Debaixo do gelo da Antártida escondem-se restos de antigos continentes perdidos

De todos os continentes do planeta, sabe-se menos sobre a massa gelada da Antártida. Agora, cientistas usaram imagens de satélite para investigar a tectónica da Terra, revelando as estruturas ocultas do continente.

Devido à localização remota e abundância de gelo, mapear as características geológicas da Antártida é complicado, mas o satélite “Gravity Field and Steady State Ocean Circulation Explorer” (GOCE) conseguiu ver o que outros satélites não conseguiram – medindo com precisão a força da gravidade da Terra para mapear o terreno oculto.

De acordo com a investigação, publicada a 5 de novembro na Scientific Reports, o GOCE ficou inativo depois de ficar sem combustível em 2013, mas os especialistas ainda estão a estudar os dados recolhidos. Os investigadores dizem que os resultados fornecem uma nova visão sobre como a Antártida foi formada e sobre a forma como as placas tectónicas funcionam.

“Na região este da Antártida, vemos um mosaico empolgante de características geológicas que revelam semelhanças e diferenças fundamentais entre a crosta debaixo da Antártida e outros continentes até 160 milhões de anos atrás”, explicou Fausto Ferraccioli, da British Antarctic Survey.

A Antártida já fez parte do super-continente Gondwana, que começou a desintegrar-se há cerca de 130 milhões de anos. O vínculo entre a Antártida e a Austrália só desapareceu há 55 milhões de anos.

Ao combinar as leituras do satélite com dados sismológicos, os investigadores conseguiram criar mapas em 3D da litosfera da Terra, que inclui cadeias montanhosas, costas oceânicas e zonas rochosas – os restos de antigos continentes perdidos.

“Os dados da gravidade dos satélites podem ser combinados com dados sismológicos para produzir imagens mais consistentes da crosta e manto superior em 3D, o que é crucial para entender como a dinâmica das placas tectónicas e do manto profundo interagem”, disse Jörg Ebbing, da Universidade de Kiel, na Alemanha.

O satélite GOCE circulou pelo nosso planeta durante mais de quatro anos, desde março de 2009 a novembro de 2013. Durante este tempo, ficou excecionalmente próximo da Terra, a uma altitude de 225 quilómetros, para maximizar a precisão das suas medições.

Entre as conclusões do estudo está ainda a descoberta de uma crosta e litosfera mais fina sob a Antártida ocidental em comparação com a parte oriental.

Estes dados têm uma utilidade para além do mapeamento dos restos dos antigos continentes. As conclusões podem usar usadas ainda para descobrir como as camadas de gelo localizadas acima do terreno podem reagir às temperaturas mais altas.

Com tantas variáveis poderá ser um desafio para os investigadores prever como o degelo se vai processar na Antártida e qualquer ajuda é bem vinda – mesmo vinda de um satélite inativo como o GOCE.

“Estas imagens gravitacionais estão a revolucionar a nossa capacidade de estudar o continente menos compreendido na Terra: a Antártida”, rematou Ferraccioli.

PARTILHAR

RESPONDER

Os donos de cães são mais felizes que os donos de gatos

O mundo está dividido em dois: amantes de cães e amantes de gatos. Um estudo acaba de revelar que os donos de cães são mais felizes do que os donos de felinos. Será que os donos …

Estávamos quase a perder um osso do joelho (mas afinal está de volta)

Algumas pessoas têm um osso extra no joelho, conhecido como fabela. Ninguém identificou um propósito para o osso, que até aumenta o risco de artrite. Não era uma surpresa que o osso estivesse a tornar-se cada …

Explosões em hotéis e igrejas no Sri Lanka fazem 200 mortos. Há um português entre as vítimas

Uma série de oito explosões simultâneas em quatro hotéis, um complexo de casas e três igrejas no Sri Lanka deixou pelo menos 207 mortos, entre os quais nove estrangeiros, e 469 pessoas feridas. Um dos …

Os ratos (também) têm sentimentos

Cientistas detetaram “neurónios-espelho” nos ratos. Quando um rato sofre, as células que o seu cérebro ativa são as mesmas do que quando vê um outro rato sofrer. A dor é partilhada e transversal, exatamente como …

Milhares de peregrinos vão a Shingo em busca de Jesus (que, diz a lenda, ali está enterrado)

Jesus não morreu aos 33 anos, mas aos 109. Casou e teve três filhas. Quem foi crucificado em Jerusalém foi o seu irmão. Estas são as crenças de um pequeno grupo de cristãos que vivem …

Os Simpsons fazem 30 anos a celebrar o seu dia internacional

A série sobre uma das famílias mais queridas da televisão mundial "Os Simpsons" vai fazer em dezembro 30 anos desde a sua estreia neste formato, mas as comemorações começam já esta sexta-feira com direito a …

Só as mulheres podem parar o Apocalipse nuclear

O aumento da participação feminina no setor nuclear ajudaria a reduzir a ameaça de um Apocalipse, afirmou recentemente a analista Xanthe Scharf. O conflito nuclear continua a ser a maior ameaça imediata à segurança global. Os …

Esqueleto que caiu de um penhasco pode ter pertencido a uma princesa

Há mais de um século, um tronco esculpido que continha o antigo esqueleto de uma mulher caiu de um penhasco à beira-mar na pequena vila costeira polaca de Bagicz. Agora, os investigadores determinaram que a mulher …

Apanhado no Facetime. Prisão perpétua para português por violação e agressão em Inglaterra

Um português a residir em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão a uma jovem de 19 anos, tendo uma captura de ecrã durante uma chamada de FaceTime sido um elemento chave. Samuel …

Estranha síndrome genética está a cegar famílias inteiras

Médicos na Austrália descobriram uma condição ultra-rara que está gradualmente a cegar famílias inteiras em redor do mundo. Agora, estão a tentar encontrar uma cura. Os primeiros sinais da condição surgiram na Austrália, quando uma mãe, …