Gwyneth Paltrow tentou comer como os pobres (e correu mal)

EyesOnFire89 / Flickr

Gwyneth Paltrow

Gwyneth Paltrow aceitou o desafio de comer com apenas 27 euros por semana, no âmbito de uma campanha do Banco Alimentar de Nova Iorque, mas a actriz não está a ficar bem na fotografia por causa das escolhas do seu cabaz de compras.

A ideia de Gwyneth Paltrow era prestar a sua solidariedade para com uma campanha que pretende mostrar que os vales de refeição, de 29 dólares (27 euros), entregues pelo governo dos EUA a famílias carenciadas não são suficientes para responder às necessidades alimentares dessas pessoas.

Assim, a actriz propôs-se comer durante sete dias com apenas 27 euros, o que significa que não poderá ultrapassar o valor de cerca de 1,30 euros por refeição. Também não pode consumir a comida que já tinha em casa antes de aceitar o desafio, nem receber comida oferecida por outros.

Mas, quando Gwyneth Paltrow, que é vegetariana, partilhou com os seus seguidores das redes sociais o cabaz de alimentos adquirido com os tais 27 euros, choveram as críticas.

Da lista das compras feitas, incluem-se 12 ovos, um pacote de feijões, um pacote de arroz branco, um pacote de ervilhas, uma malagueta, um nabo, alhos, uma batata doce, um molho de couve, um ramo de alho francês, uma maçaroca de milho, um tomate, alface frisada, um saco de tortilhas, um ramo de ervas aromáticas e sete limas.

As escolhas feitas por Gwyneth Paltrow estão a ser fortemente criticadas, sobretudo à luz das reais necessidades das famílias carenciadas que vivem dos vales de refeição.

A revista Time publicou mesmo um artigo, escrito por Darlena Cunha, onde esta fala de “turismo de pobreza”, considerando que a tentativa da actriz de viver como os pobres “é troçar daqueles para quem a pobreza não é uma escolha e não dura por apenas alguns dias”. “É uma ideia bem intencionada. Mas também terrível“, acrescenta-se no texto.

Uma utilizadora do Twitter sugere que, “talvez, em vez de fazer uma cena a viver como pobre, Gwyneth Paltrow pudesse ter doado 1/100 da sua fortuna de 280 milhões de dólares às famílias das senhas de comida”.

Convém notar que, além de participar na campanha, Gwyneth Paltrow terá também já doado uma quantia não revelada ao Banco Alimentar de Nova Iorque.

SV, ZAP

5 COMENTÁRIOS

  1. Muitos defendem a necessidade de ajudar mais as famílias carenciadas, porém, poucos são os esclarecidos que defendem uma política de redução de filhos por meio de subsídios à esterilização masculina e feminina, no caso de famílias já com 3 filhos ou mais. Muitos ir(responsáveis) parentais destas famílias ‘batem no peito’ a dizer que o Governo não as ajuda suficientemente, mas não se dispõem a adotarem o controlo da natalidade.

    • Para o Pensador:
      Afinal pensas muito pouco ou então pensas de forma superficial. Se os teus papas tivessem sido esterilzados, não dirias tantas baboseiras. A questão não é ter ou não ter filhos, pois, cada casal deveria ter a possibilidade de ter os filhos que entendesse. A questão, essa sim, nem seriam os subsidios, os quais não resolvem coisa nenhuma. A questão seria viveres num País digno, onde cada casal NÃO PRECISASSE dos tais subsidios, mas tivesse um emprego ou salários dignos. Sabias que no teu País, há 10% de pessoas que apesar de trabalharem vivem abaixo do limiar de pobreza? Aposto que não sabias, assim como não sabes o que é viver com dificuldades.

      • Marco, se soubesses ler percebias que o comentário do Pensador era para individuos como tu. Individuos que ‘batem no peito’ e dizem que o Governo não os ajuda suficientemente. Individuos que acham que os recursos do planeta são infindáveis, e que se podem ter todos os filhos que quiserem, que haverá sempre comida, conforto e emprego para todos, DESDE que os governos os ajudem. O que não percebem é que para os governos os ajudarem, mais impostos têm de ser criados ou aumentar os que já existem, porque infelizmente o dinheiro não cresce nas árvores. E quanto mais impostos existirem, menos dinheiro terão as familias para comprar, e a criação de emprego fica comprometida. E se não há emprego não há comida nem conforto.

  2. Para o Pensador:
    Afinal pensas muito pouco ou então pensas de forma superficial. Se os teus papas tivessem sido esterilzados, não dirias tantas baboseiras. A questão não é ter ou não ter filhos, pois, cada casal deveria ter a possibilidade de ter os filhos que entendesse. A questão, essa sim, nem seriam os subsidios, os quais não resolvem coisa nenhuma. A questão seria viveres num País digno, onde cada casal NÃO PRECISASSE dos tais subsidios, mas tivesse um emprego ou salários dignos. Sabias que no teu País, há 10% de pessoas que apesar de trabalharem vivem abaixo do limiar de pobreza? Aposto que não sabias, assim como não sabes o que é viver com dificuldades.

  3. Bravo pelo seu comentário Pensador !

    Apoiado Nuno M !

    Só um comentário ao Marco: Se eu decidir ter 10 filhos, e não tiver dinheiro para os sustentar, a culpa é do estado de não me arranjar um emprego melhor para eu poder fazer face às despesas ???
    Pessoas como o Marco têm cá umas ideias !!!

RESPONDER

Não, os EUA não declararam guerra à Coreia. Mas não lhes abatam os aviões

Os Estados Unidos negaram hoje ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios …

Casal canibal detido na Rússia por ter comido 30 pessoas

Um homem e uma mulher da cidade de Krasnodar, no sul da Rússia, poderão ter sido responsáveis pelo assassinato de cerca de 30 pessoas, que terão posteriormente comido. Os suspeitos, um instrutor militar de 35 anos …

Portugal pagou menos 213ME em juros à 'troika' até agosto

Portugal pagou 1.161,2 milhões de euros em juros à 'troika' até agosto, menos 213,1 milhões em termos homólogos, devido à extensão da maturidade de parte do empréstimo e aos reembolsos antecipados ao FMI. O Estado reduziu …

"Príncipe da Pontinha" detido pela GNR na Madeira

A Guarda Nacional Republicana deteve, esta segunda-feira, o autointitulado "príncipe do ilhéu da Pontinha" por este se ter oposto a uma ordem de execução judicial de encerramento de instalações, informou o porta-voz do comando territorial. "A …

Vacina contra a gripe gratuita para diabéticos e bombeiros

Direção-geral da Saúde justifica alargamento da gratuitidade com os riscos que o frio representa para os diabéticos e com a assistência na saúde prestada pelos bombeiros. A vacina contra a gripe vai ser este ano pela …

Morreu Abd El Aty, a mulher que chegou a pesar 500 quilos

Aos 37 anos, Eman Ahmed Abd El Atya estava a ser submetida a um tratamento intensivo nos Emirados Árabes Unidos. Mas acabou por morrer na sequência de complicações cardíacas. A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, …

Turquia encerra fronteira e ameaça petróleo em represália a referendo curdo iraquiano

O Presidente da Turquia, forte opositor do referendo sobre a independência do Curdistão iraquiano, anunciou esta segunda-feira que encerrará em breve a fronteira terrestre com aquela região autónoma do Iraque, bem como ameaçou bloquear as …

Comentador do Benfica diz que foi agredido por administrador do Sporting

O comentador da Benfica TV e advogado António Pragal Colaço apresentou queixa-crime contra o administrador da SAD do Sporting, Nuno Correia da Silva, acusando-o de agressão. O caso é divulgado pelo Correio da Manhã (CM) que …

Políticos e militares negam relatório de Tancos (Expresso promete novas revelações)

O Exército continua a negar a existência de um relatório das secretas militares sobre o roubo de Tancos, tal como o Presidente da República, o primeiro-ministro e o ministro da Defesa. Mas o director do …

Sondagem: Isaltino ganha Oeiras

A candidatura de Isaltino Morais - Inovar Oeiras de Volta - lidera a sondagem com 13 pontos percentuais acima do atual presidente da autarquia Paulo Vistas, antigo vice presidente de Isaltino Morais. As eleições autárquicas estão …