Na “Cidade do Amanhecer” é possível viver totalmente sem dinheiro

(dr) Auroville.org

O Matrimandir, ou "Templo da Mãe Divina", é um local de meditação e o centro nevrálgico de Auroville, na Índia.

O Matrimandir, ou “Templo da Mãe Divina”, é um local de meditação e o centro nevrálgico de Auroville, na Índia.

É preciso ter muito sentido de humor quando um governo declara que a maioria das notas que se tem na carteira não valem nada. Foi o que aconteceu na Índia quando, no fim do ano passado, o país retirou de circulação as notas de valor mais alto.

Num país com 1,2 biliões de habitantes, a corrida para trocar as notas de 500 rupias (pouco mais de 7 euros) e mil rupias (menos de 15 euros) ou depositar o valor em contas provocou grandes filas nos bancos – as notas que deixaram de ter valor correspondiam a 85% de todo o dinheiro em circulação no país.

Talvez o único lugar na Índia onde o desaparecimento das notas não produziu nenhum efeito tenha sido Auroville, também chamada de “A Cidade do Amanhecer”, localizada próximo de Pondicherry, no sul do país.

A cidade foi fundada a partir dos princípios da ioga integral e é uma comunidade internacional, onde vivem 50 mil pessoas de 50 países diferentes.

A Mãe e a ‘bola de golfe dourada’

Auroville foi fundada, em 1968, como um povoado internacional dedicado à busca de uma vida sustentável e harmoniosa. A fundadora é uma parisiense chamada Mirra Alfassa (1878-1973) que era conhecida como “a Mãe”.

Filha de mãe egípcia e pai turco, ela nasceu em França e estudou ocultismo na Argélia. Em 1914, conheceu na Índia o poeta, nacionalista e professor de ioga Sri Aurobindo que se tornou seu mentor e companheiro.

As regras de Auroville
Para viver na “Cidade do Amanhecer” é preciso conhecer algumas regras…
– Auroville não pertence a ninguém em particular, mas a toda a humanidade. Para viver em Auroville é preciso ser um servidor voluntário da consciência divina.
– Auroville é o lugar da educação infinita, do progresso constante e da juventude que nunca envelhece.
– Auroville pretende ser a ponte entre o passado e o futuro, aproveitando todas as descobertas para avançar rumo ao futuro.
– Auroville é o lugar da pesquisa material e espiritual que vai resultar na manifestação viva da unidade humana verdadeira.

Mirra Alfassa sonhava com uma sociedade sem dinheiro, na qual o trabalho colectivo e a troca de trabalho por serviços tornaria as moedas e as notas irrelevantes.

A comunidade, que ocupa actualmente uma área de 20 quilómetros quadrados, plantou um milhão de árvores e transformou um terreno deserto e abandonado numa área verde.

Mas não se pode dizer que a Auroville de hoje é a sociedade ideal que Alfassa imaginou: a sua história inclui crimes, conflitos e constantes dúvidas sobre a sua transparência financeira.

Mesmo assim, o empreendimento floresce: os aurovilianos têm empresas de todo o tipo, desde tecnológicas até têxteis. O seu centro nevrálgico é o Matrimandir (“Templo da Mãe Divina”, em sânscrito), um local de meditação que se assemelha a uma gigantesca bola de golfe dourada.

A sonhar com café…

No Café dos Sonhadores, perto do centro de informações para visitantes, uma auroviliana recente conta a sua história à BBC.

“Os Sonhadores fazem o melhor café, mas é caro. Cada um tem uma conta onde é depositada a sua manutenção. Estou aqui há três meses e, no primeiro ano, cada pessoa tem que financiar a sua estada”, diz a mulher, que prefere ficar no anonimato.

Muitos residentes têm rendimentos próprios ou o apoio económico de parentes e amigos. A manutenção é uma quantia mensal normalmente suficiente para atender às necessidades básicas em Auroville, e é paga na unidade comercial ou no serviço comunitário onde eles trabalham.

