Guimarães vs Benfica | Seferovic salva a águia

José Coelho / Lusa

O Benfica somou o seu terceiro triunfo consecutivo no campeonato, ao derrotar o Vitória de Guimarães por 1-0, repetindo o resultado de terça-feira, para a Taça de Portugal.

Numa partida sem grandes ocasiões de golo nem intervenientes em destaque, o golo decisivo surgiu já na recta final, por Seferovic, que saltou do banco para desatar o nó em que o desafio se encontrava.

O Jogo explicado em Números

  • Início de partida muito equilibrado em todas as vertentes, com o único remate enquadrado a pertencer ao Benfica, de autoria de João Félix. O Vitória levava uma pequena vantagem em termos de posse de bola (53%-47%) e de eficácia de passe (77%-76%) aos 15 minutos, com um pontapé de canto para cada lado.
  • A render Fejsa no meio-campo “encarnado”, Samaris teve um início de jogo para esquecer: nos primeiros 25 minutos do desafio, o grego perdeu os cinco duelos que disputou, errou cinco passes e perdeu a bola em outras tantas ocasiões.
  • Após o bom início de jogo, a equipa do Vitória acabou por perder algum gás, não fazendo nenhum remate nos segundos 15 minutos da partida. O Benfica, por sua vez, aproveitou a passividade dos da casa para assumir o controlo do jogo, chegando aos 30 minutos com cinco remates, dois deles à baliza e 81% de passes certos.
  • O primeiro remate enquadrado do Vitória surgiu apenas ao minuto 44, com Tozé a obrigar Vlachodimos a “voar” para impedir o 0-1. Este foi um dos poucos sinais positivos deixados em campo na primeira parte pelo médio português, que foi apanhado em fora-de-jogo duas vezes, venceu apenas dois duelos em nove e não foi feliz em nenhum dos dois cruzamentos que fez.
  • O “empurrão” do Vitória nos derradeiros minutos acabou por equilibrar, de certa forma, as contas da primeira parte, com ambas as equipas a somarem dois remates enquadrados.
  • Apenas nove passes separavam as duas formações ao intervalo – sinal da atitude atrevida dos da casa -, mas o Benfica demonstrava uma ligeira superioridade em termos de eficácia na distribuição (80%-75%).
  • No regresso aos balneários, o médio ganês Joseph Amoah liderava os GoalPoint Ratings, com nota 6.3, graças a quatro dribles eficazes, dois duelos aéreos ofensivos ganhos, sete recuperações de posse e cinco acções defensivas.
  • Sinal mais para o Benfica no início do segundo tempo, com 62% de posse nos primeiros 15 minutos, ainda que daí só tenha resultado um remate, desenquadrado. Na tentativa de dar mais velocidade ao ataque “encarnado”, Bruno Lage lançou Rafa para o lugar de Pizzi, que liderava em eficácia de passe (89,7%) e em número de cruzamentos eficazes (2).
  • Boa exibição de Conti, que rendeu o castigado Rúben Dias no eixo da defesa. O central argentino chegou aos 70 minutos do desafio com nove alívios (máximo da noite), dois cortes, uma intercepção e ainda sete duelos ganhos em dez disputados.
  • O nulo acabou por ser desfeito a apenas dez minutos do final da partida, por Seferovic, que apenas teve de encostar para dar o melhor seguimento a um cruzamento rasteiro de André Almeida. O golo surgiu no primeiro remate enquadrado do segundo tempo e após quase 55 minutos em que as “águias” não conseguiram alvejar a baliza de Douglas.
  • Lançado aos 58 minutos com o intuito de mexer com o ataque do Vitória, Welthon acabou por ter poucas oportunidades para fazer a diferença. Em pouco mais de meia-hora, o brasileiro somou 12 acções com bola, duas delas dentro da área benfiquista, seis passes, um deles para finalização, e cinco duelos disputados, todos eles perdidos.

