Rampa de lançamento para os Jogos Olímpicos, este ginásio de boxe está a definhar com a covid

(dr) Jack Losh

East Coast Boxing Club.

O East Coast Boxing Club tira jovens lutadores da rua e dá-lhes uma casa para praticar boxe. Agora, o ginásio atravessa sérias dificuldades devido à covid-19.

Em Kampala, a capital do Uganda, encontra-se o East Coast Boxing Club, um ginásio que servia de rampa de lançamento para os Jogos Olímpicos. Este ginásio de boxe tirava jovens pobres das ruas e dava-lhes a oportunidade de ter uma vida melhor e lutar no maior palco mundial.

Há um ditado que diz: “A dor é temporária. O orgulho é para sempre”. No entanto, nos próximos 18 meses, a dor da pandemia estará longe de ser temporária para esta comunidade. O impacto da covid-19 e dos confinamentos estão a deixar o ginásio numa situação complicada, escreve a VICE.

Embora a primeira vaga tenha sido relativamente benevolente, a variante Delta desencadeou a escassez de oxigénio e levou hospitais a um ponto de rutura, ao mesmo tempo que paralisou empresas e exacerbou a fome entre uma população que enfrenta pobreza e desemprego generalizados. O East Coast Boxing Club não passou ao lado.

Hassan Khalil, de 58 anos, fundou o ginásio com o seu irmão gémeo, com a missão de ajudar a comunidade, afastando os jovens lutadores das ruas.

Promovendo a disciplina, criaram um paraíso do boxe para os jovens locais e angariaram fundos cobrando expatriados ricos para treinar na academia, incentivando-os a patrocinar adolescentes na escola.

“A maioria dos nossos rapazes vem da rua. Eles não precisam de pagar. Eles não conseguem pagar”, disse Khalil.

Apesar dos recursos limitados, começaram a formar campeões, vencendo campeonatos nacionais e levando lutadores para a seleção nacional. Shadir Bwogi, por exemplo, competiu este ano nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

“Sou apenas um velho”, disse Khalil. “Eu vivi a minha vida. Mas esses rapazes são o futuro. Quero aumentar a comunidade e tornar este um lugar melhor”.

O confinamento no Uganda afetou severamente o ginásio. As proibições de viagens impediram os seus lutadores de competir nas eliminatórias olímpicas em França e os expatriados ricos saíram do país para a Europa, deixando o ginásio sem financiamento. À medida que os expatriados saíam, o dono do ginásio viu a receita descer em 80%.

As sessões de treino foram reduzidas drasticamente e tiveram de ser feitas no exterior, com apenas um punhado de lutadores de cada vez.

“Quando o boxe parou, eu não tinha dinheiro para comer”, disse o jovem lutador Miiro Juma, medalha de bronze nos Jogos da Commonwealth de 2018.

O confinamento também deixou muitos jovens lutadores sem emprego, que lhes permitia pagar as contas e a renda da casa.

No final de julho, o presidente do Uganda, Yoweri Museveni, aligeirou o confinamento. Ainda assim, os ginásios foram condenados a permanecer fechados.

Para Khalil, ainda há esperança. Os Jogos da Commonwealth do próximo ano no Reino Unido oferecem um farol para orientar os seus lutadores.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Rampa de lançamento para os Jogos Olímpicos, este ginásio de boxe está a definhar com a covid

O East Coast Boxing Club tira jovens lutadores da rua e dá-lhes uma casa para praticar boxe. Agora, o ginásio atravessa sérias dificuldades devido à covid-19. Em Kampala, a capital do Uganda, encontra-se o East Coast …

Minerais, drogas e China. Como os talibãs planeiam financiar o novo governo afegão

Agora que o talibãs supostamente assumiram o controlo total do Afeganistão e começaram a formar um governo, um desafio iminente aguarda-os: como é que eles manterão o seu país e economia à tona? Nos últimos 20 …

"Dragão voador pré-histórico". Cientistas identificam um pterossauro no Chile

Uma equipa de cientistas chilenos identificou pela primeira vez no deserto do Atacama os restos fósseis de um pterossauro, um "dragão voador" que habitou esta região do norte do país durante o período Jurássico, há …

Portugal com oito mortes, 911 novas infeções e mais 17 internamentos

Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 911 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e oito mortes atribuídas à covid-19, com subida nos internamentos em enfermaria e descida nos cuidados intensivos. De acordo com o boletim …

Quem é ... Elon Musk (em 3 minutos)

Elon Musk, o controverso bilionário sul-africano, nasceu em 1971, em Pretória. Autodidata e ávido leitor, aos 11 anos já programava computadores. Fez nessa altura o seu primeiro negócio: criou um jogo de vídeo, que vendeu por 500 …

O relógio mais preciso do mundo permite sondar o tecido básico do espaço-tempo

Seriam necessários 15 mil milhões de anos, aproximadamente o tempo de existência do universo, para que o relógio que ocupa o laboratório de Jun Ye, no subsolo da Universidade do Colorado, perdesse um segundo. É o …

Jorge Sampaio. Um homem bom, pai extraordinário, que nunca quis ser herói, mas foi

Os filhos do antigo Presidente da República Jorge Sampaio, Vera e André, recordaram hoje o seu pai como “um homem bom”, que sabia que na vida e na política “nada se pode fazer sozinho”. Coube à …

1.2 milhões de alunos começam as aulas. Há mudanças, uma greve, e faltam professores

Cerca de 1,2 milhões de alunos do ensino obrigatório começam esta semana as aulas, que arrancam com uma greve anunciada num ano marcado pelo início do plano de recuperação de aprendizagens ainda em ambiente de …

Comércio transatlântico de escravos originou uma grave crise de saúde pública nas Américas

Um novo estudo mostra de que forma várias doenças foram trazidas para as Américas por colonizadores europeus durante a época em que o comércio transatlântico de escravos se afirmou na região. O comércio de escravos no …

Homenagem a Jorge Sampaio nos Jerónimos antecede funeral no Alto de São João

O funeral do antigo Presidente da República Jorge Sampaio realiza-se hoje em Lisboa, antecedido de uma sessão evocativa nos Jerónimos que reunirá cerca de 300 pessoas e poderá ser acompanhada no exterior através de um …