Gelson Martins “castigado” pela pandemia com mais 3 meses de suspensão

(dr) AS Monaco

O extremo internacional português Gelson Martins, da AS Monaco

O futebolista internacional português Gelson Martins deverá regressar aos relvados apenas a partir do final de novembro, depois de o comité executivo da Federação Francesa (FFF) congelar o tempo de contagem das suspensões.

“O período entre 13 de março e 30 de junho de 2020 não será incluído no tempo total de suspensão, seja qual for o período ou a data em que foi pronunciado”, indicou o comité executivo da FFF, após uma reunião no início da semana.

No mesmo comunicado, em que são definidas algumas regras em período covid-19, o organismo explica que as suspensões contarão novamente a partir de 1 de julho, seja um início ou um recomeço do período da penalização.

Este cenário afeta o extremo internacional português Gélson Martins, do Mónaco, suspenso em março por um período de seis meses, com retroativo a fevereiro, que passará assim a ter apenas um mês cumprido da suspensão de seis meses com que foi sancionado.

No início de fevereiro, o futebolista Gelson Martins viu o vermelho direto na derrota por 3-1 da sua equipa em Nimes, para a 22.ª jornada da Liga francesa, após ter empurrado por duas vezes o árbitro Mikael Lesage, em reação à expulsão do seu colega de equipa Bakayoko.

No dia seguinte, o extremo luso assumiu, através das redes sociais, ter tido uma “atitude irrefletida” e pediu desculpa ao árbitro, aos colegas de equipa e aos adeptos do Mónaco.

Gelson está a cumprir a segunda temporada ao serviço do Mónaco, pelo qual marcou quatro golos em 23 jogos esta época.

A comissão disciplinar da Liga suspendeu preventivamente o futebolista, logo em fevereiro, e, depois, em março, confirmou o castigo, com uma moldura de seis meses a partir de 06 de fevereiro.

Após o primeiro fim de semana de março, a Liga francesa, à semelhança de outras, suspendeu o campeonato devido à pandemia da covid-19, e no final de abril foi decidido dar por concluído o campeonato, sem que se realizassem mais jogos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Novo lay-off passa a ser acessível para empresas com perdas entre 25% e 40%

As empresas com quebras de faturação homólogas entre 25% e 40% vão poder recorrer ao apoio à retoma progressiva, instrumento que passa também permitir a redução até 100% do horário quando a quebra de faturação …

Associação das Forças Armadas considera diretiva para comunicação inclusiva uma "provocação"

O presidente do Conselho Nacional da Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA) afirmou que a nova diretiva do Governo que implementa uma comunicação inclusiva em todos os documentos oficiais é uma provocação aos militares …

60 milhões de infetados na Índia? Casos podem ser 10 vezes mais do que os números oficiais

Mais de 60 milhões de pessoas na Índia podem ter sido infetadas com o novo coronavírus, dez vezes mais que os números oficiais, anunciaram esta terça-feira autoridades médicas responsáveis pela pandemia, citando um estudo nacional …

Mais dois projetos do Chega "chumbados" na comissão de Assuntos Constitucionais

A comissão de Assuntos Constitucionais concluiu esta quarta-feira pela inconstitucionalidade de duas iniciativas do Chega, um projeto de lei para limitar o número de ministros e uma resolução a propor um referendo para reduzir o …

Mourinho, Dier, Lineker: "Os jogadores deixaram de fazer aquilo no relvado?"

Mais do que a vitória sobre o Chelsea, o jogo do Tottenham na Taça da Liga vai ser recordado durante muito tempo por outro motivo... E Mourinho criticou as datas dos jogos. O Tottenham levou a …

"Erro grosseiro". Câmara de Lisboa assume responsabilidade pelo acidente no metro

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse esta quarta-feira que o desabamento que ocorreu terça-feira no túnel do metro na Praça de Espanha decorreu de um "erro grosseiro" numa obra da autarquia, assegurando …

Portugal com mais oito mortos e 825 novos casos

Portugal contabiliza hoje mais oito mortos relacionados com a covid-19 e 825 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal já …

"Não se aprendeu nada" com Pedrógão. Época de incêndios acaba com 65 mil hectares ardidos e morte de cinco bombeiros

A época mais crítica de incêndios florestais termina esta quarta-feira com cerca de 65 mil hectares de área ardida e a morte de cinco bombeiros e de um piloto de um avião de combate aos …

Deputados britânicos aprovam proposta de lei que anula parte do acordo do Brexit

Os deputados britânicos aprovaram, esta terça-feira, uma proposta de lei controversa que anula parcialmente o Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia. Apesar de divergências dentro do Partido Conservador, este texto, que o Governo …

"Não estamos às escuras". Graça Freitas rejeita inação no caso do lar de Reguengos

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, foi esta quarta-feira ouvida numa audição conjunta entre a Comissão da Saúde e a Comissão de Trabalho e Segurança Social. Em resposta ao CDS, que questionou a diretora-Geral da Saúde …