Governo dá tolerância de ponto no Carnaval

Flou-Net / Flickr

O Governo decidiu dar tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval, no próximo dia 28 de fevereiro, aos trabalhadores da Função Pública, refere um despacho assinado pelo primeiro-ministro.

Segundo o despacho a que a Lusa teve acesso esta terça-feira, o Governo justifica que “embora a terça-feira de Carnaval não conste da lista de feriados obrigatórios”, existe em Portugal “uma tradição consolidada de organização de festas neste período”.

Desta forma, prossegue o Governo, é concedida “tolerância de ponto aos trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado, sejam eles centrais ou desconcentrados, e nos institutos públicos, no dia 28 de fevereiro de 2017”.

A proposta para que o dia de Carnaval fosse feriado nacional deu entrada na Assembleia em novembro de 2015 mas a discussão acabou por ser adiada devido à reposição dos feriados obrigatórios.

O tema voltou no início de janeiro, com propostas dos Verdes e do PAN, que acabaram por ser chumbadas no Parlamento, com votos contra do PS, PSD e CDS-PP.

“A tolerância de ponto que Governo e administração pública a nível local é suficiente para valorizar esta festividade. Em matéria de feriados, o PS já fez o que lhe competia, repondo quatro feriados que o PSD retirou aos portugueses”, advogou, na altura, o socialista Luís Soares.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde,

    O assunto sobre o eventual feriado no dia de Carnaval foi no inicio do ano levado ao parlamento tendo o PS informado que dá tolerância de ponto e assim sendo não era necessário declarar feriado. Parece-me que o PS e o Governo esquecem que tolerância de ponto é feriado ou tolerância de ponto no sector privado.
    Assim sendo “uns são filhos da mãe” e “outros são filhos da Pxxx”.
    Concordo que, se o estado do pais o permite, se alivie a carga fiscal e se reponha as regalias retiradas mas ao que se vê é tudo para o público e o privado nada…

    Uma vez mais se constata que vai ser o privado “a pagar as regalias” que se está a dar ao sector publico.

    Bem hajam …. que certamente não tem o meu voto nas próximas eleições..

  2. Realmente vivemos num pais que parecem dois totalmente distintos. Feriados e tolerâncias de ponto mas só para alguns. Regalias e mais regalias!

  3. Tolerância de ponto já eu tive em 1969! Nos tempos do fascismo! Não se calam com isso e até parece que ele está a dar alguma coisa que não existisse há mais de 50 anos. Aos que se queixam que no privado não têm eu respondo que se o fascismo ainda existisse hoje, se calhar também já tinham. Naquele tempo não havia tanto gatuno, chupista, vadio e gente sem trabalhar e a ganhar brutos ordenados como hoje!!

    • mais um individuo que toda a vida esteve no funcionalismo publico. experimente sair para o privado para começar a perceber a realidade. melhor ainda no privado está sempre a meio caminho do desemprego e o final do mês pode ser uma incógnita quer para receber o ordenado (sim porque há patrões que não pagam) quer para receber a carta de despedimento (sim porque também podem ser despedidos). Não ter estes dois cenários sempre presentes só mesmo na função publica. será que isto é que se chama fascismo?!?! não compreendo essa palavra.

    • Então em 1969 não havia tanto “gatuno chupista” e o povo tinha muito menos do que o que tem hoje?!
      Deves andar muito distraído…
      Coitado de quem, em pleno 2017 ainda vive na ignorância e não sabe que nesse tempo o pais estava entregue a meia-dúzia de famílias que dispunham de tudo e todos!

RESPONDER

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …

Crise poderá levar a Juve a vender Ronaldo por 70 milhões

A crise financeira causada pela pandemia de covid-19 poderá "obrigar" a Juventus a vender Cristiano Ronaldo por 70 milhões de euros, avança a imprensa italiana, frisando que existem mais dois cenários em cima da mesa. O …

Pavilhão Rosa Mota transformado em "Hospital de Missão" com 300 camas

O Pavilhão Rosa Mota, no Porto, entrará, na próxima semana, em funcionamento como “Hospital de Missão” e, com 300 camas, servirá para acolher doentes com poucos sintomas de covid-19 ou até assintomáticos sem “retaguarda familiar”. “Trata-se …

Maduro acusa EUA de provocarem "perigoso momento de tensão" no continente

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, enviou na segunda-feira uma carta aos governantes internacionais, alertando que os Estados Unidos (EUA), ao oferecerem uma recompensa por informações que levem à sua detenção, conduzem a "um perigoso …

Prestações ao banco vão subir para quem recorrer à moratória

As prestações dos créditos à habitação vão subir para empresas e clientes particulares que pedirem a sua suspensão no âmbito da moratória criada pelo Governo. Os juros vencidos durante os seis meses da moratória serão …

BE e PCP querem isenção do pagamento de propinas durante estado de emergência

O Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português consideram que os alunos do Ensino Superior devem ficar isentos do pagamento de propinas durante o estado de emergência. Tanto o BE como o PCP sempre defenderam …

Menina de 12 anos morre na Bélgica vítima da covid-19

Uma menina de 12 anos morreu esta segunda-feira na Bélgica devido à pandemia de covid-19, anunciaram esta terça-feira as autoridades de saúde deste país. "É um caso muito raro, mas que nos afeta muito, é um …

"Bomba" de Graça Freitas rebentou-lhe nas mãos. Governo rejeita cerco sanitário ao Porto

O Secretário de Estado da Saúde, António Sales, rejeitou, nesta terça-feira, a possibilidade de impor um cerco sanitário ao Porto. Esta hipótese foi avançada pela directora-geral da Saúde, Graça Freitas, e foi fortemente criticada por …

Novo máximo diário. Covid-19 mata mais 849 pessoas em Espanha

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 849 mortos com o novo coronavírus, um novo recorde de falecidos num só dia, elevando o balanço total para 8189. Os números do Ministério da Saúde espanhol revelam ainda um …