O Homem do Jogo

Numa noite relativamente calma em termos defensivos, André Almeida deu nas vistas ao assistir Seferovic para o golo, num dos dois passes para finalização de que foi autor. O lateral-direito “encarnado” foi ainda feliz nas três vezes em que arriscou o drible e somou 76 acções com bola, o terceiro melhor registo da noite da sua equipa. Desempenhou também o seu papel na retaguarda com seis alívios, três desarmes, três bloqueios de remate e dois duelos aéreos defensivos ganhos, terminando a partida com 6.8 nos  GoalPoint Ratings, a nota mais alta da noite.

Jogadores em foco

  • Joseph 6.2 – Foi uma dor de cabeça para a equipa adversária, embora não tenha rematado nem feito qualquer passe para finalização. Somou quatro dribles eficazes, dois duelos aéreos ofensivos ganhos e cinco acções defensivas.
  • Conti 6.1 – No regresso à titularidade, o argentino foi líder em alívios (12), a que somou seis outras acções defensivas e oito duelos aéreos defensivos ganhos em 11 disputados.
  • João Félix 5.0 – Noite discreta para o jovem avançado português, que controlou mal a bola em oito situações e foi desarmado três vezes. Pela positiva, sofreu duas faltas em zona de perigo e fez um remate à baliza.
  • Castillo 4.4 – Fez apenas um remate, bloqueado, e um passe para finalização. Disputou oito duelos aéreos, vencendo apenas dois, e controlou mal a bola em três ocasiões.
  • Samaris 4.1 – O grego foi uma fraca imitação de Fejsa e teve a pior nota da noite. Consentiu cinco dribles, venceu apenas quatro duelos em 14 disputados e falhou cinco passes no seu próprio meio-campo.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Inscrição hebraica com 2.800 anos revela antigo nome bíblico

Uma equipa de arqueólogos encontrou um jarro com 2.8000 anos com a inscrição em hebraico "Benayo" no sítio arqueológico de Abel Beth Maacah, no norte de Israel, local várias vezes mencionado na Bíblia Hebraica.  De …

Braga vence FC Porto e conquista Taça da Liga. Sérgio coloca lugar à disposição

O Sporting de Braga venceu hoje o FC Porto por 1-0 e conquistou a Taça da Liga, com Ricardo Horta a marcar o golo decisivo aos 90+5, garantindo um troféu que os bracarenses já tinham …

Rara moeda de ouro com a cara de Eduardo VIII vendida por preço recorde

Uma rara moeda de ouro com o perfil do rei britânico Edward VIII foi vendida a um comprador particular pelo valor recorde de 1,3 milhões de dólares. A informação é avançada pela Royal British Mint, a …

Depois dos incêndios, Austrália está prestes a experimentar uma "bonança" de aranhas mortais

Depois dos incêndios florestais que assolaram o país, os australianos começaram a implorar por chuva. O bónus de aranhas mortais não estava incluído no pedido, mas os especialistas do Australian Reptile Park acreditam que é …

Governo admite retirar cidadãos nacionais de Wuhan

As autoridades portuguesas estão a cooperar com outros países europeus para reforçar o apoio aos cidadãos nacionais que se encontram em Wuhan, onde ocorreram os primeiros casos do novo coronavírus, admitindo a possibilidade de retirá-los …

Os cogumelos podem ser muito mais antigos do que pensávamos

Os cogumelos podem ser mais antigos do que pensávamos, concluíram cientistas que dataram vestígios de micélio (constituinte dos cogumelos) com 800 milhões de anos, divulgou esta quarta-feira a Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica. Estudos anteriores …

Comer iogurte natural pode ajudar a reduzir o risco de cancro da mama

Uma das causas mais apontadas para o cancro da mama é a inflamação causada por bactérias nocivas. Esta tese ainda não foi provada, mas é apoiada pelas evidências até agora disponíveis de que a inflamação …

Primeiro caso suspeito de infeção por coronavírus detetado em Portugal

Foi detetado o primeiro caso suspeito de infeção infeção pelo novo coronavírus , em Portugal, anunciou este sábado a Direção-Geral de Saúde. “Este doente, regressado hoje [este sábado] da China, onde esteve na cidade de Wuhan …

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …