Homem de 65 anos agredia os pais. O juiz deu-lhe uma “pena impossível” de cumprir

Fernando Ribeiro, de 65 anos, agredia os pais. O caso foi levado a tribunal, no qual foi julgado por maus tratos e, mais tarde, condenado a três anos de prisão de pena suspensa.

No entanto, o tribunal aplicou uma pena acessória inexistente. No acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa pode ler-se, de acordo com o Correio da Manhã: “O que sucedeu no caso concreto foi a impossibilidade de cumprimento pelo arguido da sanção acessória em que foi condenado, por inexistência do referido curso”.

O agressor foi obrigado a frequentar um programa de prevenção de violência doméstica que, em Portugal, apenas é aplicado em contexto de violência entre cônjuges.

O agressor foi condenado em abril de 2018, no mês em que o pai morreu, tendo a mãe falecido em junho. Só em setembro a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) informou o tribunal da situação.

A Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) que informou o tribunal desse facto sugeriu então que o condenado frequentasse entrevistas que estivessem direcionadas para a problemática da violência doméstica, e que tivesse ainda acompanhamento psicoterapêutico especializado. O tribunal seguiu a recomendação da DGRSP.

A defesa de Fernando Ribeiro contestou a alteração da pena e recorreu dessa decisão, argumentando estar “esgotado o poder jurisdicional do tribunal da condenação/primeira instância com o trânsito em julgado da sentença”. Entretanto, o Tribunal da Relação de Lisboa negou as pretensões do condenado.

Fernando Ribeiro foi condenado por dois crimes de violência doméstica (contra o pai e a mãe), nas penas de dois anos e três meses cada. Em cúmulo jurídico a pena foi fixada em três anos. O acórdão transitou em julgado a 24 de setembro de 2018, estando o fim da mesma previsto para a mesma data de 2021.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Chamem-me o que quiserem, salvo seja, mas como é que um Advogado consegue defender uma CRIATURA abjecta destas?! Não consigo compreender que “JUSTIÇA” é esta, lamento.

    • Todos têm direito a ser defendidos, para haver justiça.
      O problema, parece, é você não “conseguir compreender”…

      • Sr. Carlindo Ribeiro, bom dia.
        Sabe o que é a “excusa profissional”? Sabe o que é ética e valores morais? Imagine ter um irmão/ã e fazer isto aos seus Pais, pense. Até pode ter “direito”; o que você tb “parece não compreender” é como é que um JUÍZ atribui CULPA a uma criatura destas e “pune-o” c/uma pena que não é passível de ser cumprida!!! Mas os Pais já faleceram ambos, pelo que diz a notícia; não sofrem mais às mãos de um CARRASCO destes. Que nunca seja vítima de injustiças porque eu e a minha Família já fomos. Como diz o ditado: “pimenta na lingua dos outros é refresco” (não posso colocar o vernáculo, pelo que substituí por lingua). Uma boa semana para si.

RESPONDER

Utentes da Soflusa estão “cansados” de constantes supressões

Os utentes da Soflusa mostraram-se esta segunda-feira "cansados" das constantes supressões das ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa, que estão hoje a acontecer durante todo o dia devido à falta de mestres. "Já estou a …

Banco Alimentar recolhe 1.605 toneladas de alimentos no fim de semana

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu 1.605 toneladas de alimentos durante o fim de semana da campanha nacional que decorreu em mais de duas mil superfícies comerciais, anunciou a presidente do Banco Alimentar contra …

Sérgio Conceição apontado à Lazio

A imprensa italiana aponta esta segunda-feira o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, à Lazio. O técnico português, recorde-se, passou pelo emblema italiano em duas ocasiões como jogador de futebol. O jornal italiano Il Messaggero adianta …

Filial portuguesa de multinacional alemã envolvida em subornos em Angola

A sucursal portuguesa em Angola da multinacional alemã Fresenius Medical Care, que actua na área médica, esteve envolvida num esquema de pagamento de subornos a médicos e militares angolanos que renderam 124 milhões de euros …

CGD acaba com empresa que criou há quase 20 anos com a PT

Criada há quase 20 anos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pela Portugal Telecom (PT), a Caixanet foi liquidada no início deste ano, bem como a Caixa Tec e a Sogrupo, duas outras empresas …

MB Way. Bancos "fecham" aplicação para cobrar comissões diferenciadas nas transferências

Em pleno arranque do 'open banking', os bancos estão a substituir a aplicação MB Way por soluções próprias que "amarram" os clientes, com o propósito de cobrar comissões diferenciadas nas transferências através do telemóvel. Segundo noticiou …

A abstenção venceu. É a mais alta de sempre

A abstenção foi a grande figura das eleições europeias deste domingo, tendo 68,7% dos portugueses optado por não votar. A abstenção em Portugal voltou a atingir um novo recorde, enquanto que a taxa de participação …

Neurocirurgia do Hospital de São João deixa os contentores ao fim de 12 anos

O novo serviço de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, está a funcionar desde este sábado. Ao fim de 12 anos, os serviços de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, deixaram de …

Derrota histórica para o PSD. O PS resiste, o Bloco chega-se à frente e o PAN estreia-se

A derrota do PSD, com uma desvantagem de mais de 10 pontos percentuais sobre o PS que foi o vencedor da noite eleitoral, o reforço do Bloco de Esquerda como a terceira força política e …

Sindicalista que parou o país vai representar seguranças privados

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas e Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, vai acumular este cargo com a vice-presidência de um outro sindicato, o Sindicato de Segurança e Vigilantes de Portugal (SSVP), que …