Hackers russos revelam alegado doping de atletas americanas

Tatyana Zenkovich / EPA

-

Hackers informáticos russos divulgaram informações médicas privadas da ginasta Simone Biles e das tenistas Serena e Venus Williams, revelando que as famosas atletas americanas receberam permissão médica para usar drogas consideradas proibidas.

Segundo o New York Times, a Agência Mundial Antidoping (WADA) atribuiu a invasão a um grupo de ciberespionagem russo chamado “Tsar Team”, também conhecido como “Fancy Bear” – um grupo que tem como alvo os Ministérios da Defesa de vários países.

Apesar de confirmar a fuga de informação, a agência “lamenta a situação” e garante que as substâncias não foram usadas de forma irregular.

Segundo a WADA, algumas atletas com determinadas condições médicas podem pedir prescrições para certos medicamentos que estão na lista das substâncias consideradas proibidas.

A especialista em ginástica artística, Simone Biles, terá consumido medicamentos para combater a hiperatividade – que são considerados proibidos no desporto mas foram aprovados pela agência de antidoping – e as irmãs Williams terão ingerido anti-inflamatórios.

“Em cada uma das situações, as atletas fizeram tudo de acordo com as regras globais para obter a permissão para usar aquela medicação”, adiantou o presidente da Agência Antidoping dos Estados Unidos, Travis Tygart.

As famosas atletas já se defenderam das acusações nas redes sociais, destacando que cumpriram todas as normas estabelecidas.

“Tenho défice de atenção e tomo remédios desde criança. Por favor, saibam que eu sempre segui as regras e continuarei a fazê-lo já que o jogo limpo é crucial para o desporto e muito importante para mim”, explicou a ginasta no Twitter.

Venus Williams mostrou-se desapontada com a divulgação das informações confidenciais e adiantou que é uma das grandes defensoras do “mais alto nível do desporto de elite”.

O grupo de hackers afirmou que, nos Jogos Olímpicos, os EUA tiveram uma boa prestação – mas que não foi justa – e admitiram ainda que vão publicar mais informações médicas sobre outros atletas mundiais nos próximos dias.

O governo americano está a investigar o caso, visto haver a suspeita de que os hackers tenham ligações ao Governo russo.

“Estes atos criminosos estão a comprometer muito o esforço da comunidade mundial antidoping para restabelecer a confiança na Rússia”, disse o diretor-geral da WADA, Olivier Niggli.

O porta-voz do presidente Vladimir Putin, Dmitry Pescov, negou que o país tenha alguma coisa a ver com o caso.

BZR, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A questão do “doping” no desporto nasceu no Império dos Cowboys, sendo que eles acham que tem assim direitos de exclusividade.
    Inclusivamente naquela selvajaria denominada por “Futebol Americano” (versão abrutalhada do rugby) , usa-se e abusa-se de drogas dopantes – tendo até sido agora criado um “medicamento” para “tratar” os numerosos casos de traumatismos crânio-encefálicos resultantes desta estupidez tipicamente yankee.

RESPONDER

Elixir oral (e outros produtos domésticos) poderá ajudar a neutralizar o SARS-CoV–2

Alguns produtos domésticos, como é o caso do elixir oral e produtos para a descongestionar as vias nasais, mostraram-se eficazes em neutralizar um tipo coronavírus num estudo científico levado a cabo com células humanas. A …

Presidente da Polónia com teste positivo de covid-19

O Presidente da Polónia, Andrzej Duda, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou este sábado o porta-voz do chefe de Estado. "Como se esperava, o Presidente @AndrzejDuda foi ontem [sexta-feira] submetido a um teste para detetar …

"Com o futebol acabei com a Guerra do Iraque". Jorvan Vieira, o treinador português que é Deus no mundo árabe

Jorvan Vieira é um nome que pouco deve dizer à maioria dos adeptos de futebol. Filho de portugueses emigrados no Brasil, fez grande parte da sua carreira no Médio Oriente, onde é acarinhado por milhões. …

Capacidade de cuidados intensivos na Europa vai chegar ao limite, alerta OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira que muitas unidades de cuidados intensivos na Europa vão chegar ao limite da sua capacidade nas próximas semanas. "Há uma situação muito preocupante a acontecer na Europa. …

Geólogos "ressuscitam" placa tectónica desaparecida

A existência da placa tectónica Ressurreição nunca foi consensual: alguns geólogos argumentam que nunca foi real e outros alegam que a placa sofreu um processo de subducção no manto da Terra, em algum lugar da …

Não se esqueça: muda a hora este domingo

Os relógios vão atrasar 60 minutos na madrugada do próximo domingo em Portugal para dar início ao horário de inverno. Em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, os relógios deverão ser atrasados uma hora …

Cientistas mediram o período de tempo mais curto de sempre

Uma equipa de físicos e metrologista da Universidade Goethe de Frankfurt, na Alemanha, anunciou que conseguiu medir o menor período de tempo já determinado - são 247 zeptosegundos, segundo os cientistas. O processo físico cuja …

Viagens expresso no Sistema Solar. Nave espacial pode chegar a Titã em apenas 2 anos

Uma equipa de cientistas está a trabalhar num propulsor de nave espacial que, segundo eles, poderia alcançar a misteriosa lua de Saturno, Titã, em menos da metade do tempo que o satélite Cassini demoraria. Apesar de …

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …