Cartões vermelhos, substituições e penáltis. Futebol vai ter novas regras

Dos pontapés de baliza aos livres, passando pelos cartões amarelos e vermelhos. A partir do próximo dia 1 de julho, muita coisa vai mudar nas regras do futebol.

As alterações foram aprovadas pelo Internacional Board (IFAB), o órgão responsável por regulamentar as regras do futebol, em março, mas só agora vão entrar em vigor.

Vai acabar de vez a interpretação do árbitro nas situações em que um golo é antecedido por um toque com as mãos ou os braços na bola. Sempre que uma equipa marcar um golo mas a bola tabelar no braço ou na mão de um jogador que participou nesse lance de ataque, o lance passa a ser sempre anulado – mesmo que o toque seja acidental.

Na marcação de um livre, se três ou mais jogadores que estão a defender se juntarem numa barreira, não podem existir jogadores da equipa contrária nessa zona. Os jogadores adversários passam a estar obrigados a manter uma distância de, pelo menos, um metro da barreira.

Até agora, no pontapé de baliza, o guarda-redes tinha de bater a bola para fora da grande área, para que esta fosse considerada em jogo. Com as novas regras, a bola passa a poder ser recebida pelos companheiros de equipa dentro da grande área.

No campo disciplinar, as penalizações com cartões amarelos e vermelhos passam a ser alargadas a todos os elementos que estão no banco. O jogo passa também a só poder seguir depois de advertir um jogador com um cartão – de modo a evitar situações em que, quando é apresentado um cartão, a equipa adversária procura tirar vantagem da situação e bater rapidamente a bola para criar uma situação clara de jogo.

Os jogadores vão receber um cartão amarelo por uma celebração ilegal – como por exemplo, despir a camisola, mesmo que o lance seja anulado após a revisão pelo videoárbitro.

Para diminuir o tempo com as trocas de jogadores em campo, as substituições passam a ser feitas na linha mais próxima do terreno de jogo no qual os jogadores se encontram.

Quando tem que defender um penálti, um guarda-redes passa a estar obrigado a manter pelo menos um dos pés sobre a linha de baliza até o pontapé ser executado. E mesmo que seja assistido, o jogador que sofreu o penálti pode ficar em campo para bater a grande penalidade.

Além disso, quem ganha o sorteio passa a dar o pontapé de saída e a escolher o lado para onde quer começar a atacar.

Por fim, passam a poder existir pausas com um máximo de três minutos, para “arrefecer”, e pausas com um máximo de um minuto, para beber água, de modo a garantir a segurança dos jogadores.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19 só explica 27,5% do acréscimo de mortalidade

As mortes por covid-19 em Portugal entre 02 de março e 18 de outubro representam apenas 27,5% do acréscimo da mortalidade registado relativamente à média dos últimos cinco anos, revelou esta sexta-feira o Instituto Nacional …

PCP desafia Governo a renacionalizar os CTT

O secretário-geral do PCP desafiou hoje o Governo a responder "à chantagem" do "grupo Champalimaud", retirar-lhe a concessão do serviço postal e renacionalizar os CTT. A proposta foi feita por Jerónimo de Sousa depois de estar …

"Covid persistente" atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos. Há ainda muito por descobrir …

Acuña já é destaque em Espanha: "Não é bom nos 100 metros, mas..."

O ex-jogador do Sporting será uma referência para Lopetegui e já demonstrou um grande nível no jogo da Liga dos Campeões contra o Rennes. Marcos Acuña chegou a Sevilha há um mês e meio mas começa …

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …