Governo já manifestou interesse em comprar “quantidades adequadas” de futura vacina contra a covid-19

António Cotrim / Lusa

O Governo português já manifestou interesse em adquirir doses de uma eventual vacina contra o novo coronavírus, mas apenas quando estiver disponível, informou esta segunda-feira a ministra da Saúde, alertando que é prematuro ter mais do que expectativas.

“Já sinalizámos o nosso interesse em adquirir para o nosso país quantidades adequadas a uma eventual vacinação nos critérios que venham a ser definidos quando uma nova vacina vier a aparecer”, afirmou Marta Temido, durante a habitual conferência de imprensa sobre a pandemia da covid-19 em Portugal.

Questionada sobre a decisão do Governo britânico que anunciou esta segunda-feira a compra de 90 milhões de doses de vacinas em desenvolvimento na Alemanha e França, a ministra considerou que ainda é cedo para avaliar o sucesso dos projetos em curso.

“O Governo português tem procurado estar presente em todos os processos, acompanhar todas estas possibilidade, mas é ainda prematuro ter mais do que expectativas relativamente ao seu sucesso”, sublinhou a governante.

Marta Temido referiu ainda que, no contexto de uma reunião com os seus homólogos da União Europeia, na quinta-feira, foi possível acompanhar os desenvolvimentos de várias propostas.

O Governo britânico assinou um “acordo vinculativo” com o consórcio da alemã BioNTech e a farmacêutica norte-americana Pfizer e um acordo de princípio para 60 milhões de doses com a francesa Valneva, depois de já ter anunciado antes a compra de 100 milhões de doses de uma vacina em desenvolvimento pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford.

Entretanto, a Rússia anunciou esta segunda-feira ter concluído com “êxito” a fase de provas clínicas de uma vacina contra o covid-19 que foram realizadas em conjunto com o Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya.

Entretanto, e também nesta segunda-feira, cientistas da Universidade de Oxford afirmam que os resultados preliminares de testes a uma vacina contra a covid-19 mostraram que provocou uma resposta imunitária em centenas de pessoas.

Após testes com cerca de mil voluntários iniciados em abril, os cientistas disseram que a vacina produziu uma resposta imune dupla em pessoas com idades entre os 18 e 55 anos, que duraram pelo menos dois meses, refere o artigo publicado na revista Lancet.

“Estamos a observar uma boa resposta imunológica em quase todas as pessoas. O que essa vacina faz particularmente bem é acionar as duas vias do sistema imunológico”, disse Adrian Hill, diretor do Instituto Jenner da Universidade de Oxford, num comunicado.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 606 mil mortos e infetou mais de 14,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. Em Portugal, morreram 1.691 pessoas das 48.771 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Não temos condições de avançar". Calamidade prorrogada, Portugal recua no desconfinamento

Portugal vai travar o processo de desconfinamento em todo o território nacional, anunciou hoje o Governo em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros desta quinta-feira. O conselho de ministros aprovou a prorrogação a …

Portugal com duas mortes, 1.556 casos e menos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas duas mortes associadas à covid-19, 1.556 novos casos de infeções confirmadas, a maioria em Lisboa e Vale do Tejo, uma diminuição nos internamentos em enfermaria e um aumento nos …

Cristiano sai? Juventus tem sete alternativas

Juventus já terá uma lista restrita de possíveis reforços, caso o português deixe Turim durante este verão. Cristiano Ronaldo pode não voltar a jogar pela Juventus e, por isso, o clube de Turim já estuda alternativas …

UNESCO recomenda incluir Veneza na lista de património mundial em perigo

A UNESCO publicou estas recomendações a um mês da próxima sessão do seu comité de património mundial, que se vai realizar na China, de 16 a 31 de julho. Em Veneza, o impacto do turismo de …

No One Britain One Nation Day, (quase) todas as crianças britânicas vão cantar uma canção patriótica

O Governo britânico está a encorajar todas as crianças em idade escolar a cantar uma música patriótica, muito criticada nas redes sociais. O Departamento de Educação do Reino Unido quer que as escolas participem no One …

Descoberta a causa da extinção em massa mais severa dos últimos 540 milhões de anos

A extinção em massa mais dramática nos últimos 540 milhões de anos eliminou mais de 90% das espécies marinhas e 75% das espécies terrestres da Terra. Mas qual foi a sua causa? Embora os cientistas tenham …

Este robô pode salvar agricultores de um inesperado assassino

O Grain Weevil é um robô criado por estudantes de engenharia que pode salvar a vida de de agricultores e dos seus familiares de um assassino inesperado: cereais. Se os agricultores não gerirem ativamente os seus …

Ferro Rodrigues arrasado por pedir deslocação "massiva" de portugueses a Sevilha para apoiar Selecção

Numa altura em que o Governo se prepara para anunciar um travão no desconfinamento devido ao aumento de casos de covid-19, Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, é duramente criticado por ter apelado à …

Certificado digital vai permitir livre circulação em todo o país

O Certificado digital Covid-19 da União Europeia vai também servir de "passaporte" em todo o país para cidadãos em determinadas situações, prevê o decreto-lei que o governo vai apresentar esta quinta-feira. Segundo apurou o jornal Público, …

covid, Lisboa

Travão no desconfinamento em todo o país. Porto à beira do alerta e Lisboa pode recuar 2 meses

Os números da pandemia de covid-19 "continuam a aumentar", reconhece Marta Temido numa altura em que o Governo deverá anunciar o travão no desconfinamento em todo o país. Mas a situação em Lisboa é mais …