Garrafeira deixa de vender vinhos associados a Berardo

Manuel de Almeida / Lusa

Na comissão parlamentar de inquérito à gestão da Caixa Geral de Depósitos da semana passada Joe Berardo disse não ser dono de nada e não ter dívidas — mesmo sendo responsável por créditos não pagos de 400 milhões de euros.

O empresário nascido na Madeira tem feito negócios em várias áreas, setor do vinho incluído. Muitos não lhe associam o nome aos rótulos da Bacalhôa ou da Aliança, mas há quem esteja atento a isso. A garrafeira e loja gourmet BacoAlto anunciou esta terça-feira um boicote aos vinhos associados a Berardo.

Na respetiva página de Facebook, o pequeno negócio localizado no Bairro Alto, em Lisboa, publicou uma nota onde informa que, a partir desta terça-feira, “não compra nem aconselha vinhos das empresas em que José Manuel Rodrigues Berardo é acionista”.

“As razões são mais do que conhecidas”, diz, referindo-se à associação de Berardo a projetos como a produtora Bacalhôa. “A vossa atitude pode fazer a diferença”, lê-se ainda na publicação.  Ao Observador, o gerente do espaço assegura que a decisão não reflete a qualidade dos vinhos. “Temos perfeita noção de que os vinhos destas empresas são bons. O acionista é que deixa muito a desejar”, diz António Albuquerque.

Há vários apelos ao boicote. Fazendo uma procura pelos vinhos em associação com Berardo, encontra-se uma publicação que apela ao boicote dos vinhos da Bacalhôa, acompanhado de uma imagem que mostra uma cruz vermelha sobre alguns dos rótulos desta empresa, sediada na região de vinhos de Setúbal.

Por outro lado, há quem lembre que na empresa trabalham diversas pessoas que não estão ligadas à polémica. É o caso de Alexandre Silva, chef do restaurante Loco, em Lisboa, que na sua página de Facebook faz o alerta: “Alguém pensou nas pessoas que lá trabalham e precisam do ordenado para colocar comida na mesa?”.

O mesmo jornal consultou quatro outras garrafeiras — três em Lisboa e uma no Porto — e todas garantem que não se aperceberam da existência de clientes com menos vontade em adquirir estes rótulos.

Luís Cândido, da Garrafeira Tio Pepe, assegura que não notou qualquer desinteresse acrescido por estes projetos e garante que tanto a Bacalhôa como a Aliança, ambas praticamente centenárias, “são marcas fortes que existem há muito tempo”, pelo que acredita que a associação ao nome de Berardo não terá implicações no negócio.

Em 1998, Berardp tornou-se no principal acionista da Bacalhôa e investiu “no plantio de novas vinhas, na modernização das adegas e na aquisição de novas propriedades, iniciando ainda uma parceria com o Grupo Lafitte Rothschild na Quinta do Carmo”.

Quase dez anos depois, em 2007, a Bacalhôa tornou-se na maior acionista da Aliança, produtor bairradino de espumantes de grande prestígio, também autor de aguardentes e vinhos de mesa. Mais um ano, mais uma aquisição, com o grupo a comprar a alentejana Quinta do Carmo em 2008.

Da Bacalhôa Vinhos de Portugal, S.A. faz ainda parte a Quinta dos Loridos, ligada à produção de espumantes, que deixou de produzir vinho em 2014. Inserida na região dos vinhos de Lisboa, engloba o Buddha Eden Garden, idealizado pelo próprio Berardo.

Entre Bacalhôa, Aliança e Quinta do Carmo estão cerca de 60 referências de vinho, dos quais o mais conhecido é talvez o JP Azeitão. A esse acrescentam-se os rótulos Quinta da Bacalhôa, Palácio da Bacalhôa, Quinta do Carmo, Aliança Velha, Espumantes Aliança, Moscatéis de Setúbal, Quinta dos Quatro Ventos. A Península de Setúbal é aquela que é representada por mais vinhos, com as Beiras a ter apenas uma referência.

A Bacalhôa, enquanto empresa, tem adegas em diferentes regiões vitivinícolas do país — Alentejo, Península de Setúbal, Lisboa, Bairrada, Dão e Douro — e uma capacidade total de 20 milhões de litros, 1.500 barricas de carvalho e uma área de vinhas em produção a chegar aos 1.200 hectares.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Greve na limpeza vai parar Hospital de São João no Porto

Os trabalhadores da limpeza do Hospital de São João, no Porto, entraram em greve este sábado. As desinfeções em ambulatório ou a limpeza de consultórios e da urgência não estão a ser feitas. Na …

Há um enorme buraco na atmosfera de Marte (e a água está a escapar)

Uma vez a cada dois anos, um gigantesco buraco abres-e na atmosfera marciana, deixando escapar para o Espaço uma parte das escassas reservas de água do Planeta Vermelho. O estranho mecanismo meteorológico, nunca visto na Terra, …

Musk vai construir um túnel de alta velocidade em Las Vegas

A Boring Company conseguiu um contrato de 48,7 milhões de dólares para construir um sistema subterrâneo, chamado LVCC Loop, em Las Vegas. A empresa Boring Company, de Elon Musk, foi a escolhida para construir um túnel …

Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano. Documentos que datam da Idade Média …

Sporting vs FC Porto | Um ano depois, a Taça para os leões

O Sporting venceu o FC Porto, mais uma vez nas grandes penalidades, e arrecadou a 17ª Taça de Portugal. Num jogo muito disputado no Estádio do Jamor, que terminou empatado 1-1 no tempo regulamentar, o Porto …

Marcelo pede aos portugueses para votarem. "Ficar em casa é um erro enorme"

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses que façam o "pequeno sacrifício" de votar nas eleições para o Parlamento Europeu e não deixem "nas mãos de 20% ou de 25% a decisão que é …

Uma cidade inteira dos EUA está refém de cibercriminosos

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, está sob ataque. Mas a ameaça não vem de pessoas armadas com pistolas e bombas. Há duas semanas, cibercriminosos usaram ransomware - um tipo de software nocivo que restringe …

Abandonado em bebé no aeroporto de Gatwick, Steve encontrou a família 33 anos depois

Um bebé foi abandonado no chão de uma casa de banho do aeroporto de Gatwick a 10 de abril de 1986. Foi quando Beryl Wright encontrou o recém-nascido que começou o mistério que só se …

Monges encontram receita perdida e voltam a fabricar cerveja medieval belga após 224 anos

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la. Monges da Abadia …

Nova app permite transmitir consentimento ao par num encontro

Vem aí uma nova app para encontros que nos permite sinalizar quando é que o nosso par tem o nosso consentimento para avançar para o próximo passo. A aplicação permite também ganhar pontos conforme se …