Com recurso a veículos blindados, gangue mexicano invade prisão (e liberta nove prisioneiros)

1

Um gangue mexicano usou uma caravana de veículos – incluindo um camião blindado – para invadir uma prisão na cidade de Tela, conseguindo assim resgatar nove prisioneiros.

Os veículos usados na operação tinham sido blindados de forma artesanal. O plano implicou que outros carros tenham sido incendiados como manobra de diversão. Os órgãos de comunicação locais identificam os carros incendiados como sendo “carros bomba”, escreve o The Guardian.

De acordo com as autoridades do estado mexicano de Hidalgo, um guarda prisional e um polícia ficaram feridos em consequência deste ataque que se realizou esta quarta-feira, dia 1 de dezembro.

“Um grupo armado invadiu a prisão com vários veículos, e é importante notar que dois outros veículos estavam em chamas como parte da operação do grupo criminoso, servindo de distração”, explicou o secretário do Interior do estado de Hidalgo, segundo a Associated Press.

Entre os fugitivos está José Artemio Maldonado Mejía, também conhecido como “El Michoacano”, líder de uma organização criminosa local conhecida como Pueblos Unidos.

O grupo liderado por “El Michoacano” é uma das principais organizações suspeita de envolvimento neste tipo de atividades ilegais no estado de Hidalgo. Agora, as autoridades estão à procura dos suspeitos, assim como dos prisioneiros evadidos.

Em Tula fica localizada uma refinaria de petróleo e os grupos criminosos locais têm aproveitado os canos ligados à refinaria para roubar gasolina, que é mais tarde vendida a motoristas ou a bombas de combustível.

O ataque ocorreu no momento em que o México assinalava o 15º aniversário da declaração do presidente Felipe Calderón de uma guerra militarizada contra os cartéis de drogas, após a qual milhares de soldados foram enviados às ruas.

  ZAP //

 

 

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.