Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a Biblioteca da Universidade de Cambridge, instituição onde os arquivos estavam guardados.

Em causa estão o Caderno B e o Caderno C, preenchidos pelo cientista britânico em 1837, depois de ter voltado na viagem no HMS Beagle, detalha a agência AFP.

Num dos livros, o naturalista desenhou um diagrama no qual demonstra várias possibilidades sobre a evolução de uma espécie, tendo, posteriormente, publicado uma ilustração mais desenvolvida no livro “On the Origin of Species” (1859).

O valor destes cadernos, em couro, é difícil de estimar, mas a Biblioteca da  Universidade de Cambridge adiantou, em comunicado, que deverão valer milhões de libras.

Face à hipótese de roubo, foi lançada uma investigação e notificada a Interpol.

Na mesma nota de imprensa, a biblioteca conta que listou pela primeira vez os cadernos como desaparecidos em meados de 2001, depois de estes terem sido removidos das Salas Fortes das Coleções Especiais para serem fotografados na biblioteca.

Acreditava-se que estes cadernos tivessem sido incorretamente arquivados no prédio da biblioteca, que contem cerca de 10 milhões de livros, mapas, manuscritos e tem um dos arquivos de Darwin mais importantes do mundo.

Contudo, uma grande investigação levada a cabo este ano, a maior da história da biblioteca, não conseguiu encontrar os livros, tendo os especialistas concluído que estes terão sido muito provavelmente roubados. “Os curadores concluíram que os cadernos … provavelmente foram roubados”, pode ler-se no comunicado.

Biblioteca pede a ajuda de todos

A bibliotecária da Universidade, Jessica Gardner, divulgou, em vídeo, uma declaração, na qual pede a todos que ajudem a encontrar estes cadernos.

“É profundamente lamentável que estes cadernos continuem desaparecidos, apesar das inúmeras buscas em grande escala nos últimos 20 anos”, disse, dando conta que a biblioteca melhorou desde então os seus sistemas de segurança.

Gardner pediu a colaboração de todos: antigos e atuais funcionários da biblioteca, aos que trabalham diretamente no comércio de livros ou a investigadores para encontrar os livros.

“Peço a qualquer pessoa que pensa saber do paradeiro dos cadernos para entrar em contacto connosco. Por favor, ajude-nos”.  “Este apelo público poderá ser essencial para que os cadernos regressem em segurança, para benefício de todos. Pediria a todos que pensem que são capazes de nos ajudar para entrarem em contacto connosco”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma nova explicação para o facto de bebés amamentados terem sistemas imunitários mais saudáveis

Um novo estudo realizado por investigadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, descobriu que o leite materno promove o crescimento de importantes células imunitárias que ajudam a controlar eventuais inflamações. De acordo com o site …

PS diz que Marcelo deve vitória aos socialistas (e cobra-lhe apoio em tempos difíceis)

"A democracia venceu na primeira volta e o extremismo de direita foi derrotado". É desta forma que o presidente do PS, Carlos César, comenta os resultados das eleições presidenciais ganhas por Marcelo Rebelo de Sousa, …

"Liberdade para a Dinamarca". Novos incidentes em manifestação contra restrições

Uma manifestação contra as restrições impostas para conter a pandemia, organizada por um grupo radical, em Copenhaga, originou novos incidentes na noite de sábado e resultou em cinco detenções, relataram a polícia e os meios …

Pela primeira vez, um restaurante vegan ganha uma estrela Michelin em França

Um restaurante de comida totalmente vegan em França foi o primeiro do país a receber a desejada estrela Michelin. Localiza-se perto de Bordéus. A concessão da estrela ao ONA (Origine Non-Animale) é mais uma evidência de …

Onze mineiros resgatados com vida de uma mina de ouro na China

Onze mineiros presos há duas semanas dentro de uma mina de ouro na China, devido a uma explosão, foram hoje trazidos em segurança para a superfície, informou a televisão estatal chinesa. No dia 10 de janeiro, …

Multimilionário oferece 1 milhão em prémios por evidências de vida após a morte

Um empresário de Las Vegas, nos Estados Unidos, está a oferecer um milhão de dólares em prémios em troca de evidências de que existe vida após a morte. O investidor imobiliário e empresário espacial Robert Bigelow, …

Marcelo reeleito com 55% a 62% dos votos. Ana Gomes em segundo lugar

Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito para um segundo mandato como Presidente da República, após vencer as eleições deste domingo com 55% a 62% dos votos.  Segundo as primeiras projeções, Ana Gomes deverá ficar em …

Itália vai processar Pfizer e AstraZeneca devido a atrasos nas vacinas. UE pede "transparência"

A Itália vai processar a Pfizer Inc e a AstraZeneca devido aos atrasos na entrega das vacinas contra a covid-19 e para garantir os fornecimentos – não para obter compensações, disse neste domingo o ministro …

Declínio cognitivo relacionado com a idade pode ser reversível

Cientistas conseguiram reverter em ratos o declínio cognitivo causado pelo envelhecimento. O objetivo dos investigadores é que as farmacêuticas baseiem-se neste estudo para criar um composto que possa ser administrado em humanos. As células específicas do …

Afluência às urnas é menor (mas há mais votantes). Abstenção deverá ficar entre os 56 e 60%

A afluência às urnas às 16:00 nas presidenciais de hoje em Portugal, 35,4%, é a segunda mais baixa desde as eleições de 2006, ano em que este número passou a ser divulgado pela administração eleitoral. Esta …