Governo vai dar bónus a quem tenha mais de 40 anos de descontos

Enquanto o fator de penalização nas reformas antecipadas aumenta dos 13,02% para os 13,34% no próximo ano, os trabalhadores com carreiras contributivas muito longas – com mais de 40 anos de descontos – vão ser um dos grupos beneficiados com a reforma do sistema de segurança social prevista no programa do novo governo.

De acordo com o Diário de Notícias, com base no documento elaborado pelos socialistas, esta reforma deverá contribuir para prolongar a vida ativa e obedece às recomendações da OCDE de que os países devem travar as saídas antecipadas para a reforma. O regresso desta medida, congelada desde 2012, ajuda a beneficiar os “contribuintes com carreiras contributivas muito longas”.

O documento, discutido esta semana na Assembleia da República, defende que a melhoria da sustentabilidade da Segurança Social “deve ter em consideração a idade da reforma e a esperança média de vida”, assim como “a taxa de substituição do rendimento” ou a evolução demográfica.

Atualmente é possível receber a reforma sem penalizações aos 66 anos de idade e pelo menos 15 anos de descontos. O valor máximo de pensão – correspondente ao que ganhou enquanto trabalhou – é atribuído quando o contribuinte conta com 66 anos de idade e 40 anos de descontos.

As regras de cálculo das pensões já atribuídas a título definitivo não vão sofrer alterações, mas a reforma da Segurança Social também envolverá a reavaliação do fator de sustentabilidade. Este fator, mudado em 2014, determina a idade legal de acesso à reforma e, consequentemente, as penalizações aplicadas a quem opte pela reforma antecipada.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • isto é uma palhaçada, o governo tem que por a trabalhar os jovens desempregados em lugar de os ter no desemprego e por as reformas sem penalizações aos 62 Anos como em vários países da Europa. andam as pessoas a trabalhar e a descontar 45 e cinquenta anos e o governo nada tem que se meter na caixa nacional de pensões, e não estar a ir buscar lá dinheiro para outros fins, eu desafio o governo para um referendo e verá que a maioria das pessoas deitará a favor de reformas para todos aos 62 anos, e acabam-se os desemprego.
      Agora o estado desde á uns anos para cá não faz mais nada que ir buscar o nosso dinheiro á caixa nacional de pensões e mete-o nos seus bolsos, antigamente não era assim, e o povo tem que sair para a rua e lutar para mudar isto.

  1. Vão dar descontos aos mortos e a aqueles que tiveram a sorte de arranjar um trabalho a termo certo enquanto eram novos. A não ser que aqueles que trabalhem a termo incerto consigam chegar aos 90-100 anos para gozar esse $.

RESPONDER

Vírus gigantes nas águas da Índia podem resolver mistério evolutivo

Uma equipa liderada por cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia em Bombaim descobriu mais de 20 novos vírus nas águas da cidade, incluindo versões gigantes destes agentes biológicos que podem ajudar a desvendar questões importantes …

Sondagens dão maioria pró-UE no Parlamento Europeu (mas eurocéticos crescem)

As sondagens para o Parlamento Europeu apontam para uma maioria de partidos pró-União Europeia (UE), apesar de os partidos eurocéticos ganharem terreno em relação à composição que resultou das eleições de 2014. Entre os 751 assentos …

A ciência por detrás de um bom chocolate foi finalmente revelada

O melhor chocolate é uma mistura complexa de ciência e o truque não é novo: esta técnica de mistura tem mais de 140 anos. Uma equipa de cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, Reino Unido, …

Cristiano Ronaldo eleito o melhor da liga italiana

Cristiano Ronaldo foi o melhor jogador da Liga Italiana 2018/19. A distinção foi anunciada neste sábado, com a Série A a explicar que a escolha foi feita com base em cálculos dos sites Opta Sports, …

Europeias: PS quer fazer o mesmo na Europa, PSD lembra cataplana de Costa e BE pede para não ficar em casa

No dia em que ficou decidido quem seria o campeão nacional de futebol deste ano, a campanha eleitoral para as europeias abrandou, com os partidos a terminarem as iniciativas pelo final da tarde. O cabeça de …

Descobertas inscrições neolíticas com símbolos da realeza egípcia

Uma missão arqueológica do Ministério de Antiguidades de Egito descobriu perto da cidade de Assuão, no sul do país, as primeiras inscrições reais que remontam ao período neolítico. Este período começou há 12 mil anos e …

Já sabemos qual é o segredo para superar a inveja

De acordo com uma investigação recente, temos mais inveja da experiência de uma determinada pessoa antes de ter acontecido do que depois de já ter passado. O segredo está no tempo. Pesquisas anteriores mostraram que os …

Holanda é a vencedora da 64.ª edição da Eurovisão

A Holanda, que venceu pela última vez há 44 anos, foi o país que obteve maior pontuação (492 pontos), atribuída pelos espetadores de cada país e pelos júris nacionais dos 41 países que participaram na …

Primavera em Plutão: uma análise ao longo de 30 anos

Sempre que passa em frente de uma estrela, Plutão fornece informações preciosas sobre a sua atmosfera, preciosas porque as ocultações de Plutão são raras.  A investigação realizada por investigadores do Observatório de Paris, ao longo …

Os carros voadores podem fazer parte do transporte público de Paris em 5 anos

A operadora de transportes públicos RATP, que administra os serviços de autocarros, elétricos e metros em Paris, anunciou a sua parceria com a companhia aérea europeia Airbus para "estudar a viabilidade" de incorporar veículos voadores …