …

Costa convoca Conselho de Ministros extraordinário. Café ao postigo em risco (e ATL até 12 anos podem reabrir)

O Governo convocou um Conselho de Ministros extraordinário para decidir novas medidas de confinamento. Em cima da mesa estará a hipótese de acabar com o café ao postigo e a possível abertura dos ATL até …