Antes dos guindastes, Grécia Antiga pode ter usado outra máquina para levantar blocos

Os guindastes apareceram pela primeira vez na antiguidade grega, há mais de 2500 anos, mas um novo estudo sugere que uma máquina de elevação primitiva já estava em uso por volta de 150 anos antes.

O guindaste apareceu pela primeira vez no final do século VI a.C. pela mão dos gregos. Anteriormente, acreditava-se que os gregos tinham levantado blocos de pedra mais pesados através de rampas feitas de terra ou de tijolos de argila.

O estudo publicado na Annual of the British School at Athens descobriu que os construtores dos primeiros templos de pedra da antiguidade grega incluindo os templos de Isthmia e Corinto elaboraram uma máquina de elevação primitiva.

O artigo explica que esta máquina de elevação inicial pode ser vista como um importante precursor do guindaste, e também foi capaz de levantar blocos de 200 a 400 quilos.

O único autor do estudo, Alessandro Pierattini, da Universidade de Notre Dame, revela que o engenho foi originalmente inventado pelos coríntios, que usaram o dispositivo para construir navios e colocar sarcófagos em escavações estreitas e profundas.

“O trabalho reexamina templos de meados do século VII em Corinto e Isthmia e os seus cortes peculiares — duas ranhuras de corda paralelas na parte de baixo e uma na extremidade”, revelou Alessandro Pierattini.

Segundo a Gizmodo, os construtores gregos redirecionaram a força e utilizaram uma corda a passar sobre uma armação para conseguir pôr o engenho a funcionar.

“Este engenho representa um passo crucial no desenvolvimento da arquitetura da pedra grega, marcando um afastamento tanto da construção de tijolos de barro — que era a norma para a maioria dos edifícios gregos —, quanto de experiências anteriores com a construção de pedras”, escreveu Pierattini no seu estudo.

A principal prova da existência deste dispositivo vem de ranhuras gravadas no fundo das pedras usadas para construir os templos de Corinto e Isthmia. Historiadores da antiguidade estão familiarizados com estas marcas, mas não sabem se foram usados para levantar os blocos durante o processo de construção, ou para movê-los nas pedreiras.

“O artigo demonstra que os construtores dos primeiros templos em Corinto e Isthmia já estavam a usar alavancas para a colocação final dos blocos. Isto representa o primeiro uso documentado da máquina de elevação na arquitetura grega“, concluiu Pierattini.

DR, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Elon Musk lança concurso para ver quem consegue bater um caracol

O multimilionário, através da sua empresa especializada em construção de túneis, lançou um concurso mundial para ver quem é capaz de bater um caracol. De acordo com o jornal Daily Mail, Elon Musk lançou um concurso …

Covid-19. Tóquio quer pagar até quatro mil euros a bares que fiquem fechados

As autoridades de Tóquio, no Japão, estão a ponderar pagar um subsídio, que pode chegar aos quatro mil euros, aos bares que se mantenham fechados para conter a propagação da covid-19 na cidade. De acordo com …

Médicos franceses detetaram primeiro caso de bebé infetado no útero

Médicos em França pensam ter identificado aquele que será o primeiro caso confirmado de um bebé infetado com covid-19 no útero materno. De acordo com o site Business Insider, a equipa médica conta que a …

17 anos depois, Estados Unidos voltam a aplicar a pena capital a nível federal

Os Estados Unidos procederam, esta terça-feira, à primeira execução federal de um prisioneiro no "corredor da morte" em 17 anos, através de uma injeção letal. Daniel Lewis Lee, 47 anos, natural de Yukon (Oklahoma), foi executado …

Com o pretexto de paz, "senhor da guerra" vai ganhando poder na República Centro-Africana

O "senhor da guerra" Ali Darassa foi pago pelo presidente da República Centro-Africana e já influenciou a demissão de um ministro numa tentativa de manter a paz no país. A República Centro-Africana é um país atormentado …

Ministério Público acusa 25 arguidos pela queda do BES

O Ministério Público deduziu acusação, esta terça-feira, contra 25 arguidos, 18 pessoas singulares e sete pessoas coletivas, no âmbito do processo sobre a queda do Universo Espírito Santo. "O Ministério Público do Departamento Central de Investigação …

Agora, até o Toyota Corolla é um crossover

O Toyota Corolla Cross é o mais recente SUV da marca japonesa. Apesar de a marca estar a reforçar a sua gama de SUV, Portugal terá de esperar mais um pouco. Na semana passada, a Toyota …

Da Escócia à Grécia, Kleon pedalou durante 48 dias para regressar a casa

Um jovem grego, "preso" na Escócia devido ao cancelamento dos voos por causa da pandemia de covid-19, decidiu pedalar durante 48 dias consecutivos para conseguir regressar a casa. De acordo com a CNN, Kleon Papadimitriou, de …

Após fugirem da Venezuela, milhares foram obrigados a regressar por causa da pandemia (mas não é assim tão fácil)

Desde 2016, quase cinco milhões de venezuelanos deixaram o país, fugindo da pobreza e dos serviços sociais e de saúde em colapso. Agora, a pandemia de covid-19 forçou-os a regressar à Venezuela - se o …

Costa defende na Hungria que Estado de direito não deve ser associado à recuperação

O primeiro-ministro defendeu, esta terça-feira, à saída de uma reunião com o seu homólogo húngaro que a questão do Estado de direito, embora "central" para Portugal, não deve ser relacionada com as negociações sobre o …