Partículas semelhantes a ossos “viajam” na corrente sanguínea (e podem provocar problemas cardiovasculares)

Um estudo descobriu que, à medida que envelhecemos, a corrente sanguínea pode ganhar um novo visitante: partículas semelhantes a ossos. A descoberta pode ajudar a explicar os problemas que afetam o sistema cardiovascular.

Sabe-se há muito tempo que, às vezes, tecido dentro do corpo humano pode começar a assemelhar-se ao osso. Isto acontece devido ao processo de calcificação – a acumulação de sais de cálcio no tecido. Esta acumulação pode apresentar-se como cálculos biliares ou pedras nos rins, tornar-se em esporões ósseos ou até acabar noutras partes do corpo.

Por vezes, esta acumulação de minerais pode acontecer nos vasos sanguíneos, levando à calcificação vascular. Este processo está associado ao envelhecimento, mas também pode estar relacionado com diabetes, hipertensão ou doença renal.

Apesar de saberem que a calcificação vascular acontece, os investigadores ainda não têm uma imagem completa dos processos dentro do sangue que levam à acumulação de de minerais nas paredes das veias sanguíneas.

Universidade do Texas

Rhonda Prisby, professora de cinesiologia

Nesta última investigação, cientistas liderados por Rhonda Prisby, professora de cinesiologia – a ciência que analisa os movimentos humanos – na Universidade do Texas, registaram a presença de estranhas partículas semelhantes a ossos que poderiam ter alguma culpa na doença vascular. “A principal descoberta desta investigação é a descoberta de partículas semelhantes a ossos na circulação periférica de humanos e ratos”, escreveu a equipa no artigo publicado na revista especializada Microcirculation.

Num estudo anterior de Prisby, publicado em julho de 2014 na revista especializada Bone, a investigadora caraterizou calcificação severa nos vasos sanguíneos encontrados na medula óssea, indicando que, tanto em amostras de ratos como em pacientes humanos, esses vasos pareciam ter-se tornado ósseos ou ossificados. A investigação também indicou a presença de partículas semelhantes a ossos naqueles vasos sanguíneos ossificados.

Assim, neste estudo mais recente, os investigadores exploraram mais para perceber se estas partículas poderiam mover-se da medula óssea para a circulação periférica.

“Presumivelmente, partículas ossificadas originam-se durante os processos de ossificação da medula óssea e são capazes de entrar na circulação periférica”, escreveu a equipa, de acordo com um comunicado divulgado pela Universidade do Texas. “Assim, além de examinar os vasos sanguíneos ósseos ossificados através da microscopia ultra-alta, procuramos confirmar, caracterizar e quantificar a presença de partículas ossificadas em amostras de sangue total periférico de humanos e ratos”.

Embora os cientistas tenham usado apenas um pequeno número de amostras humanas – incluindo vasos de medula óssea numa tíbia proveniente de uma perna amputada e amostras de sangue de 12 voluntários – os resultados são interessantes e preocupantes.

“Enquanto a maioria das partículas ossificadas eram pequenas em diâmetro (<15 μm), um número significativo tinha tamanho suficiente (> 15 μm) para bloquear pequenos vasos sanguíneos em toda a árvore vascular”, explicaram os investigadores.

Embora o número de partículas ossificadas não pareça aumentar com a idade do paciente, o tamanho aumentou. Os seis pacientes mais jovens tinham partículas que variam em tamanho de 1 a 29 μm, enquanto as partículas dos seis pacientes mais velhos variavam de 1 a 66 μm.

Universidade do Texas

Os cientistas registaram a presença de estranhas partículas semelhantes a ossos na corrente sanguínea

A equipa investigou o tamanho dessas partículas em ratos, mas descobriu que não havia mudanças significativas por idade, embora houvesse uma limitação em conseguir discernir partículas semelhantes a ossos das minúsculas células sanguíneas – plaquetas.

Investigações futuras exigirão a eliminação de plaquetas da amostra de sangue total, a fim de decifrar os aumentos relacionados com a idade no número de [partículas semelhantes a ossos]”, observou a equipa, acrescentando a importância de tamanhos maiores de amostra para investigar mais detalhadamente este fenómeno.

O aspeto mais importante destas partículas pode ser a sua forma – uma potencial pista sobre a forma como a sua circulação no sangue pode contribuir para o desenvolvimento de problemas cardiovasculares.

“Algumas partículas ossificadas têm pontas e bordas afiadas que podem danificar o revestimento dos vasos sanguíneos”, disse Prisby. “Este dano pode iniciar eventos que levam à aterosclerose (acumulação de placa), o que pode restringir o fluxo sanguíneo ao longo do tempo”.

A descoberta destas partículas poderia ajudar os médicos a detetar e a tratar condições potencialmente fatais.

MC, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma nova maneira de medir a gravidade da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova forma única de medir a gravidade da Terra. O método anterior envolvia medir a influência da gravidade nos átomos, rastreando a rapidez com que os átomos caíam. O problema …

Detetado pela primeira vez vapor de água na Europa, a lua de Júpiter

Uma equipa internacional de cientistas confirmou a presença de vapor de água na superfície de Europa, um dos quatro satélites naturais de Júpiter, revelou a agência espacial norte-americana (NASA). "Os elementos químicos essenciais (carbono, hidrogénio, …

Pela primeira vez, uma astronauta corrige página da Wikipédia a partir do Espaço

Pela primeira vez na história da Humanidade, a astronauta norte-americana Christina H. Koch fez a edição de uma página da Wikipedia na Internet a partir da Estação Espacial Internacional (EEI), enquanto orbitava o planeta Terra. A …

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …