GP de Portugal. Há 14 casos de covid-19 em equipas de Fórmula 1

Jorge Guerrero / EPA POOL

Em conferência de imprensa, a Proteção Civil do Algarve revelou que foram identificados 14 casos de covid-19 entre pilotos e staff de equipas da Fórmula 1 que estiveram em Portimão.

Foram identificados 14 casos de covid-19 entre elementos de equipas da Fórmula 1 que estiveram presentes em Portugal, no Autódromo Internacional do Algarve, para o GP de Portugal. A informação foi avançada em conferência de imprensa pela Proteção Civil algarvia.

Ainda não há qualquer tipo de confirmação oficial por nenhuma das equipas de Fórmula 1 que participaram no GP.

A Fórmula 1 regressou a Portugal no último fim de semana, embora a ação dentro da pista tenha sido ofuscada pela polémica fora dela. O excesso de espetadores, que nem sempre usavam máscara, gerou polémica nos últimos dias.

Depois do Grande Prémio, administrador do Autódromo, Paulo Pinheiro, fez um balanço positivo da competição.

“Correu muito bem. Pilotos, equipas e FIA elogiaram a prova. A parte do público, não sendo perfeita, porque se tratou do primeiro evento desta dimensão em Portugal em tempo de pandemia, também foi boa. As pessoas, na generalidade, foram corretas, todas de máscara nas bancadas, com distanciamento entre si”, disse.

“Quando estamos a avaliar um evento com esta dimensão, só me falam do público… E a verdade é que, no geral, o comportamento foi correto. Não podemos fazer avaliações pelas imagens que apareceram nas redes sociais. Se são de lado, parece que as pessoas estão aglomeradas, quando existe espaço entre elas (…) Quando a DGS definiu o limite máximo de 27.500 pessoas, já tínhamos vendido os bilhetes e algumas bancadas tinham mais do que o permitido, então decidimos recolocar algumas na bancada central para cumprir as regras”, acrescentou, citado pelo Observador.

As autoridades regionais acrescentaram ainda que foram registados outros 15 casos positivos na equipa de Sub-23 do Portimonense, antes e depois do jogo na Madeira com o Marítimo.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.