Google tinha telefone de PNR como contacto do SOS Racismo. Associação apresenta queixa

Manuel de Almeida / Lusa

O número de telefone do PNR apareceu no Google como sendo o contacto da SOS Racismo, denunciou este domingo a associação, adiantando que já pediu explicações à empresa e que vai apresentar queixa ao Ministério Público.

O erro foi reportado à SOS Racismo por uma mulher que tentou, durante várias semanas, contactar a associação, mas cujas chamadas telefónicas iam sendo atendidas por pessoas do ultranacionalista Partido Nacional Renovador, de extrema-direita.

“Uma senhora encontrou-se com um dos elementos do SOS e questionou o facto de não conseguir entrar em contacto connosco por telefone. Tinha tentado várias vezes e respondiam-lhe sempre do PNR”, contou o responsável da associação de luta contra o racismo, adiantando que o número em causa tinha sido encontrado através do Google.

“Fomos confirmar e, de facto, colocando a designação SOS Racismo no Google, a informação que aparecia era referente à morada da sede, que estava correta, e depois constava um telemóvel que não é o da associação”, adiantou Nuno Silva.

Uma pesquisa em alguns sites e “na própria página do PNR” levou os dirigentes da associação a confirmar que o número de telemóvel que surgia associado à SOS Racismo “está atribuído a esse partido”.

Esta situação é gravíssima, e a SOS Racismo tudo fará para que a informação verdadeira seja reposta no Google, e para que os responsáveis sejam identificados e punidos”, refere a associação num comunicado divulgado através da rede social Facebook.

COMUNICADO:Número de telemóvel do PNR surge no Google como sendo o contacto telefónico do SOS RacismoFomos alertados…

Publicado por SOS Racismo em Sábado, 30 de novembro de 2019

“Soubemos isto ontem [sábado] ao final do dia, tentámos logo corrigir o número de telemóvel, retirando-o. Durante o dia de hoje temos tentado resolver a questão junto da Google, perguntando se é possível fornecerem-nos os dados de quem é que colocou lá aquele telemóvel”, afirmou à Lusa Nuno Silva, acrescentando que, na segunda-feira, a associação irá formalizar uma queixa ao Ministério Público.

Apesar de a situação já ter sido corrigida, Nuno Silva disse que é preciso perceber o que aconteceu. “Falta perceber como é que aquele telemóvel foi lá parar. Se foi uma brincadeira de mau gosto, se foi intencional, se foi um erro. Vamos ver se a Google nos responde e vamos apresentar queixa no MP para depois fazerem a investigação que entenderem necessária”, explicou.

Entretanto, após a publicação do texto, e com a denúncia de quem percebeu a troca de contactos, a informação já desapareceu do Google.

De acordo com o jornal Público, há pelo menos uma organização “enganada”: numa das newsletters do Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes Serpa/Pias, aparece o número do PNR como sendo da SOS Racismo. A confusão é também feita num ficheiro da Câmara Municipal de Lisboa.

Utilizadores podem sugerir alterações no Google

Os dados fornecidos na ficha de informação apresentada pelo motor de pesquisa são compilados automaticamente através de um algoritmo. No entanto, é também possível a qualquer utilizador fazer uma sugestão de alteração.

O algoritmo da Google encontra informação, como o nome do site, a informação de contacto empresarial, e os perfis nas redes sociais, que está publicamente disponível na Internet. É possível atualizar ou fornecer mais informação sobre o seu site para ter mais alcance nos resultados das pesquisas. Se for confirmado como um representante oficial, é possível atualizar o painel e corrigir a informação que a Google apresenta automaticamente”, explicou a Google ao jornal Público.

Fonte do Google explicou que a empresa dá aos utilizadores “a possibilidade de contribuírem para os produtos e serviços da Google, com o conhecimento local que têm”.

“Utilizadores podem sempre usar a ferramenta ‘sugerir uma edição’ para atualizar as informações de um negócio. De forma geral, permitir que utilizadores façam sugestões ou moderem edições proporciona informações atualizadas e completas, mas reconhecemos que pode haver imprecisões ou más edições sugeridas pelos utilizadores — e, quando isso acontece, fazemos o possível para resolver o problema o mais rápido”, acrescenta a nota.

A mesma fonte esclarece que “empresários ou quem administra organizações podem adicionar ou reivindicar a ficha de empresa para receber um email com notificações sobre mudanças feitas na sua ficha e manterem-se a par de tudo” e que “as notificações podem variar de um negócio marcado como permanentemente fechado, a mudança no endereço, telefone, entre outros”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …