Governo vai dar bónus a quem tenha mais de 40 anos de descontos

Enquanto o fator de penalização nas reformas antecipadas aumenta dos 13,02% para os 13,34% no próximo ano, os trabalhadores com carreiras contributivas muito longas – com mais de 40 anos de descontos – vão ser um dos grupos beneficiados com a reforma do sistema de segurança social prevista no programa do novo governo.

De acordo com o Diário de Notícias, com base no documento elaborado pelos socialistas, esta reforma deverá contribuir para prolongar a vida ativa e obedece às recomendações da OCDE de que os países devem travar as saídas antecipadas para a reforma. O regresso desta medida, congelada desde 2012, ajuda a beneficiar os “contribuintes com carreiras contributivas muito longas”.

O documento, discutido esta semana na Assembleia da República, defende que a melhoria da sustentabilidade da Segurança Social “deve ter em consideração a idade da reforma e a esperança média de vida”, assim como “a taxa de substituição do rendimento” ou a evolução demográfica.

Atualmente é possível receber a reforma sem penalizações aos 66 anos de idade e pelo menos 15 anos de descontos. O valor máximo de pensão – correspondente ao que ganhou enquanto trabalhou – é atribuído quando o contribuinte conta com 66 anos de idade e 40 anos de descontos.

As regras de cálculo das pensões já atribuídas a título definitivo não vão sofrer alterações, mas a reforma da Segurança Social também envolverá a reavaliação do fator de sustentabilidade. Este fator, mudado em 2014, determina a idade legal de acesso à reforma e, consequentemente, as penalizações aplicadas a quem opte pela reforma antecipada.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • isto é uma palhaçada, o governo tem que por a trabalhar os jovens desempregados em lugar de os ter no desemprego e por as reformas sem penalizações aos 62 Anos como em vários países da Europa. andam as pessoas a trabalhar e a descontar 45 e cinquenta anos e o governo nada tem que se meter na caixa nacional de pensões, e não estar a ir buscar lá dinheiro para outros fins, eu desafio o governo para um referendo e verá que a maioria das pessoas deitará a favor de reformas para todos aos 62 anos, e acabam-se os desemprego.
      Agora o estado desde á uns anos para cá não faz mais nada que ir buscar o nosso dinheiro á caixa nacional de pensões e mete-o nos seus bolsos, antigamente não era assim, e o povo tem que sair para a rua e lutar para mudar isto.

  1. Vão dar descontos aos mortos e a aqueles que tiveram a sorte de arranjar um trabalho a termo certo enquanto eram novos. A não ser que aqueles que trabalhem a termo incerto consigam chegar aos 90-100 anos para gozar esse $.

RESPONDER

Parlamento espanhol chumba investidura de Pedro Sánchez como primeiro-ministro

Pedro Sánchez precisava do voto de 176 dos 350 deputados, mas só teve o sim da própria bancada parlamentar. Agora tem até quinta-feira para fechar um acordo com o Podemos. O Congresso dos Deputados espanhol (parlamento) …

China não deu ouvidos aos EUA e recebeu milhões de barris de petróleo do Irão

Apesar de os EUA terem imposto sanções a todos os países que comprem petróleo ao Irão, há uma nação que parece não ter dado ouvidos à Casa Branca. Há petroleiros iranianos a descarregar milhões de barris …

"Não se pode brincar com a saúde". Costa em rota de colisão com Ordem dos Médicos

Está o caldo entornado entre o primeiro-ministro e a Ordem dos Médicos (OM). A organização profissional reage com "estranheza" e muitas críticas às palavras de António Costa que acusou a OM de restringir a concorrência e …

O salário médio de um português compra 645 litros de gasolina. O espanhol compra o dobro

Com um salário médio, é possível comprar 645 litros de gasolina em Portugal, bastante menos do que podem comprar os habitantes dos países vizinhos nas mesmas condições, mostra um relatório desenvolvido pelo Picodi. De acordo com …

Helis de combate a incêndios em terra por falta de inspecção. A culpa é da burocracia

Há helicópteros de combate a incêndios impedidos de voar devido à falta de inspecção. Uma situação polémica que surge numa altura em que os fogos regressaram em força a Portugal e que é culpa da …

Trump garante que ganharia a guerra com o Afeganistão numa semana. "O país desaparecia em 10 dias”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, garantiu esta segunda-feira, na Casa Branca, que ganharia a guerra com o Afeganistão, que dura desde 2001, em apenas "uma semana". "Poderia vencer essa guerra numa semana. Só …

Pedrógão. Misericórdias juntam-se a processo sobre reconstrução de casas

A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) vai ser assistente no processo crime sobre as irregularidades na reconstrução de casas em Pedrógão Grande. O Ministério Público alega que várias entidades foram enganadas por autarcas. Há sensivelmente um …

Oficial: Carrillo deixa Benfica e assina por quatro épocas com Al Hilal

O futebolista internacional peruano, que estava vinculado ao Benfica, foi contratado pelo Al Hilal para as próximas quatro épocas. "O contrato de Andre Carrilo é de quatro anos. A assinatura decorreu no local de estágio da …

Temperaturas de 37ºC, trovoadas e granizo deixam alguns concelhos sob aviso

Os distritos de Bragança, Guarda e Vila Real estão, esta terça-feira, sob aviso laranja devido à previsão de aguaceiros, trovoada e granizo. Segundo a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Norte …

Espanha em risco de novas eleições. Sánchez falha acordo para formar Governo

Os planos de Pedro Sánchez para formar governo parecem estar a desmoronar-se. O PSOE ainda não chegou a acordo com o Unidas Podemos e a abstenção do PP e do Ciudadanos parece longe de se …