Google tinha telefone de PNR como contacto do SOS Racismo. Associação apresenta queixa

Manuel de Almeida / Lusa

O número de telefone do PNR apareceu no Google como sendo o contacto da SOS Racismo, denunciou este domingo a associação, adiantando que já pediu explicações à empresa e que vai apresentar queixa ao Ministério Público.

O erro foi reportado à SOS Racismo por uma mulher que tentou, durante várias semanas, contactar a associação, mas cujas chamadas telefónicas iam sendo atendidas por pessoas do ultranacionalista Partido Nacional Renovador, de extrema-direita.

“Uma senhora encontrou-se com um dos elementos do SOS e questionou o facto de não conseguir entrar em contacto connosco por telefone. Tinha tentado várias vezes e respondiam-lhe sempre do PNR”, contou o responsável da associação de luta contra o racismo, adiantando que o número em causa tinha sido encontrado através do Google.

“Fomos confirmar e, de facto, colocando a designação SOS Racismo no Google, a informação que aparecia era referente à morada da sede, que estava correta, e depois constava um telemóvel que não é o da associação”, adiantou Nuno Silva.

Uma pesquisa em alguns sites e “na própria página do PNR” levou os dirigentes da associação a confirmar que o número de telemóvel que surgia associado à SOS Racismo “está atribuído a esse partido”.

Esta situação é gravíssima, e a SOS Racismo tudo fará para que a informação verdadeira seja reposta no Google, e para que os responsáveis sejam identificados e punidos”, refere a associação num comunicado divulgado através da rede social Facebook.

COMUNICADO:Número de telemóvel do PNR surge no Google como sendo o contacto telefónico do SOS RacismoFomos alertados…

Publicado por SOS Racismo em Sábado, 30 de novembro de 2019

“Soubemos isto ontem [sábado] ao final do dia, tentámos logo corrigir o número de telemóvel, retirando-o. Durante o dia de hoje temos tentado resolver a questão junto da Google, perguntando se é possível fornecerem-nos os dados de quem é que colocou lá aquele telemóvel”, afirmou à Lusa Nuno Silva, acrescentando que, na segunda-feira, a associação irá formalizar uma queixa ao Ministério Público.

Apesar de a situação já ter sido corrigida, Nuno Silva disse que é preciso perceber o que aconteceu. “Falta perceber como é que aquele telemóvel foi lá parar. Se foi uma brincadeira de mau gosto, se foi intencional, se foi um erro. Vamos ver se a Google nos responde e vamos apresentar queixa no MP para depois fazerem a investigação que entenderem necessária”, explicou.

Entretanto, após a publicação do texto, e com a denúncia de quem percebeu a troca de contactos, a informação já desapareceu do Google.

De acordo com o jornal Público, há pelo menos uma organização “enganada”: numa das newsletters do Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes Serpa/Pias, aparece o número do PNR como sendo da SOS Racismo. A confusão é também feita num ficheiro da Câmara Municipal de Lisboa.

Utilizadores podem sugerir alterações no Google

Os dados fornecidos na ficha de informação apresentada pelo motor de pesquisa são compilados automaticamente através de um algoritmo. No entanto, é também possível a qualquer utilizador fazer uma sugestão de alteração.

O algoritmo da Google encontra informação, como o nome do site, a informação de contacto empresarial, e os perfis nas redes sociais, que está publicamente disponível na Internet. É possível atualizar ou fornecer mais informação sobre o seu site para ter mais alcance nos resultados das pesquisas. Se for confirmado como um representante oficial, é possível atualizar o painel e corrigir a informação que a Google apresenta automaticamente”, explicou a Google ao jornal Público.

Fonte do Google explicou que a empresa dá aos utilizadores “a possibilidade de contribuírem para os produtos e serviços da Google, com o conhecimento local que têm”.

“Utilizadores podem sempre usar a ferramenta ‘sugerir uma edição’ para atualizar as informações de um negócio. De forma geral, permitir que utilizadores façam sugestões ou moderem edições proporciona informações atualizadas e completas, mas reconhecemos que pode haver imprecisões ou más edições sugeridas pelos utilizadores — e, quando isso acontece, fazemos o possível para resolver o problema o mais rápido”, acrescenta a nota.

A mesma fonte esclarece que “empresários ou quem administra organizações podem adicionar ou reivindicar a ficha de empresa para receber um email com notificações sobre mudanças feitas na sua ficha e manterem-se a par de tudo” e que “as notificações podem variar de um negócio marcado como permanentemente fechado, a mudança no endereço, telefone, entre outros”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …