Há um pequeno (e fofo) rato africano que armazena veneno suficiente para derrubar um elefante

(dr) Stephanie Higgins

Apesar de parecer inofensivo, o pequeno rato-de-crista africano (Lophiomys imhausi) armazena no seu corpo veneno suficiente para derrubar um elefante.

Um novo estudo, publicado recentemente na revista científica especializada Mammalogy, descreve este animal pequeno, com as dimensões de um coelho, como o único mamífero conhecido por juntar no seu corpo veneno de plantas como forma de defesa química.

Na prática, explica o portal IFL Science, este mamífero reveste-se de toxinas letais de origem vegetal para se defender de eventuais predadores – seriam necessário apenas alguns miligramas para matar um humano.

Apesar de a investigação ter sido agora publicada, os habitantes da África Oriental suspeitam já há muito tempo de que estes ratos eram perigosos.

Em 2011, um estudo preliminar sobre as características deste mamífero sugeria já que estes animais reuniam toxinas de árvores de flecha venenosas (Acokanthera schimperi), que são conhecidas como “árvores da morte” e cujo veneno tem sido utilizado pelo Homem para a caça, tal como recorda a emissora britânica BBC.

Quando se sentem ameaçados, estes animais erguem uma crista com o seu pêlo através das suas costas e, por isso, e tendo em conta este estudo de 2011, hipotetizou-se que usavam estas toxinas como uma arma. Mas como? O mecanismo era simples: mastigavam a casca da Acokanthera e depois lambiam as toxinas no pêlo da crista.

Esta investigação inicial confirmou este comportamento num espécie, mas não se sabia ainda o quão difundido era esta tendência – até agora.

Para perceber se este comportamento era comum entre a população, o novo estudo capturou mais de 25 ratos-de-crista-africanos, reunindo a maior amostra já estudada.

Depois de analisar mais de mil horas de filmagens, os autores do novo estudo descobriram que recolher a toxina da Acokanthera era um comportamento comum e que a vida social destes animais era surpreendentemente complexa.

“Colocamos dois destes ratos juntos num recinto e estes começaram a ronronar acariciar-se”, disse Sara Weinstein, autora principal do estudo e cientista de pós-doutoramento na Universidade de Utah, nos Estados Unidos, citada em comunicado. “O que foi uma grande surpresa, já que todos com quem conversamos pensavam que eram animais solitários. Percebi que tínhamos a possibilidade de estudar as suas interações sociais”.

“São vacas sob a forma de ratos”

A equipa utilizou um armazém abandonado para recriar o habitat destes roedores.

Depois de observar o seu comportamento em cativeiro, Weinstein explicou que estes animais são, essencialmente, “vacas sob a forma de ratos”, uma vez que, apesar do veneno letal que carregam, são herbívoros pacíficos que passam a maior parte do seu tempo a comer, a cuidar uns dos outros ou a escalar paredes para chegar aos ninhos.

De acordo com o novo estudo, estes animais parecem também ser monogâmicos, partilhando muitas das características observadas noutros animais monogâmicos, como a longa esperança média de vida e uma taxa de reprodução lenta.

“É considerada uma ‘caixa preta’ de um roedor”, disse Weinstein.

“Inicialmente, queríamos confirmar se o comportamento de sequestro de toxinas era real e, ao longo do caminho, descobrimos algo completamente desconhecido sobre o seu comportamento social. As nossas descobertas têm implicações de conservação para este rato misterioso e indescritível”, concluiu a especialista.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “o pequeno rato-de-crista africano”; “com as dimensões de um coelho”.
    Um pequeno rato não pode ter as dimensões de um coelho.

  2. “mastigavam a casca da Acokanthera e depois lambiam as toxinas no pêlo da crista”; “seriam necessário apenas alguns miligramas para matar um humano”; “armazena no seu corpo veneno suficiente para derrubar um elefante”
    Mesmo que as toxinas actuem apenas em contacto com o sangue, estes animais ao lamberem a droga, basta terem um pequeno ferimento na boca para sucumbirem. Ou terão algum antídoto que os proteja, não havendo qualquer menção a essa possibilidade no artigo.

RESPONDER

Pela primeira vez, um restaurante vegan ganha uma estrela Michelin em França

Um restaurante de comida totalmente vegan em França foi o primeiro do país a receber a desejada estrela Michelin. Localiza-se perto de Bordéus. A concessão da estrela ao ONA (Origine Non-Animale) é mais uma evidência de …

Onze mineiros resgatados com vida de uma mina de ouro na China

Onze mineiros presos há duas semanas dentro de uma mina de ouro na China, devido a uma explosão, foram hoje trazidos em segurança para a superfície, informou a televisão estatal chinesa. No dia 10 de janeiro, …

Multimilionário oferece 1 milhão em prémios por evidências de vida após a morte

Um empresário de Las Vegas, nos Estados Unidos, está a oferecer um milhão de dólares em prémios em troca de evidências de que existe vida após a morte. O investidor imobiliário e empresário espacial Robert Bigelow, …

Marcelo reeleito com 55% a 62% dos votos. Ana Gomes em segundo lugar

Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito para um segundo mandato como Presidente da República, após vencer as eleições deste domingo com 55% a 62% dos votos.  Segundo as primeiras projeções, Ana Gomes deverá ficar em …

Itália vai processar Pfizer e AstraZeneca devido a atrasos nas vacinas. UE pede "transparência"

A Itália vai processar a Pfizer Inc e a AstraZeneca devido aos atrasos na entrega das vacinas contra a covid-19 e para garantir os fornecimentos – não para obter compensações, disse neste domingo o ministro …

Declínio cognitivo relacionado com a idade pode ser reversível

Cientistas conseguiram reverter em ratos o declínio cognitivo causado pelo envelhecimento. O objetivo dos investigadores é que as farmacêuticas baseiem-se neste estudo para criar um composto que possa ser administrado em humanos. As células específicas do …

Afluência às urnas é menor (mas há mais votantes). Abstenção deverá ficar entre os 56 e 60%

A afluência às urnas às 16:00 nas presidenciais de hoje em Portugal, 35,4%, é a segunda mais baixa desde as eleições de 2006, ano em que este número passou a ser divulgado pela administração eleitoral. Esta …

Reino Unido já vacinou quase 6 milhões. Alemanha aumenta controlo nas fronteiras

O Reino Unido já administrou a primeira das duas doses da vacina contra o novo coronavírus em cerca de seis milhões de pessoas, quando o número de mortes no país devido à pandemia está perto …

Polícia desmantela rede de tráfico internacional de armas (e descobre santuário dedicado a Hitler)

Em dezembro, as autoridades espanholas conseguiram desmantelar uma rede ilegal de armas que operava em toda a Europa, e acabou por capturar os traficantes. O que a polícia não esperava era encontrar um armazém cheio …

Diminuição da esperança média de vida é "consequência inevitável" da pandemia

A esperança média de vida em Portugal vai necessariamente diminuir em consequência da pandemia de covid-19, defendeu um especialista, explicando que isso decorre do efeito combinado da morte de idosos, mas também de jovens em …