Há escolas públicas que celebram missa durante o período das aulas

wwworks / Flickr

Várias escolas públicas estão a realizar cerimónias religiosas durante o período das aulas, uma situação confirmada por pais e Ministério da Educação que está a gerar uma onda de críticas.

As escolas públicas assinaladas, particularmente no norte do país, estarão a realizar missas nos respectivos estabelecimentos, durante o horário lectivo. A situação, de acordo com a Associação República e Laicidade (ARL), é ilegal e pode violar a Constituição Portuguesa.

Elementos da ARL revelam ao Jornal de Notícias que “os alunos não são obrigados a participar, mas os que optam por não ir ficam numa sala a passar tempo”. Circunstância que promove a exclusão dos estudantes que não são católicos, segundo refere ao mesmo diário Ricardo Alves da ARL.

“A escola é para educar, não é para coagir os alunos que são, desta forma, excluídos por não terem uma religião. O papel da escola devia ser integrar, não excluir”, frisa Ricardo Alves.

Pela parte das escolas e do Ministério da Educação argumenta-se com a força da “tradição”, frisando-se que a participação nas cerimónias religiosas é facultativa e dependente da autorização dos Encarregados de Educação.

O presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap), Jorge Ascensão, não vê “qualquer problema” na celebração das missas nas escolas, desde que “ninguém seja prejudicado”, conforme declarações divulgadas pelo Diário Digital.

“Não há qualquer problema, desde que a comunidade esteja toda de acordo na sua realização e desde que não prejudique a actividade educativa, a principal função da escola”, salienta Jorge Ascensão.

“Quanto ao facto de ser uma escola pública e a religião católica, não vejo qualquer problema, sendo que não vejo para a católica nem para outra religião, desde que a comunidade esteja de acordo”, acrescenta este elemento.

ZAP

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. A noticia não indica que o alunos~sejam obrigados.Acho desastrado tomar essa medida da missa.As missas são um acto de igreja.Ou será que se pretende imitar o Islão com as suas escolas “formativas”?
    Não concordo com esta medida, apesar de ser católico,apostólico e romano.

  2. “Eu” tb quero ter aulas em russo ou em chinês ou talvez árabe , não quero em português é um abuso já que a escola é para ensinar o que eu quero!!

  3. De facto numa Republica laica como a portuguesa é de estranhar essa das missas na escola.
    Espero que as autoridades competentes tomem as medidas necessárias para por fim a esta situação.

  4. Isto não faz sentido nenhum! É proselitismo puro! Já agora porque não celebram cerimónia religiosa para os muçulmanos, hindus, budistas ou evangélicos? Além do que deve ser ilegal, uma vez que a escola é pública e a república é laica de acordo com a constituição.
    Se querem que os filhos participem na missa católica então que os matriculem em colégios católicos ou levem-nos à missa após ou antes do horário escolar.
    Isto é, para além de tudo isso, descriminação religiosa, o que é também inconstitucional!

  5. Já tenho idade suficiente para dizer o quanto aprendi quando nos meus tempos de escola tinha – Religião e Moral e em Maio rezava-se o terço.
    Nunca me fez mal pelo contrário.
    Se nos dias de hoje isso acontece, acho muito bem.
    Não venham com essa de dizer que o estado é laico e que afronta a Constituição.
    A nossa Constituição preconiza entre outras que tenhamos: UM GOVERNO DO POVO PARA O POVO E COM O POVO.
    E isso acontece!
    Basta de tretas.
    OS FUNDAMENTOS DA NOSSA NAÇÃO SÃO CRISTÃO E CATÓLICOS.

  6. Os estabelecimentos públicos de ensino, num estado laico, não devem de modo algum transformar-se em locais de proselitismo religioso. Para além da obrigação de respeito da Constituição, que afirma a laicidade do Estado, é evidente que deixar numa sala “para passar o tempo” os alunos/estudantes que não assistem a essas cerimónias religiosas, é expo-los a uma certa forma de marginalização.
    Essa não é a vocação da escola pública. Os tempos do proselitismo legal (Estado Novo) em que se “arranjou” a história (até o Diogo Khan se viu transformado em Diogo Cão, apelido muito mais cristão!) deixaram, decididamente, muito maus hábitos.

  7. O que para aqui vai…. à anos que se realização estas missas eurcaríticas nas escolas.. públicas, privadas… lembraram-se agora ? É caricato, no mínimo, afinal estamos num país democrático, supostamente, e é (super-hiper-mega-ultra) evidente que massa populacional portuguesa é católica, portanto não vejo aqui nenhum inconveniente.. Trata-se de uma tradição que assim deveria continuar por longos anos, a qual apenas “meia dúzia” de personagens a acham ridícula.. enfim, ridículo (e contra mim falo) é o portuga, não está bem com nada…

    • Adormecidos – têm andado os seres Humanos, com o obcurantismo incutido nas suas mentes, (as religiôes têm servido negativamente para a desunião das pessoas, guerras etc.). É verdade que as religiôes, especialmente a católica, transmite uma moral que na prática se fosse exercida, não teriam sido cometidas as barbáries vergonhosas que têm sucedido ao longo da história. Tradição – por exemplo: também foi as cruzadas, santo ofício/inquisição, caça às bruxas, as mulheres terem que estar subjugadas ao marido, touradas, Deus Pátria e Familia, etc.,etc. O Sr. Presidente da República justifica a sua primeira visita oficial ao Vaticano, pelo facto do papa ter sido o primeiro a reconhecer a independência de Portugal – informem-se a troco de quê?
      Estou incluido nos 88% dos católicos, isto é, daqueles que foram batizados por tradição, por isso a verdade é que 88% dos portugueses forma batizados. Estou em paz com o meu Deus (não o Deus do dinheiro), por me considerar agnóstico, pois, creio que os seres Humanos, para defenderem valores da Liberdade, humanismo, tolerância,solidariedade e da Paz, não necessitam de qualquer deus para praticarem esses valores tão necessários. Para aqueles que se consideram tão ofendidos quando o catolicismo é críticado, aconselho que vejam o documentário – O Dinheiro Sagrdo, conduzido por – John Dickie.

  8. Exactamente, somos uma nação católica e se fazem missas nas escolas é muito bom. Acho no entanto estranho porque nunca houvi tal referencia.
    Relativamente ás outras religiões, não é verdade os alunos ficarem numa sala a olhar para as moscas pois estas aulas são geralmente nos últimos tempos . Depois , relativamente á preocupação da marginalização , as pessoas deveriam era preocupar-se com o mal que é feito ás crianças pelas próprias famílias , famílias sem Deus, sem fé, sem amor. Força á missa nas escolas !

    • Noção católica?!
      Deves estar a fazer confusão com o país; só pode!…
      Isso das nações “religiões” é mais lá para o médio oriente (com os excelentes resultados que todos conhecemos)!
      A escola é para aprender, não é para estupidificar as pessoas com tretas como as religiões, que só servem para limitar o pensamento humanos e transformar as pessoas em cordeiros apalermados!!

  9. Mas se o estado é laico, é tudo contra a religião cristã, porque é que querem feriados religiosos? Ainda hoje foram novamente repostos dois… vamos então acabar com isso de uma vez, e toca a trabalhar…. ou será que dá jeito aos políticos umas pontes de vez em quando?????

  10. Eu sou um dos Pais que sou de outra Doutrina e minha Esposa, logo meu filho também segue nossa passadas na Doutrina, onde tem meu filho que levar ao longo de todo a ano Lectivo com estes Fanáticos que não respeitam os outros……
    Quando vai acabar com isto aqui no Norte de Portugal Religião e Politica sempre juntos a prejudicar as crianças que são de outras Religiões, Credos ou Doutrinas, ou porque os Pais são outros Partidos que não o da mesma cor da Câmara Municipal ou da Freguesia em que pertence.
    Pois assim como indica o Video, a Escola de Lousado de Vila Nova de Famalicão já tinha sido inaugurada no começo do ano Lectivo em Setembro e como estas Pessoas Padres, Presidente da Câmara, Presidente de Junta e Professores não tem escrúpulos para fazerem de tudo para perturbar as Aulas das crianças, pois tiveram que ir Benzer a escola agora em pleno dia de Aulas, e isto é prato do dia agora na Pascoa a mesma coisa, ao longo do ano sempre com a Religião e Politica a prejudicar os alunos, quando isto vai acabar.
    Depois alem disse diz o Presidente da Câmara no vídeo que a escola foi ajudada financeiramente por a Câmara Municipal, onde no Video se vê uma Placa a dizer que a Escola foi financiada pela Comunidade Europeia. O porque que estas pessoas não fazem isto ao fim de Semana e tem que fazer isto benzer em dias da Semana quando lá tem alunos de todas as Religiões porque não respeitam as crianças e os Pais que são de outras ????? Isto só pode ser Fanatismo não tem outro nome, sendo tudo isto proibida nas Escola a muitos anos como é que a coordenadora das Escolas de Ribeirão aceitam isto tudo e ate aplaudem tudo isto, também o que anda a fazer o Ministério da Educação. Quando Portugal vai respeitar o direito dos outros por serem de outras Religiões, Credos. Doutrina, Cor Partidárias ou Futebolísticas ???
    A Terra do 3 – PPP o Distrito de Braga – Portugal é um flagelo tudo isto…..
    https://www.facebook.com/jornaldoave/videos/1676577902611206/?

    https://www.facebook.com/groups/997528637008742/

    • O porquê dessas questões todas? Simples, país democrático…. não vai ser por um ou dois alunos que vão mudar de atividade só porque não gostam (sim, porque se devia também respeitar o gosto e vontade de cada um, não só a religião), enfim, em Portugal tudo é motivo de discussão…

RESPONDER

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …