Grécia vai fechar os três maiores campos de refugiados nas ilhas do Mar Egeu

A Grécia anunciou, esta quarta-feira, que os três maiores campos de migrantes nas ilhas de Lesbos, Samos e Quios, no Mar Egeu, serão fechados e substituídos por estruturas fechadas que triplicarão a sua capacidade.

“Descongestionar as ilhas é a prioridade nesta fase”, disse o coordenador especial do Governo grego para as migrações, Alkiviadis Stefanis, numa conferência de imprensa.

Os três campos sobrelotados de Lesbos, Samos e Chios — que atualmente abrigam mais de 27 mil migrantes, mas que têm na realidade uma capacidade para 4.500 — serão encerrados, mas a data para o encerramento não foi especificada.

Para substituí-los, estruturas fechadas com cinco mil lugares cada serão erguidas nessas três ilhas próximas da Turquia. As estruturas vão ter no total 15 mil lugares para os migrantes.

No lugar de serem autorizados a entrar e sair livremente nas ilhas, os requerentes de asilo serão fechados dentro dos novos campos para identificação, verificação do seu estatuto e para se decidir sobre a sua realocação ou o seu retorno à Turquia, acrescentou o coordenador especial.

Os outros dois campos, em Cós e Leros, cujas condições são menos dramáticas, serão reformados e ampliados, disse o responsável grego.

O Governo do primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis começou a transferir centenas de requerentes de asilo das ilhas do Mar Egeu para o continente, com o objetivo de realocar 20 mil até ao final de 2019.

Mas o descontentamento surge entre os habitantes do continente e centenas de migrantes continuam a chegar diariamente.

O Ministério da Proteção do Cidadão anunciou que 40 mil pessoas chegaram à Grécia nos últimos quatro meses. No último fim-de-semana, segundo a guarda costeira grega, mais de 1.350 pessoas chegaram às cinco ilhas do Mar Egeu.

Kyriakos Mitsotakis acusou a União Europeia de considerar a Grécia e outros países de entrada na Europa como “parques de estacionamento convenientes para refugiados e migrantes”.

A UE “ignora o problema” do aumento de chegadas de migrantes na Grécia, alertou, numa entrevista ao jornal alemão Handelsblatt. “Isto não pode continuar assim”.

Atualmente, mais de 32 mil pessoas vivem em condições miseráveis nos cinco campos onde são registados os migrantes, nomeadamente em Lesbos, Samos, Leros, Chios e Cós, que têm uma capacidade teórica para apenas 6.200 pessoas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …