Há uma testemunha da morte de australiana por polícia em Minneapolis

(dr) Stephen Govel

Justine Damond

Investigadores avançaram hoje que entrevistaram uma testemunha, em Minneapolis, que estava perto do local onde um polícia da cidade norte-americana matou a tiro uma mulher desarmada, no passado dia 15 de julho.

Em comunicado, o Departamento Criminal de Minneapolis refere que esta testemunha estava a andar de bicicleta nas proximidades do local do tiroteio.

A 15 de julho, a australiana Justine Damond, professora de ioga e meditação, de 40 anos, foi morta por um dos dois polícias que responderam ao seu telefonema para os serviços de emergência (911), a relatar uma possível agressão numa rua próxima do local onde residia, em Minneapolis, no estado do Minnesota, no norte do país.

O jornal de Minneapolis Star Tribune noticia também, citando uma fonte da investigação, que a testemunha filmou parte do encontro, mas não adianta se estas filmagens incluem o tiro que vitimou a australiana.

Este caso, de grande repercussão internacional, resultou em várias críticas à atuação da chefe da polícia de Minneapolis, Janee Harteau, que acabou por se demitir, esta sexta-feira, a pedido da presidente da câmara, Betsy Hodges.

“Perdi a confiança na chefe da polícia, após vários contactos residentes, que me permitiram perceber que também eles não têm confiança nela”, declarou, em comunicado, na sexta-feira, a presidente da câmara.

Hodges anunciou que Medaria Arradondo, até aqui diretora-adjunta da polícia, vai substituir Harteau no cargo. Arradondo foi a responsável pela gestão da crise, na sequência do homicídio da australiana, tendo em conta que Harteau se encontrava de férias.

Estes anúncios não acalmaram a indignação popular e a conferência de imprensa de Hodges, na sexta-feira à noite, foi interrompida por um grupo de manifestantes a exigir a demissão da autarca. Betsy Hodge garantiu que se vai manter em funções.

Uma das principais críticas apontadas à polícia de Minneapolis é a de as câmaras individuais dos agentes estarem desligadas no momento do incidente.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nem senhoras, nem senhores. Japan Airlines vai abolir expressões de género

A habitual saudação "senhoras e senhores" da companhia aérea japonesa vai ser substituída por saudações neutras relativamente ao género como, por exemplo, "bom dia" e "boa noite". Segundo o jornal The Telegraph, a Japan Airlines vai …

Centeno pediu e Marcelo recebeu o governador do Banco de Portugal

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu o governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, esta segunda-feira à tarde, a pedido deste. O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, recebeu esta segunda-feira à tarde, no Palácio …

Vila romena reelege autarca que morreu de covid-19 dez dias antes

Os moradores de Deveselu, na Roménia, decidiram prestar uma última homenagem ao presidente da Câmara, nas eleições locais deste domingo, que morreu devido a complicações provocadas pela covid-19 dez dias antes. De acordo com a agência …

Jogador do Rio Ave recusou jogar

Matheus Reis não quis defrontar o Vitória de Guimarães porque quer sair rapidamente de Vila do Conde. Presidente anunciou suspensão do atleta. O Rio Ave apareceu no duelo com o Vitória de Guimarães (0-0) sem Matheus …

António Joaquim entrega recurso no Supremo no caso do homicídio do triatleta

O advogado de António Joaquim, condenado pelo Tribunal da Relação pelo homicídio do triatleta Luís Grilo, entregou, esta segunda-feira, no Supremo Tribunal de Justiça um recurso sobre essa decisão, defendendo a sua revogação e a …

57% dos portugueses diz que a pandemia dificultou acesso à saúde (e mais de 600 mil perderem consultas)

Mais de metade dos portugueses (cerca de 57%) considera que a pandemia dificultou o seu acesso aos cuidados de saúde, sendo a população mais idosa (69%) e os doentes crónicos (70%) quem mais manifesta esta …

“Negacionista e bem raivosa”. Livro de ex-ministro da Saúde revela reação de Bolsonaro à pandemia

O primeiro ministro da Saúde do mandato de Jair Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, publicou um livro sobre o combate à pandemia no Brasil e revelou que o Presidente teve uma reação “negacionista” e “raivosa”. De acordo …

"É um génio". Futre acredita que João Félix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo

O antigo internacional português e antigo jogador do Atlético de Madrid Paulo Futre acredita que João Felix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo. "É um génio. Cada vez que a bola passa pelos …

Seis novos sauditas indiciados na Turquia pela morte de Khashoggi

Os seis sauditas, indiciados a alguns dias do segundo aniversário do homicídio, não se encontram na Turquia e devem ser julgados à revelia. O procurador de Istambul indiciou, esta segunda-feira, seis novos sauditas suspeitos de …

Expressões neutras e imagens de homens e mulheres. Governo quer militares a usar linguagem inclusiva

O Ministério da Defesa quer que os militares comecem a usar uma linguagem mais inclusiva e menos discriminatória nos documentos e comunicações oficiais, de acordo com uma diretiva enviada Estado-Maior-General das Forças Armadas e aos …