Arábia Saudita e Emirados acusados de hackear telemóveis de mais de 30 jornalistas do canal Al-Jazeera

Kate Nevens / Flickr

Estúdios do canal Al-Jazeera

As comunicações telefónicas de dezenas de funcionários do canal Al-Jazeera, no Qatar, foram intercetadas através de um “spyware” sofisticado, revelou uma investigação de especialistas canadianos.

A operação, que afetou 36 pessoas, foi revelada através de um relatório divulgado pelo Citizen Lab, um centro de pesquisa especializado em questões de ataques informáticos da Universidade de Toronto.

“O impacto é muito claro e perigoso”, destacou Tamer Almisshal, um jornalista de investigação da Al-Jazeera, que foi um dos alvos do ataque.

A Al-Jazeera explicou que entrou em contacto com o Citizen Lab em janeiro após suspeita do ataque, e que especialistas desse laboratório descobriram que dados trocados em telefones estavam a ser transferidos para um outro servidor.

“Analisamos os diários de bordo” de um telemóvel da Al-Jazeera. “A nossa análise indica a presença de ‘spyware’ com um vasto número de recursos”, revela o relatório.

Este tipo de software maligno pode intercetar áudio de microfone, fotos, rastrear a localização do aparelho ou até mesmo aceder a senhas e informações guardadas.

O ataque teve como alvo “36 telefones pertencentes a jornalistas, produtores, apresentadores e executivos da Al-Jazeera”, bem como um jornalista da Al Araby, correspondente em Londres, acrescenta o relatório.

A investigação “concluiu com um grau moderado de certeza” que dois dos “operadores” do “spyware”, apelidados de Monarquia e Kestrel Furtivo, trabalharam para os governos da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos, respetivamente.

Os dois países cortaram relações com o Qatar, país acusado de apoiar movimentos islâmicos, embora Doha negue as suspeitas.

O “spyware” transmite informações de telefones através de uma série de servidores intermediários que não podem ser ligados a uma agência governamental, reconhece Bill Marczak, o principal autor do relatório, em entrevista telefónica com a AFP de Montreal.

“Mas para o operador que apelidamos de Monarquia, pode-se ver que a maioria das pessoas afetadas estava na Arábia Saudita”, realçou, acrescentando que “além disso um ativista saudita que estava fora da Arábia Saudita também foi ‘hackeado’ pela mesma operadora”.

Observações semelhantes foram feitas face aos Emirados Árabes Unidos, pela atuação da operadora apelidada Sneaky Kestrel, acrescentou.

O ataque foi desenvolvido através do “spyware” Pegasus, desenvolvido pelo grupo NSO de Israel, revela ainda o relatório.

O grupo israelita reagiu considerando o relatório do Citizen Lab como “especulativo e sem evidências de uma ligação ao NSO”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

EUA reabrirá campo de detenção de migrantes perto da prisão de Guantánamo

A administração do Presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden se prepara para reabrir um campo de detenção de migrantes na Baía de Guantánamo, após um aumento de migrantes e requerentes de asilo no sul …

Défice desce para 5,3% do PIB no 2.º trimestre do ano

O défice orçamental do primeiro semestre deste ano é de 5,5% do PIB. A meta do ministro das Finanças para o ano de 2021 é de 4,5%.  O défice orçamental fixou-se em 5,3% do PIB no …

É a maior contração desde 1995. INE revê queda do PIB para 8,4%

A queda foi pior do que se esperava: o Produto Interno Bruto (PIB) recuou 8,4% e não 7,6%, indicam os recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 8,4% em …

EUA aprovam terceira dose da Pfizer para maiores de 65 anos e grupos de risco

A Food and Drugs Adminustration (FDA) anunciou, na noite de quarta-feira, ter dado luz verde à administração de uma terceira dose da vacina da Pfizer em alguns casos. O organismo que regula a comercialização de medicamentos …

Estabelecimentos de Santos vão encerrar mais cedo. Psicólogos alertam que fim de restrições pode levar a excessos

Redução do horário é a solução encontrada pelos empresários para dar resposta à recente onda de criminalidade que se tem registado na zona de Santos. Especialistas em psicologia apontam o levantar das medidas de restrição, …

885 novos casos e cinco mortes. Internamentos continuam em queda

Portugal registou 885 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal registou, nas últimas …

Número de professores de informática é insuficiente para responder à procura

Aquela que poderia ser uma notícia positiva tem, na realidade, um contexto negativo, já que evidencia uma falha estrutural do sistema de ensino português. De acordo com as informações veiculadas pela Direção-Geral da Administração Escolar (DGAE), …

De olhos postos em Almada e com a aposta em Joana Mortágua, o Bloco volta a prometer passes a 20 euros

Em campanha em Almada com Joana Mortágua, a habitação e os passes sociais foram os temas em cima da mesa do Bloco de Esquerda. Depois de andar em campanha no Norte, o Bloco de Esquerda foi …

Brasil, EUA e Canadá. TAP prevê aumento de voos entre outubro e março

A TAP já está de olhos postos em novos voos para recuperar a sua operação no segundo semestre do ano e no inverno IATA – entre outubro e março. A empresa “espera progressos em termos de …

Vulcão, La Palma

Uma tragédia anunciada em Janeiro. Cinzas do vulcão de La Palma a caminho de Portugal

A lava do vulcão Cumbre Vieja continua a cobrir La Palma, nas Canárias, e já destruiu mais de 300 casas. Enquanto as cinzas vulcânicas se estão a deslocar para a Península Ibérica, surge a notícia …