Governo vai dar bónus a quem tenha mais de 40 anos de descontos

Enquanto o fator de penalização nas reformas antecipadas aumenta dos 13,02% para os 13,34% no próximo ano, os trabalhadores com carreiras contributivas muito longas – com mais de 40 anos de descontos – vão ser um dos grupos beneficiados com a reforma do sistema de segurança social prevista no programa do novo governo.

De acordo com o Diário de Notícias, com base no documento elaborado pelos socialistas, esta reforma deverá contribuir para prolongar a vida ativa e obedece às recomendações da OCDE de que os países devem travar as saídas antecipadas para a reforma. O regresso desta medida, congelada desde 2012, ajuda a beneficiar os “contribuintes com carreiras contributivas muito longas”.

O documento, discutido esta semana na Assembleia da República, defende que a melhoria da sustentabilidade da Segurança Social “deve ter em consideração a idade da reforma e a esperança média de vida”, assim como “a taxa de substituição do rendimento” ou a evolução demográfica.

Atualmente é possível receber a reforma sem penalizações aos 66 anos de idade e pelo menos 15 anos de descontos. O valor máximo de pensão – correspondente ao que ganhou enquanto trabalhou – é atribuído quando o contribuinte conta com 66 anos de idade e 40 anos de descontos.

As regras de cálculo das pensões já atribuídas a título definitivo não vão sofrer alterações, mas a reforma da Segurança Social também envolverá a reavaliação do fator de sustentabilidade. Este fator, mudado em 2014, determina a idade legal de acesso à reforma e, consequentemente, as penalizações aplicadas a quem opte pela reforma antecipada.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • isto é uma palhaçada, o governo tem que por a trabalhar os jovens desempregados em lugar de os ter no desemprego e por as reformas sem penalizações aos 62 Anos como em vários países da Europa. andam as pessoas a trabalhar e a descontar 45 e cinquenta anos e o governo nada tem que se meter na caixa nacional de pensões, e não estar a ir buscar lá dinheiro para outros fins, eu desafio o governo para um referendo e verá que a maioria das pessoas deitará a favor de reformas para todos aos 62 anos, e acabam-se os desemprego.
      Agora o estado desde á uns anos para cá não faz mais nada que ir buscar o nosso dinheiro á caixa nacional de pensões e mete-o nos seus bolsos, antigamente não era assim, e o povo tem que sair para a rua e lutar para mudar isto.

  1. Vão dar descontos aos mortos e a aqueles que tiveram a sorte de arranjar um trabalho a termo certo enquanto eram novos. A não ser que aqueles que trabalhem a termo incerto consigam chegar aos 90-100 anos para gozar esse $.

Responder a TU Cancelar resposta

Billie Eilish foi a grande vencedora dos Grammy em noite de homenagem a Kobe

A cantora norte-americana venceu as quatro categorias principais dos Prémios Grammy: Álbum do Ano, Gravação do Ano, Canção do Ano e Artista Revelação. Aquela que deveria ser uma noite de festa, no Staples Center, em Los Angeles, …

Kobe Bryant. Revelado o áudio entre o helicóptero e a torre de controlo

Ainda antes da queda do helicóptero em que viajava Kobe Bryant, ouve-se o controlador aéreo avisar que a aeronave viajava a uma altitude abaixo do recomendado para aquela zona. Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de …

Arménio Carlos: Governo frustrou trabalhadores e foi penalizado

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, acusou o Governo socialista de ter frustrado as expectativas dos trabalhadores, não resolvendo os seus principais problemas, e, em resposta, foi penalizado nas últimas eleições legislativas, não alcançando a …

Coronavírus: Centro europeu apela a "medidas rigorosas" na UE após casos detetados em França

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças pediu hoje aos Estados-membros da União Europeia (UE) que adotem "medidas rigorosas e oportunas" para controlo do novo coronavírus chinês na região, após a confirmação de …

Auschwitz: É preciso "recordar este período negro da História da Humanidade e assegurar que não se repete"

O Governo português recorda esta segunda-feira em comunicado as vítimas do Holocausto no dia que se assinala a libertação pelas tropas aliadas do campo de concentração nazi de Auschwitz-Birkenau, localizado na Polónia, durante a II …

"É completamente possível" Bulgária aderir ao euro em 2023

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), a búlgara Kristalina Georgieva, afirmou que é "completamente possível" o seu país aderir à zona euro em 2023, depois de conversas com o Banco Central Europeu (BCE). O objetivo …

Ana Gomes critica "dois pesos e duas medidas" da justiça em relação a Rui Pinto

A ex-eurodeputada Ana Gomes criticou esta segunda-feira os "dois pesos e duas medidas" da justiça portuguesa em relação a Rui Pinto, a fonte dos documentos que levaram à investigação 'Luanda Leaks', exigindo que o 'hacker' …

Função Pública ganha 46% acima da média

Em abril de 2019, o ganho mensal médio dos trabalhadores da Função Pública era de 1.730,80, valor 45,68% acima da média da totalidade dos portugueses, cujo rendimento estava fixado nos 1.188,10 euros no mesmo mês.  Os número …

Primeiro-ministro esloveno demite-se e pede eleições antecipadas

O primeiro-ministro da Eslovénia anunciou de surpresa, esta segunda-feira, a sua demissão, acabando com um Governo minoritário, com cinco partidos, que geria o país desde 2018. "Com os atuais membros do Parlamento e esta coligação não …

Abstenção no OE2020. Deputados do PSD/Madeira alvo de processo disciplinar

Os três deputados do PSD/Madeira que se abstiveram na votação do Orçamento do Estado para 2020 na generalidade vão ser alvo de um processo disciplinar, avança o jornal Público esta segunda-feira. Sara Madruga da Costa, …