Grávidas estão a usar óculos de realidade virtual para amenizar a dor do parto

No Hospital Universitário do País de Gales, localizado na cidade de Cardiff, estão a ser usados óculos de Realidade Virtual para ajudar no relaxamento de mulheres em trabalho de parto, principalmente que já tiveram experiências traumáticas durante a gravidez.

Esta abordagem até então inédita da Realidade Virtual para gestantes surge após uma série de investigações que o Hospital Universitário do País de Gales fez.

A tecnologia da realidade virtual induz efeitos visuais e sonoros, que permitem total imersão no ambiente simulado. Dessa maneira, são capazes de interagir ou não com o que vem ao seu redor, dependendo das possibilidades do sistema utilizado.

Segundo a chefe de obstetrícia do conselho de saúde de Cardiff, Suzanne Hardacre, espera-se que a tecnologia seja uma alternativa para o controlo da dor. Hardacre disse ainda, segundo a BBC, que “existe uma grande oportunidade, particularmente, de usar isso com mulheres em trabalho de parto precoce, para tentar ajudá-las a respirar, relaxar e tirá-las do momento”.

Segundo a profissional, os óculos são entregues às mulheres em estágios iniciais do parto, quando possuem maior controlo da situação. “Para coisas como parto prematuro no momento, podemos oferecer água, respiração e relaxamento”, acrescentou Hardacre.

A Realidade Virtual é uma tecnologia que se expandiu, lentamente, da arena de jogos e, agora, chega para auxiliar em terapias. Afinal, “uma estadia num hospital nunca é agradável. Portanto, mesmo se olhar para ela do ponto de vista terapêutico, basta afastar as pessoas do ambiente desconfortável em que se encontram — é uma solução muito fácil de ter”, explicou a obstetra Hardacre.

Hannah Lelii, que testou o kit antes do nascimento do seu primeiro bebé, contou que funciona como “um simulador”. Como “são 360 ​​grau, quando me viro, tenho a visão que estaria atrás de mim ou ao meu lado”, disse ela, acrescentando que a “ajudou a relaxar”. Após os testes, Lelii declarou-se uma “grande fã” da novidade e explicou que a escolha “pode não ser para todas [as grávidas] e pode não ser para todas as etapas do trabalho de parto, mas é outra alternativa” para distrair as dores.

Aumentando a gama de alternativas para o relaxamento, “a realidade virtual apenas traz outra dimensão para isso”, conclui. Por enquanto, a expectativa é que a tecnologia seja útil, principalmente, para mulheres que já tiveram partos traumáticos. No entanto, nada impede que a experiência se estenda para outros tipos de terapia, na tentativa de acalmar e reduzir a ansiedade dos pacientes nos hopsitais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberto primeiro animal que não precisa de oxigénio para viver

Respirar oxigénio é uma característica fundamental dos animais multicelulares, mas os cientistas acabam de descobrir, pelo menos, um que não precisa de o fazer para sobreviver. É muito provável que tenha aprendido que todos os organismos …

"Marte está vivo". Sonda InSight regista mais de 170 eventos sísmicos no Planeta Vermelho

Resultados dos primeiros dez meses de exploração da sonda InSight da NASA revelaram que o Planeta Vermelho é um mundo com atividade sísmica ativa. "Marte está vivo e a cada diz que passa começo a ter …

Um planeta pode ter sido "roubado" do Sistema Solar

Uma nova análise de astrónomos da Universidade Stony Brook, em Nova Iorque, revelou que as estrelas "roubam" planetas umas às outras - e isso também poderá ter acontecido no nosso próprio Sistema Solar. Quase tudo o …

Netflix passa a mostrar "top 10" diário de séries e filmes

A Netflix disponibiliza, desde esta segunda-feira (24), uma nova feature para os utilizadores do serviço de streaming: uma lista com os 10 filmes e as 10 séries mais vistas no país em cada dia. Esta nova …

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …