Há um reservatório submerso de gás desconhecido na costa do Japão

Perto da costa de Okinawa, no sudoeste do Japão, há um grande reservatório e um gás desconhecido numa área onde a crosta terrestre está a ser separada.

Uma nova investigação, cujos resultados foram publicados na revista especializada Geophysical Research Letters, sugere que o reservatório pode ter o potencial de um recurso energético inexplorado ou de uma ameaça de gás de efeito estufa.

O metano e o dióxido de carbono podem ficar presos nos bolsos do fundo do mar durante um processo chamado rift, pelo qual a crosta se separa devido à atividade térmica à medida que o magma quente escoa das áreas próximas. Como os dois gases escapam do magma ou são produzidos por interações entre organismos microbianos e sedimentos ricos em orgânicos que se encontram com a água, podem ficar presos em sedimentos impermeáveis ​​como a argila.

Uma análise dos dados sugere que o reservatório pode ser tapado por hidrato de metano ou gelo que contem metano.

Se o reservatório tiver metano, este gás poderia servir como um potencial de energia. O Japão tornou-se o primeiro a extrair metano dos depósitos offshore de hidrato de metano em 2013 e, desde então, o Departamento de Energia dos EUA fez dos esforços científicos em torno dos hidratos de gás uma prioridade para possíveis recursos recuperáveis.

Como alternativa, se o reservatório abrigar dióxido de carbono (ou metano), isso representa o potencial de uma ameaça de gás de efeito estufa. O carbono atmosférico é uma causa que contribui para a mudança climática global e, de acordo com uma análise recém-divulgada pela NOAA, os níveis de carbono são mais altos do que em qualquer ponto dos últimos 800 mil anos.

“Embora muitas pessoas se concentrem nos gases de efeito estufa produzidos por seres humanos, também existe uma enorme variedade de fontes naturais“, disse o autor do estudo, Takeshi Tsuji, da Universidade de Kyushu, em comunicado, divulgado pelo EurekAlert. “Reservatórios de gás em grande escala ao longo de um eixo de uma fenda podem representar outra fonte de gases de efeito estufa na qual precisamos de manter os nossos olhos. Ou podem tornar-se num recurso natural significativo”.

Takeshi Tsuji / Kyushu University

O reservatório pode ser visto neste mapa bidimensional de velocidade sísmica

Para encontrar o reservatório, os investigadores implantaram um dispositivo acústico rebocado por um barco para ver como as estruturas geológicas refletem as ondas de pressão sísmica. A partir desses dados, criaram um mapa bidimensional de alta resolução que mostrava onde as ondas de pressão viajam pelo solo.

Os cientistas podem estimar a velocidade à medida que se movem pelo solo, permitindo determinar a localização e a saturação dos reservatórios subterrâneos de gás.

“Zonas como a que investigamos não são incomuns ao longo de fendas, por isso espero que reservatórios semelhantes possam existir noutras partes da costa de Okinawa, além de outras bacias continentais cobertas por sedimentos ao redor do mundo”, explicou Tsuji, acrescentando que outros reservatórios podem estar à espreita abaixo da superfície do oceano em todo o mundo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …

Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um "pretexto" para enviar armas nucleares para o Espaço

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin. Bombardear Marte para tornar o …

Quase 20 mil toneladas de combustível derramadas em rio na Rússia

https://cache-igi.cdnvideo.ru/igi/video/2020/6/2/%D0%BD%D0%BE%D1%80%D0%B8%D0%BB%D1%8C%D1%81%D0%BA.mp4 Quase 20 mil toneladas de combustível foram acidentalmente derramadas num rio no extremo norte da Rússia, levando as autoridades a declarar uma situação de "emergência" e levantando preocupações entre ambientalistas e residentes. Em comunicado, a associação …

Mais verde e mais barato. Suécia segue a Alemanha e instala a primeira turbina eólica de madeira

A Suécia instalou uma nova e interessante turbina eólica: uma torre construída em madeira. A Alemanha também já tem esta nova tecnologia. Construída a partir de materiais de fontes sustentáveis e que oferecem desempenho comparável às …

Já não mostra só as filas do supermercado. App "Posso ir?" também diz se pode ir à praia

A aplicação móvel que permite aos utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados também mostra como está a praia. Agora, a aplicação "Posso ir?" vai também dizer-lhe se é ou não prudente ir dar …

Discurso xenófobo. Na Áustria, "a islamofobia tornou-se uma forma dominante de racismo"

A Áustria regista um aumento preocupante do discurso xenofóbico, em particular em relação aos muçulmanos e refugiados, alerta um relatório do Conselho da Europa. A Comissão do Conselho da Europa contra o Racismo e a Intolerância …

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia é uma invenção

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia de coronavírus é uma invenção, de acordo com uma pesquisa realizada pela Escola Superior de Economia de Moscou (HSE). Segundo avançou o site de notícias RBC, citado …

"Botellón" está de volta a Lisboa. Ajuntamentos sem controle podem estar a espalhar o vírus

Há cada vez mais ajuntamentos de jovens em Lisboa, nomeadamente nos bairros típicos, mas também em locais como bombas de gasolina, para o convívio e o consumo de álcool. Um tipo de comportamento que está …