O Governo não aceita lições de companhias estrangeiras, diz Pedro Nuno Santos

Nuno Fox / Lusa

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, reafirmou que a Ryanair está a “procurar aproveitar uma situação difícil causada por uma pandemia para atacar um conjunto de companhias europeias de importância central para vários Estados-Membros”.

Segundo o ministro, citado esta quarta-feira pelo Observador, a Ryanair “não deve esperar do Ministério das Infraestruturas e da Habitação uma atitude de cooperação ou sequer de indiferença” perante o que qualifica de “sistemáticos atos hostis de ataque à TAP”.

Pedro Nuno Santos reuniu-se esta quarta-feira com o presidente da Ryanair, Michael O’ Leary, que, por sua vez, rejeitou a acusação de estar a promover uma guerra comercial contra a TAP e outras companhias. De acordo com um comunicado entretanto divulgado, o ministro afirmou que o Governo português “não aceita intromissões nem lições de uma companhia aérea estrangeira que responde apenas perante os seus acionistas”.



Em nota sobre a mesma reunião, a Ryanair reconheceu que Portugal tem o direito de investir na TAP, mas lamenta que os três mil milhões de euros dos contribuintes estejam a ser desviados de investimentos em escolas e hospitais para subsidiar uma companhia que descreve como “falhada” e com “preços altos”.

Apesar de considerar que o investimento da Ryanair em Portugal “é bem-vindo”, o ministro destacou que a “empresa só está em Portugal porque isso lhe é financeiramente favorável. É uma questão de lucro e não um “favor” ao Estado português ou aos portugueses. A Ryanair só vem para Portugal porque é do seu interesse”.

O’Leary, citado pelo Público, negou ainda que a Ryanair pratique “dumping social”, dizendo que são praticados “salários elevados” e que não é verdade que a empresa é subsidiada pelo Estado português para voar para o Porto, Faro e Açores. Reiterou que se devia avançar com o aeroporto no Montijo para haver mais passageiros e postos de trabalho.

As declarações de ambos surgem na sequência da decisão do Tribunal Geral de Justiça Europeu, que aceitou a queixa da Ryanair, anulando a ajuda de 1.200 milhões de euros dada em 2020 à TAP, com efeitos suspensos até a Comissão Europeia poder fundamentar a aprovação deste auxílio do Estado.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. Pagar para manter um elefante branco que sempre deu prejuízo é manter o problema e daqui a 1 ano teremos que abonar mais dinheiro a esta empresa de politicos.
    O zé povinho não entende como a empresa do estado é gerida por gente que nunca deu um prego na vida.
    Se o dinheiro fosse do ministro de certeza que aceitaria lições.
    Se a justiça funcionasse, apostava que o ministro teria mais cuidado com aquilo que diz e seria mais rogoroso.

  2. O nacionalismo e destaque.
    Este homem quer tornar-se lider do PS. Salva-se quem puder!
    Mais valia integrar a TAP nas Forças Armadas Portuguesas: O TAPFAP ou Faptap

  3. Ou seja, uma companhia falida, estatizada e inútil é considerada “de bandeira”, outra empresa que de facto é responsável pelo transporte massivo de turistas para Portugal só interessa aos seus acionistas!? Este ministro, ideologicamente doente vai custar muitos biliões ao erário publico, por isso já devia ter sido afastado há muito tempo. Meter aprendizes de feiticeiro trauliteiros, ignorantes e utópicos a gerir biliões de euros e o destino de grandes empresas, não é ideia com asas para voar…

  4. O espaço que se segue é da inteira responsabilidade de um ministro muito atrás no seu tempo… kkkk quero dizer, muito á frente no seu tempo: “esses malvados capitalistas, a quem a Covid não faz moça… A TrAP que se fartou de sofrer com a Covid… Se não fosse a Covid a TrAP era a melhor do mundo e até da Europa!! Quem é a raienher…? ainda queria ver a reienher a sofrer com a Covid…Nós não aceitamos lições de quem sabe gerir empresas… Se ainda fossem lições de Karl Marx… Ah… Que saudades dos tempos em que adormecia com o Kapital debaixo do travesseiro…”

  5. O problema é que este idiota não responde aos acionistas da TAP, que é o estado, somos todos nós que lá estamos a meter o dinheiro dos nossos impostos. Se trabalhasse assim para uma qualquer empresa privada já tinha ido para o olho da rua, mas como sempre viveu a nossa custa…. Enfim, políticos…

  6. A não ser que sejam companhias chinesas a querer comprar Portugal, os seus recursos e empresas estratégicas. Aí o caso já muda de figura, desde que entrem uns milhoezitos numa offshore.

  7. Nunca viajarei nessa companhia. O ministro teve uma resposta muito digna, e tem estado a fazer um esforço notável para salvar a TAP, companhia tão importante para os interesses de Portugal. Haverá quem vá na conversa….certamente, ficamos a saber!

    • Sr. Vitor Boavida, não entendo em que medida a TAP é tão importante para os interesses de Portugal… Pode explicar melhor?

  8. “O Governo não aceita lições”, ponto. É por isso que é tão bom.
    Pior que aliar a Arrogância à Estupidez, só dar-lhe Poder… 🙁

RESPONDER

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …