Gil Vicente 3-1 Sporting | Galo em fúria trava leão de Silas

Na noite de Barcelos, quem ditou leis foram os “galos”, que venceram os “leões” por 3-1 e somaram o terceiro triunfo consecutivo na Liga.

O Gil Vicente passou a contabilizar 16 pontos e subiu até ao sétimo lugar. Por sua vez, o Sporting desperdiçou soberana ocasião para se aproximar do Famalicão no terceiro lugar. Kraev, Sandro Lima e Zakaria Naidji apontaram os golos gilistas. Wendel assinou o tento solitário do emblema de Alvalade, que averbou o quarto desaire em 12 jornadas.

O jogo explicado em números

  • O duelo prometia. Os anfitriões vinham de duas vitórias consecutivas na prova e em casa tinham a ficha limpa de desaires: dois triunfos e quatro empates em seis encontros. Do outro lado, os visitantes contabilizavam quatro conquistas nas últimas cinco jornadas. Quem levaria a melhor neste braço de ferro entre “galos” e “leões”?
  • Jogo movimentado, equilibrado, com a bola a circular nas duas áreas, mas não houve registo relativo a lances de perigo nos primeiros 15 minutos.
  • Porém, três minutos depois surgiu o primeiro golo do duelo. Tiago Ilori falhou o corte, Sandro Lima aproveitou, galgou alguns metros e, no momento certo, assistiu Kraev, que não desperdiçou a ocasião. O búlgaro anotou o segundo tento na competição, o primeiro tinha sido na primeira ronda, no triunfo dos gilistas frente ao FC Porto (2-1). Os comandados de Vítor Oliveira festejaram o golo no segundo remate que fizeram à baliza de Luís Maximiano, que na noite deste domingo fez a estreia na Liga aos 20 anos e dez meses.
  • A equipa de Silas até controlava a posse de bola – 72% -, mas à passagem do minuto 30 ainda não tinha nenhum remate à baliza adversária. Por sua vez, os comandados de Vítor Oliveira eram mais assertivos nos seus processos e, além do golo, registavam mais três “tiros”.
  • Apenas a dois minutos do intervalo o Sporting rematou à baliza contrária, Wendel atirou e a bola saiu às malhas laterais. Já em período de compensação, Dênis foi lesto a sair da baliza e deu o “corpo às balas”, negando o empate a Jesé, naquele que foi o primeiro remate leonino enquadrado à baliza dos donos da casa.
  • À terceira tentativa, chegou o empate. Wendel, no interior da área do Gil Vicente, respondeu da melhor forma à assistência de Bruno Fernandes, num lance em que o guardião brasileiro não ficou nada bem na fotografia.

Manuel Fernando Araújo / Lusa

  • Foi quase perfeita a estratégia do Gil Vicente nos primeiros 45 minutos. A equipa de Vítor Oliveira foi compacta, intensa e disciplinada.
  • Chegou ao golo no primeiro lance de perigo que criou e mesmo com menos bola do que o Sporting, soube controlar os ímpetos leoninos. No entanto, uma falha de Dênis, acabou por trair a lição que estava a correr de feição.
  • Neste período, Bruno Fernandes, com um GoalPoint Rating de 6.1, graças à assistência que assinou e à eficácia de passe de 71%, destacava-se com o melhor elemento no terreno de jogo.
  • O relógio marcava 53 minutos quando Lourency descobriu Baraye, e o extremo foi derrubado por Acuña. Grande penalidade assinalada e, da marca dos 11 metros, Sandro Lima voltou a colocar os gilistas na frente do marcador.
  • O tempo passava, os forasteiros continuam a ter imensas dificuldades em contornar a teia montada por Vítor Oliveira e Silas decidiu mudar, retirou um médio – Wendel – e colocou uma unidade ofensiva – Bolasie -, passando o “leão” a actuar num 4x4x2, com Jesé a fazer companhia a Luiz Phellype na frente de ataque, Doumbia e Bruno Fernandes na zona central e o recém-entrado Bolasie e Vietto nas alas.
  • Sem resultados práticos, já que não houve lances perigosos do Sporting, a sete minutos dos 90 Ilori abandonou a partida e entrou Eduardo, na última cartada do treinador leonino em busca de outro resultado.
  • Até ao apito final, o árbitro Hugo Miguel protagonizou um dos lances deste encontro. Após ter sido alertado pelo vídeo-árbitro, expulsou Doumbia, por suposta falta sobre Lourency já no interior da área do Sporting, mas instantes depois, voltou atrás com a decisão e foi buscar o médio, que já estava a caminho dos balneários, anulando a decisão que tinha tomado anteriormente.
  • No último lance da partida, Zakaria Naidji vestiu a pele de Messi, tirou tudo e todos do caminho e fechou as contas da partida, num dos momentos altos da noite em Barcelos. Ao fim de dez jogos no campeonato, o avançado argelino “carimbou” o seu primeiro golo na prova.

O melhor em campo GoalPoint

Zakaria Naidji. Bastaram 22 minutos para que o argelino fosse considerado o melhor jogador em campo, com quatro acções com bola, 100% de eficácia no que diz respeito ao capítulo da finalização – um remate e um golo -, foi soberano nos dois duelos aéreos em que interveio, nos dois dribles que tentou e ainda foi a tempo de contabilizar uma recuperação de bola. Naidji teve um GoalPoint Rating de 6.8.

Jogadores em foco

  • Bruno Fernandes 6.5 – É certo que terminou o jogo sem qualquer remate, mas não obstante esse “pormaior”, foi o melhor jogador leonino. Assistiu Wendel no único golo do Sporting, fez ainda mais dois passes para finalização, dos dez passes longos tentados, falhou cinco, e somou 105 acções com a bola.
  • Sandro Lima 6.4 – Uma constante dor de cabeça para Mathieu, Tiago Ilori e companhia. Marcou o segundo golo dos gilistas, assistiu Kraev para o tento inaugural, dos três remates que efectuou, dois foram enquadrados à baliza e encontrou uma série de linhas de passe sempre que foi necessário.
  • Rúben Fernandes 6.2 – Foi o pilar da defesa do Gil Vicente, “secou” Luiz Phellype e não cedeu à pressão, mesmo no período em que o Sporting colocou “toda a carne no assador”.
  • Kraev 6.1 – Eficácia máxima do búlgaro: um remate e um golo (expected goals xG de 0,5), 35 acções com a bola e êxito nas duas tentativas de drible.
  • Wendel 5.9 – Novamente titular, foi o primeiro elemento leonino a arriscar um remate, pouco depois inaugurou o marcador, na primeira vez que os “leões” tiveram um tiro enquadrado na partida já em período de compensação. Dos 50 passes tentados, falhou oito – 84% de eficácia.
  • Tiago Ilori 4.0 – Aos 18 minutos, falhou o corte e permitiu que Sandro Lima fizesse a assistência para o primeiro golo do jogo. O lance acabou por marcar a exibição do defesa-central, que acusou o erro e teve a pior nota da noite.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …