Gestores e autarcas devolveram do seu bolso ao Estado quase 800 mil euros

Nuno Veiga / Lusa

O presidente do Tribunal de Contas e do Conselho de Prevenção da Corrupção, Guilherme d'Oliveira Martins

O presidente do Tribunal de Contas e do Conselho de Prevenção da Corrupção, Guilherme d’Oliveira Martins

O uso indevido de dinheiros públicos e a falha na prestação de contas obrigaram vários autarcas e gestores de entidades estatais a devolverem ao Estado 787 mil euros, só em 2014. Um valor que constitui o dobro do verificado em 2012.

Os números são divulgados pelo Jornal de Notícias que teve acesso ao Relatório de Actividades do Tribunal de Contas.

De acordo com a publicação, só em 2014 foram devolvidos 787 mil euros, mais do que os 521 mil euros devolvidos em 2013 e quase o dobro do montante registado em 2012.

No total dos últimos três, foram retornados ao Estado 1,7 milhões de euros saídos dos bolsos dos próprios gestores ou autarcas.

É que os envolvidos não podem retirar os montantes em causa dos organismos para os quais trabalham, pois isso motivaria uma acusação por peculato.

O Tribunal de Contas nota que “estão em causa autarcas, directores-gerais, presidentes de institutos ou de empresas públicas, responsáveis hospitalares ou, ainda, responsáveis financeiros destas entidades”, conforme aponta o Jornal de Notícias.

Estas devoluções podem ser feitas de forma voluntária ou depois de uma condenação.

Em 2014, 144 gestores foram forçados a pagar multas de 454 mil euros por infracções, nomeadamente devido à apresentação de contas fora dos prazos previstos, e 7 deles tiveram que devolver 333 mil euros utilizados de forma indevida.

O Jornal de Notícias refere que o Tribunal de Contas sinaliza, por exemplo, o caso de Luís Silveira que presidiu à Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) e que foi condenado a devolver 129 mil euros de remunerações por ter acumulado indevidamente um terço do salário a que tinha direito no cargo com a pensão por inteiro quando, como magistrado jubilado, não o poderia fazer.

O diário cita ainda o caso de António da Conceição Tavares que, na função de vereador da Câmara Municipal de Lisboa, deu autorização a um subsídio ilegal à Ambelis – Agência para a Modernização de Lisboa e que foi condenado a uma multa de 1762 euros.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. ”Luís Silveira que presidiu à Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) e que foi condenado a devolver 129 mil euros de remunerações por ter acumulado indevidamente um terço do salário a que tinha direito no cargo com a pensão por inteiro quando, como magistrado jubilado, não o poderia fazer.”
    Como magistrado, jubilado ou não, o caso é bastante mais grave. Não pode alegar o desconhecimento da lei tal como acontece a qualquer cidadão. Falta julgar a prática do ilícito, pois o crime não prescreve mesmo depois do pagamento das verbas recebidas.

  2. Trata-se de infracções financeiras – Luís Lingnau da Silveira (CNPD) e dois vogais daquele órgão já foram condenados pelo Tribunal de Contas a restituir ao Estado 119 mil euros mais 9 mil euros por salários e multa (acresce juros) que receberam indevidamente, entre 2006 e 2010 – período vacas gordas – Sentença sujeita a recurso do plenário de juízes)
    Está reposta a legalidade! Mais papista que o papa?

  3. Se os euros públicos tinham sido “utilizados de forma indevida” então os “gestores e autarcas” não os “devolveram do seu bolso” mas tão somente se limitaram a devolver o que tinham tirado. É impressão minha ou isto dá “resto zero”, sem que ninguém tenha sido realmente penalizado pelos prejuízos causados ao país?

    • O estado paga de acordo com as informações que tem… O patrão pagou conforme e como o trabalhador fez que “não sabia” quando o TC detectou obrigou-os a devolver o montante indevidamente recebido, a uma multa e com juros sobre aquele – Crime financeiro passível de recurso.

  4. Também acho. Até dá a impressão que lhes aplicaram alguma penalização. Se pelo menos pagassem juros, esses sim do bolso deles, já haveria mais justiça. Pelo que vejo até 2012 ficava tudo em águas de bacalhau. Enfim… que país este!

RESPONDER

Tem dores nas articulações quando está de chuva? É mito

A relação entre o tempo de frio e chuva e as dores nas articulações é um mito que persiste desde a antiguidade, mas não há qualquer relação, garante um estudo feito nos Estados Unidos e …

Vieira da Silva "absolutamente tranquilo"

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social reafirma estar "absolutamente tranquilo" relativamente à sua implicação no caso relativo a suspeitas de gestão danosa na associação Raríssimas. "Uma equipa técnica do Instituto de Segurança …

China constrói campos de refugiados na fronteira com a Coreia do Norte

A China, que sempre defendeu uma solução pacífica para a crise da Coreia do Norte, pode estar a preparar-se para um eventual conflito militar ou para a queda do regime de Kim Jong-un. Isto numa …

Ministério abre processo disciplinar por fuga de informação no exame de Português

O inquérito à fuga de informação no exame nacional de Português deste ano determinou a abertura de um processo disciplinar a uma professora "para apuramento de responsabilidade", adiantou o Ministério da Educação. O processo disciplinar é …

"Super-homem chinês" cai de um edifício e filma a própria morte

O "super-homem" Wu Yongning, uma estrela na rede social chinesa Weibo, morreu ao cair do 62º andar de um edifício em Changsha, na China. Wu Yongning, de 26 anos, morreu numa queda ocorrida quando tentava subir …

Governo concede tolerância de ponto no dia 26 de dezembro na função pública

O Governo vai conceder tolerância de ponto em 26 de dezembro "aos trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado, sejam eles centrais ou desconcentrados, e institutos públicos", de acordo com …

Juncker envolvido em processo judicial por escutas ilegais

Jean-Claude Juncker pode ser envolvido num processo judicial por escutas ilegais e adulteração de conversas. A investigação é relativa a uma altura em que o Presidente da Comissão Europeia era primeiro-ministro do Luxemburgo. Jean-Claude Juncker, presidente …

ONU prepara projeto contra reconhecimento pelos EUA de Jerusalém como capital de Israel16

Um projeto de resolução contra o reconhecimento pelos Estados Unidos de Jerusalém como capital de Israel está a ser preparado na ONU para demonstrar o isolamento dos norte-americanos no Conselho de Segurança. Os Estados Unidos da …

Senador John McCain hospitalizado devido a tumor

O senador e ex-candidato republicano à Casa Branca foi hospitalizado, esta quarta-feira, nos arredores de Washington. John McCain foi diagnosticado em julho com um tumor cerebral. "O senador McCain está a receber tratamento no Centro Médico …

Último aviso da Cassini: se for a Saturno, leve guarda-chuva

Se está a pensar fazer uma viagem até Saturno deixamos um conselho: não se esqueça do guarda-chuva. Cientistas norte-americanos descobriram recentemente que os anéis de Saturno podem produzir uma espécie de chuva. A sonda Cassini viveu …