“Na Suíça eu era pobre, mas aqui posso dar-me ao luxo de doar dinheiro”, refere esta auroviliana que aparenta ter menos de 70 anos.

Com uma bata de algodão e um colar que, explica, simboliza a amizade, ela irradia um grande entusiasmo com a sua nova vida. “Eu trabalhava com tecnologias da informação na Nestlé, na Suíça“, exclama.

O contraste entre a multinacional altamente tecnológica e os centros de saúde e lojas de roupas artesanais é absurdo.

“Eu tinha que criar o meu filho. Mas passei a procurar uma comunidade e, quando encontrei a página de Auroville na Internet, soube imediatamente que este era o lugar onde eu queria estar”, lembra, notando que “foi uma energia estranha”.

Em Auroville, não existe propriedade privada da terra, de casas ou comércio. Tudo é colectivo.

A página da comunidade na Internet afirma que “em Auroville, o trabalho não é uma forma de ganhar o sustento, mas sim uma forma de servir o divino“.

Contribuir para a utopia

“A minha missão é trazer o transporte eléctrico para Auroville”, explica a auroviliana suíça, assumindo que ficou “horrorizada ao ver tantas motocicletas”.

Por isso, ela financia o projecto com o dinheiro da sua reforma, enquanto atende os visitantes no centro de informações, estando decidida “a passar o resto dos dias na comunidade”, como diz. “Existe algo neste lugar que é maior do que nós”, refere.

Embora não seja devota dos ensinamentos da “Mãe” e seja mais realista do que peregrina, ela fala de algo parecido com o destino. “Quando se recebe um chamamento, as coisas fluem”, afiança.

No entanto, o sonho de Auroville de libertar-se do dinheiro “ainda não está a funcionar muito bem”, admite ela. “Mas não lidamos com dinheiro, o que é agradável.”

Quem não tem rendimentos recebe ajuda, mas é um valor que dá apenas para viver modestamente. O importante é fazer amigos na comunidade e encontrar uma maneira de contribuir com a sua energia”, conclui.

Em muitas partes do mundo, pessoas relativamente saudáveis e aposentadas contribuem com o seu tempo e conhecimento para o sustento das sociedades.

O que surpreendeu em Auroville é saber que é uma comunidade na qual efectivamente se paga para trabalhar. E, ao que parece, sente-se uma satisfação que o dinheiro não consegue comprar.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E era assim que deveria ser em todo o Mundo.
    O dinheiro hipnotiza as pessoas, estas dizem logo não serem capazes de viver sem dinheiro, nem sequer imaginam tal coisa. Pura ilusão!

RESPONDER

Índia regista mais de oito mil novos casos. Tem "uma longa batalha" pela frente

A Índia registou mais de oito mil novos casos de covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia no país, foi este domingo anunciado. O número de casos confirmados de covid-19 na …

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …

"Ficamos chocados." Cientistas redescobrem abelha azul que pensavam estar extinta

Um tipo de abelha azul reapareceu recentemente na Florida, nos Estados Unidos, depois de ter sido vista pela última vez em 2016. Além de azul, a espécie é nova e extremamente rara. Os cientistas estavam convencidos …

Missão da Space X acoplou com sucesso. Astronautas da NASA já chegaram à EEI

A cápsula Dragon que transporta os astronautas da agência espacial norte-americana (NASA) já acoplou à Estação Espacial Internacional, após terem partido no primeiro voo privado rumo ao espaço, neste sábado. Foi às 15:17 (hora de Lisboa) …

Venezuela vai aliviar quarentena com método próprio

Nicolás Maduro anunciou que, a partir de segunda-feira, a Venezuela vai aplicar um modelo próprio de quarentena preventiva da covid-19, que combina cinco dias de flexibilização disciplinada com dez de confinamento obrigatório. “É o modelo cinco …

Uma escultura gigante de uma ave está a espalhar gargalhadas numa cidade da Austrália

Um escultor australiano aproveitou o tempo de quarentena devido à pandemia de covid-19 para construir uma kookaburra eletrónica com quase quatro metros de altura, que até faz os mesmos movimentos e barulhos que o famoso …