Debaixo do gelo da Antártida escondem-se restos de antigos continentes perdidos

De todos os continentes do planeta, sabe-se menos sobre a massa gelada da Antártida. Agora, cientistas usaram imagens de satélite para investigar a tectónica da Terra, revelando as estruturas ocultas do continente.

Devido à localização remota e abundância de gelo, mapear as características geológicas da Antártida é complicado, mas o satélite “Gravity Field and Steady State Ocean Circulation Explorer” (GOCE) conseguiu ver o que outros satélites não conseguiram – medindo com precisão a força da gravidade da Terra para mapear o terreno oculto.

De acordo com a investigação, publicada a 5 de novembro na Scientific Reports, o GOCE ficou inativo depois de ficar sem combustível em 2013, mas os especialistas ainda estão a estudar os dados recolhidos. Os investigadores dizem que os resultados fornecem uma nova visão sobre como a Antártida foi formada e sobre a forma como as placas tectónicas funcionam.

“Na região este da Antártida, vemos um mosaico empolgante de características geológicas que revelam semelhanças e diferenças fundamentais entre a crosta debaixo da Antártida e outros continentes até 160 milhões de anos atrás”, explicou Fausto Ferraccioli, da British Antarctic Survey.

A Antártida já fez parte do super-continente Gondwana, que começou a desintegrar-se há cerca de 130 milhões de anos. O vínculo entre a Antártida e a Austrália só desapareceu há 55 milhões de anos.

Ao combinar as leituras do satélite com dados sismológicos, os investigadores conseguiram criar mapas em 3D da litosfera da Terra, que inclui cadeias montanhosas, costas oceânicas e zonas rochosas – os restos de antigos continentes perdidos.

“Os dados da gravidade dos satélites podem ser combinados com dados sismológicos para produzir imagens mais consistentes da crosta e manto superior em 3D, o que é crucial para entender como a dinâmica das placas tectónicas e do manto profundo interagem”, disse Jörg Ebbing, da Universidade de Kiel, na Alemanha.

O satélite GOCE circulou pelo nosso planeta durante mais de quatro anos, desde março de 2009 a novembro de 2013. Durante este tempo, ficou excecionalmente próximo da Terra, a uma altitude de 225 quilómetros, para maximizar a precisão das suas medições.

Entre as conclusões do estudo está ainda a descoberta de uma crosta e litosfera mais fina sob a Antártida ocidental em comparação com a parte oriental.

Estes dados têm uma utilidade para além do mapeamento dos restos dos antigos continentes. As conclusões podem usar usadas ainda para descobrir como as camadas de gelo localizadas acima do terreno podem reagir às temperaturas mais altas.

Com tantas variáveis poderá ser um desafio para os investigadores prever como o degelo se vai processar na Antártida e qualquer ajuda é bem vinda – mesmo vinda de um satélite inativo como o GOCE.

“Estas imagens gravitacionais estão a revolucionar a nossa capacidade de estudar o continente menos compreendido na Terra: a Antártida”, rematou Ferraccioli.

PARTILHAR

RESPONDER

Vaticano destitui ex-cardeal dos Estados Unidos por acusações de abusos sexuais

A Congregação para a Doutrina da Fé expulsou do sacerdócio o ex-cardeal e arcebispo emérito de Washington Theodore McCarrick depois de este ser acusado de abusos sexuais de menores e seminaristas, anunciou o Vaticano. Num comunicado, …

Maré de água suja atingiu a já debilitada Grande Barreira de Coral

Um enorme manto de água poluída oriunda das recentes inundações que se registaram no nordeste da Austrália penetrou em partes da já debilitada Grande Barreira de Coral, o maior recife de coral do mundo. Estas camadas …

É oficial: Pedro Marques é o cabeça-de-lista socialista às europeias

O atual ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, é o cabeça de lista dos socialistas às eleições europeias. Era uma notícia já avançada por vários órgãos de comunicação social e hoje António Costa confirmou-a. …

Governo espanhol aprova ordem de exumação de Franco

O Governo espanhol aprovou a ordem para exumar o ditador Francisco Franco do seu atual lugar de enterro, o monumento do Vale dos Caídos, medida à qual a família ainda se opõe. Os familiares de Franco …

Sonda da NASA aperta órbita em preparação para a missão Marte 2020

A missão MAVEN (Mars Atmosphere and Volatile Evolution) da agência espacial norte-americana, já com 4 anos, está a embarcar numa nova campanha para apertar a sua órbita em torno de Marte. A operação vai reduzir …

Trump precisa de oito milhões de dólares para o muro e a Casa Branca explica onde os vai buscar

A Casa Branca identificou esta sexta-feira os fundos federais que serão utilizados pela administração de Donald Trump para conseguir financiar a construção do muro na fronteira com o México. O Presidente norte-americano declarou esta sexta-feira estado …

Desativação de bomba da II Guerra Mundial paralisa e evacua Paris

Mais de mil moradores e trabalhadores evacuados, comboios urbanos, nacionais e internacionais cancelados, estradas fechadas, rotas de autocarro desviadas e pelo menos uma estação de metro encerrada em Paris. Também o bairro de porte de La …

Pouco se sabe sobre a morte de Khashoggi. Mas há um homem que diz ter muito para contar

Neste momento, as informações aparecem a conta-gotas. Foi a estratégia usada pelas autoridades turcas, desde o primeiro momento, para gerir a forma como revelaram informações sobre o assassinato de Jamal Khashoggi. Khashoggi morreu dentro do consulado …

Enfermeiros marcam greve nacional para 8 de março

A Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros (ASPE) vai decretar greve nacional para dia 8 de março, para permitir a participação dos profissionais numa marcha em homenagem à enfermagem que está programada para Lisboa. O anúncio foi …

Octogenário espanhol usava bancos portugueses para lavar dinheiro

Duas agências bancárias situadas no Porto e em Valença do Minho foram usadas por um narcotraficante espanhol para lavar o dinheiro que ganhava com a venda de estupefacientes e ainda no contrabando de tabaco. Uma investigação …