O INEM esqueceu-se do Hospital de São José

2

Estela Silva / Lusa

As críticas ao funcionamento do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) continuam e agora, porque numa simulação de acidente, o Hospital de São José, em Lisboa, ficou esquecido e horas à espera das pretensas vítimas, devido a uma falha durante o exercício.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O simulacro foi realizado no passado dia 24 de Maio, revela o Expresso, que salienta que o exercício “consistia no envio de meios para um acidente com várias vítimas de trauma no aeroporto de Lisboa”.

O objectivo era colocar os profissionais do INEM a actuarem no terreno, deslocando os supostos feridos para os Hospitais de Santa Maria, de São José e de São Francisco Xavier.

Mas no caso do São José, estava previsto que o hospital, em vez de figurantes a passar por feridos, recebesse apenas o alerta para accionar os procedimentos típicos para assistência às supostas vítimas.

Só que esse alerta não chegou, e os médicos do São José ficaram à espera durante várias horas. O exercício só prosseguiu no São José depois de os médicos do hospital terem ligado ao INEM, perante a demora e a falta de qualquer comunicação.

O INEM esqueceu-se da equipa do hospital no coração de Lisboa”, salienta o Expresso. A situação mereceu críticas dos profissionais da unidade hospitalar, junto dos quais reacendeu preocupações com o funcionamento do INEM.

“Em função das duas modalidades de participação, foi dada prioridade ao encaminhamento dos feridos reais, neste caso simulados, para os hospitais de Santa Maria e de São Francisco Xavier, tendo a informação que seria destinada ao Hospital de São José sido enviada, efectivamente, mais tarde do que o previsto“, aponta uma fonte do INEM.

  ZAP //

2 Comments

  1. Analisam o erro e aprendem a não o cometer em situação real. Na próxima época de fogos vai tudo correr bem, pois analisaram os erros e não acontecerão novamente. Depois vem o Pai Natal.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.