Geoengenharia pode parar aquecimento global – ou causar guerra nuclear

NASA Goddard Space Flight Centre

Conceito artístico do escudo magnético gigante na atmosfera de Marte (à direita)

Conceito artístico de um escudo magnético gigante na atmosfera de Marte (à direita)

As notícias sobre o clima tornaram-se cada vez mais alarmantes nos últimos meses. Em dezembro de 2016, cientistas preocupados revelaram que as temperaturas em algumas partes do Árctico haviam subido mais de 1,5ºC acima da média histórica.

O mês passado, investigadores relataram que extensão de gelo polar dos oceanos Ártico estava mais fina do que qualquer outra medição alguma vez realizada nas duas regiões.

A prioridade actual de todos os países do planeta é dar seguimento ao acordo de Paris de 2015 e reduzir a emissão de gases de efeito estufa.

Mas “mesmo que venhamos a atingir os objetivos de Paris, a realidade é que talvez venhamos a precisar de mais ferramentas“, diz Janos Pasztor, investigador da Carnegie Climate Geoengineering Governance Initiative, C2G2.

Para tentar propor outras soluções para este problema, além das habituais abordagens de “usar mais painéis de energia solar e energia eólica”, investigadores de diferentes áreas, desde a física até às ciências sociais, reuniram-se em Washington, nos Estados Unidos, para discutir novas ideias.

Entre estas ideias, foram propostas a libertação de aerossol na estratosfera, o que permitiria arrefecer o planeta, ou tornar as nuvens mais brancas, para reflectirem melhor a luz solar para o espaço.

O aerossol poderia ser levado em jactos militares e libertado a grandes altitudes. Já as nuvens poderiam ser mais reflexivas se recebessem uma névoa salina retirada dos oceanos.

Estas propostas encaixam-se no conceito de geoengenharia, ciência que estuda os meios de manipulação do clima através da tecnologia, de forma controlada. No entanto, a geoengenharia ainda é vista pelos cientistas como algo saído da “ficção científica”, só possível nos sonhos loucos de quem acha que é possível “terraformar” um planeta.

Os argumentos contra a geoengenharia são normalmente semelhantes aos de quem é contra os alimentos transgénicos: manipular o clima seria uma terrível interferência na natureza, que nunca deve ser feita.

Mas há outros motivos de preocupação de ordem mais prática, como por exemplo a necessidade (impossibilidade) de prever como o aerossol ou névoa salina afectariam o ozono na estratosfera, ou como alteraria os padrões de precipitação do planeta.

Mas apesar de nem todos os participantes na C2G2 concordarem com estas propostas, há um consenso geral de que a investigação deve continuar.

Segundo o economista ambiental Scott Barrett, “o maior problema enfrentado pela geoengenharia provavelmente não será técnico, vai antes envolver a forma como tomamos decisões sobre esta tecnologia inédita”.

Alan Robock, professor da Universidade Turgers, argumenta por seu lado que o pior cenário que poderia decorrer do uso de tecnologias de geoengenharia seria na realidade uma guerra nuclear.

Mas a geoengenharia deve ser vista como uma provável parte do nosso futuro, e não como mera ficção científica, diz David Keith, físico da Universidade de Harvard e um dos organizadores do evento.

“Hoje ainda é um tabu, mas é um tabu que está a ser destruído”, diz o investigador.

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Isto de ficção não tem nada, ou melhor basta olhar muitas vezes para o céu e perceber que aerossóis e metais como o alumínio já são pulverizados

    • Sim, sábado passado houve dose maciça na região de lisboa, domingo não houve. No início da semana houve. Depois de quarta não houve (céu azul). Este sábado recomeçou. Vamos a ver neste domingo. Se alguém anda a fazer filmes timelapse destas coisas, que publique. Especialmente se o fizer de trás para a frente.
      É giro ver a cara dos “sabe-tudo” a garantir que os “céus sempre foram assim” e depois a ver que as “nuvens” do pôr-do-sol correspondem apenas a aviões que passaram à hora do almoço ou até antes… hihihi.

      • Afinal domingo não é dia de descanso. Se não visse o filme, teria imensa dificuldade em perceber que o céu digno de D. Sebastião não é de origem natural. É um imenso privilégio ser uma espécie de insecto e ser tratado a condizer, não é?
        Os bombeiros vão ter uma vida do pior quando aquilo chegar ao solo e às copas das árvores. Tabu – isto- dizem eles? Só se for para os cegos.

RESPONDER

Governo russo exige 1,8 mil milhões de euros a empresa mineira por poluição no Ártico

A agência russa de defesa do ambiente exigiu uma indemnização de 147,8 mil milhões de rublos (1,8 mil milhões de euros) ao conglomerado mineiro Norilsk Nickel, pela grave poluição do Ártico com hidrocarbonetos. Em comunicado, a …

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …