Google financia projeto de Coimbra que reconstrói cidades em 3D

Investigadores da Universidade de Coimbra (UC) desenvolveram um novo modelo informático para a aplicação de uma nova geração de sistemas de reconstrução tridimensional de ambientes urbanos que vai ser financiado pela Google.

“Uma equipa de investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) desenvolveu um novo modelo informático relevante para a aplicação de uma nova geração de sistemas de reconstrução 3D de ambientes urbanos“, afirma a UC numa nota divulgada esta segunda-feira.

Serviços como o Google Street View dão uma perspectiva 3D das ruas, limitada, no entanto, “ao ponto de vista do veículo que capturou as imagens”, mas a equipa de investigadores da FCTUC, proporcionando “uma experiência imersiva, em que o utilizador navega livremente pelas ruas”, criou um sistema que obtém “reconstruções 3D detalhadas de cidades”.

O projeto, que começou a ser desenvolvido em janeiro de 2014, “chamou a atenção da Google”, que o selecionou no âmbito de “um concurso mundial de ideias muito competitivo, com taxas de aceitação na ordem dos 15%”, e que, posteriormente, o financiou, salienta a UC.

“A grande novidade desta tecnologia, que se encontra em fase protótipo”, é que “este algoritmo tem por base a utilização de planos, não só para descrever a cena, mas também para calcular o movimento da câmara“, afirmam Carolina Raposo, João Barreto e Gabriel Falcão, investigadores envolvidos no projeto.

“Isto faz com que os modelos em 3D sejam gerados automaticamente e armazenados de forma muito compacta (ao contrário dos métodos existentes que trabalham com nuvens de pontos), permitindo a sua rápida transmissão”, sustentam Carolina Raposo, João Barreto e Gabriel Falcão.

Outra vantagem da utilização de planos reside no facto de “esta tecnologia ser capaz de trabalhar com um número reduzido de imagens”, destacam os investigadores, explicando que isto acontece porque “é frequente que o mesmo plano seja ‘visto’ pelas câmaras em posições distantes, permitindo recuperar o movimento” – situação que não se verifica com “os métodos atuais, que requerem que as imagens sejam adquiridas em posições fisicamente próximas” e necessitem, por isso, de “muito mais informação”.

Adicionalmente, “este sistema usa arquiteturas de processamento paralelo para acelerar bastante o tempo de computação, gerando automaticamente os mapas em 3D e armazenando a informação no servidor”, adianta a UC.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Contrariando as autoridades, Hong Kong assinala aniversário de Tiananmen. "Podem reprimir as nossas atividades mas não o nosso espírito"

Evocando razões de saúde pública devido à pandemia, as autoridades de Hong Kong proibiram a vigília de quinta-feira que visava assinalar o 31.º aniversário do massacre de Tiananmen. As aglomerações com mais de oito pessoas …

Governo pondera criar nova contribuição sobre a banca para financiar Segurança Social

O Governo de António Costa está a estudar a criação de uma contribuição adicional de solideriedade sobre o setor bancário para ajudar a financiar a Segurança Social e fazer face aos custos de resposta à …

Arqueólogos encontram rara ferramenta de caça com 300 mil anos

Arqueólogos encontraram uma ferramenta de madeira utilizada na caça há 300 mil anos. É muito raro encontrar artefactos paleolíticos feitos de madeira, realça o autor do estudo. Uma equipa de investigadores da Universidade de Tübingen e …

Twitter não descarta suspender conta de Donald Trump

Um alto responsável da plataforma digital Twitter não excluiu a suspensão da conta da Donald Trump caso o Presidente norte-americano prossiga a publicação de mensagens incendiárias que transgridam as regras daquela rede social. Com 81,7 milhões …

Patrões agradados com o plano do Governo. PSD diz que "é muito fraco"

Enquanto patrões e sindicalistas ficaram bastante satisfeitos com o Programa de Estabilização Económica e Social apresentado pelo Governo, o PSD deixou duras críticas. Esta quinta-feira, no final do Conselho de Ministros, onde foi aprovado o plano …

Na resposta a uma crise, ligações humanas podem piorar ainda mais as coisas

Um novo estudo sugere que a conexão humana nem sempre é uma coisa boa, sobretudo quando se trata de ultrapassar uma crise com sucesso. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 2480 voluntários …

Brasil ultrapassa Itália e torna-se no terceiro país com mais mortes

O país sul-americano, que tem uma população estimada em 210 milhões de habitantes, contabiliza 34.021 vítimas mortais e 614.941 casos confirmados. O Brasil ultrapassou a Itália e tornou-se no terceiro país do mundo com mais mortes …

PCP é o primeiro partido a retomar comícios ao ar livre

O PCP foi o último partido a fazer um comício, em março, antes de o país "parar" devido à pandemia de covid-19 e vai ser o primeiro a organizar uma iniciativa deste tipo, no domingo, …

Asteróide que matou os dinossauros criou uma província hidrotermal nove vezes maior do que Yellowstone

O asteróide que dizimou os dinossauros da face da Terra criou uma província hidrotermal nove vezes maior do que a caldeira do supervulcão Yellowstone, localizado nos Estados Unidos, conclui um novo estudo agora divulgado. De acordo …

Encontrar uma agulha num palheiro cósmico. Astrónomos resolvem mistério do primeiro Anel de Einstein

Determinados a encontrar uma agulha num palheiro cósmico, um par de astrónomos viajou no tempo através dos arquivos de dados antigos do Observatório W. M. Keck em Mauankea e do Observatório de Raios-X Chandra da …