Grávidas, bebés e doentes correm risco de vida no Hospital Amadora-Sintra

Marcello Casal Jr. / ABr

Num email, escrito no sábado, 4 de maio, e enviado para a Ordem dos Médicos e para o Sindicato Independente dos Médicos (SIM), anestesistas do Hospital Amadora-Sintra falam em risco de vida iminente de grávidas, fetos e doentes.

De serviço à Urgência, a equipa de Anestesiologia do Hospital Amadora-Sintra era composta por apenas dois médicos especialistas — “abaixo do número mínimo recomendado pelo Colégio de Especialidade de Anestesiologia e Ordem dos Médicos”, lê-se no documento a que o Observador teve acesso.

Vinte e quatro horas, das 8h de dia 4 à mesma hora do dia seguinte, era a duração do turno que tinham sido escalados para fazer.

Esta prática coloca “em perigo a saúde dos doentes” e está “acima do que ditam as regras elementares reguladoras da fadiga em trabalho médico”, já tinha denunciado esta sexta-feira o SIM no comunicado onde dá conta da greve da equipa de Anestesiologia, agendada para 20, 21, 23, 23 e 24 de maio.

“Neste momento encontram-se internadas nove grávidas no bloco de partos com possibilidade de haver eminentemente duas cesarianas urgentes”, alerta o email. “Esclarecemos que há risco eminente de não haver resposta adequada a situações emergentes obstétricas/cirúrgica simultâneas, Laboratório de Hemodinâmica e Exames Complementares e que estão em risco a vida das grávidas, fetos e doentes.”

Fonte do Hospital Fernando da Fonseca (HFF) garantiu ao Observador que tal não aconteceu. “Não vale tudo. Quando se verificou que só tínhamos dois anestesistas entrámos em plano de contingência, o que significa que podemos reencaminhar as grávidas que nos chegarem pelo INEM ou pelos bombeiros, em situação de parto iminente, para São Francisco Xavier ou para Santa Maria.”

Já Jorge Roque Cunha, secretário-geral do SIM, dá conta de uma situação de “desespero” no hospital, que serve uma população de cerca de 600 mil pessoas — “cem mil delas sem médico de família, 30 mil na Amadora, 70 mil no concelho de Sintra”.

“Há mais de um ano que os médicos do serviço de Anestesiologia alertam o Conselho de Administração para a situação, escrevendo inclusivamente cartas de limitação de responsabilidade. Nos últimos três anos saíram sete pessoas e não foi contratada nenhuma, o Conselho de Administração não consegue sequer fixar os internos. É impossível aguentar mais tempo”.

Numa altura em que a “grande maioria dos anestesiologistas” do Hospital Fernando da Fonseca já ultrapassou ou está prestes a ultrapassar o máximo legal anual de 150 horas de trabalho suplementar, os médicos partem para a greve aos serviços programados. Ainda assim, os serviços mínimos destacados para a Urgência vão contar com mais médicos anestesistas do que aquilo que é habitual no dia-a-dia do hospital.

“Vamos escalar quatro de dia e três de noite, a maior parte das vezes estão três de dia, um dos quais interno, e dois de noite, um dos quais interno. O número recomendado é seis”, explica Jorge Roque Cunha.

Outra das queixas do SIM é a colocação de médicos internos como segundos ou terceiros elementos das equipas de serviço às urgências: “Colocar um médico ainda em formação com a responsabilidade de ser o segundo ou terceiro elemento numa urgência complexa como a do HFF, é intolerável e coloca em risco o percurso formativo que os médicos internos devem ter”.

A administração do HFF garante que todos os internos são acompanhados e lamenta a falta de especialistas no hospital, que assegura uma média de 82 cirurgias em 12 salas de bloco mais 12 partos por dia.

“Ainda agora, em abril, lançámos um concurso para anestesistas, em serviço contratado, que veio vazio, ninguém se candidatou. O problema da anestesia está longe de ser uma questão particular do Hospital Fernando Fonseca. É antes, uma questão nacional — com notória escassez de especialistas naquela área”.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …