Fundo do Novo Banco quer reduzir pensão de Salgado (de 90 para 11 mil euros)

Mário Cruz / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

O fundo que gere as pensões do Novo Banco quer limitar a reforma de Ricardo Salgado e de outros ex-gestores do BES. O fundo já avançou com o pedido para o Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, que terá ainda de confirmar a decisão.

O Jornal de Negócios avança que a pensão de Ricardo Salgado, assim como a de outros antigos gestores do BES, ficará limitada a 11.500 euros brutos mensais. O banqueiro auferia, até então, 90 mil euros ilíquidos, pelo que esta medida – que ainda precisa de aprovação dos tribunais – se traduz num corte de sete vezes face ao que recebia Salgado.

O mesmo teto salarial deverá ser aplicado aos restantes nove antigos administradores do BES cujas reformas ficaram à responsabilidade do BES “mau”, após decisão do Banco de Portugal.

A lista de ex-administradores inclui ainda José Manuel Espírito Santo, António Souto, Jorge Martins, Rui Silveira, José Maria Ricciardi, João Freixa, Stanislas Ribes, Amílcar Morais Pires e Joaquim Goes.

Tendo em conta a posição do Banco de Portugal, o fundo de pensões do Novo Banco entende que a reforma destes dez antigos gestores deve ter um teto igual ao último salário mais alto pago aos administradores do BES antes de a instituição ser dissolvida e entrar em liquidação, em Julho de 2016. Este valor era de 11.500 brutos mensais, montante que, segundo a ação judicial, deve ser o limite máximo da pensão de Salgado.

A estes nomes vêm-se juntar outros nove cujas reformas estão sujeitas a cortes, tendo em conta os limites previstos no Código das Sociedades Comerciais. A diferença, neste grupo, reside no teto máximo que é definido tendo em conta o salário mais elevado pago aos administradores em funções no Novo Banco, instituição para onde foram transferidas as responsabilidades com pensões destes antigos administradores.

Para estes, entre os quais se inclui o ex-ministro da Economia Manuel Pinho, José Ferreira Neto, Jean-Luc Guinoiseau, Patrick Coudene, Bernard Brousse, Bruno Maisonier, Bruno Martin e a viúva de Mário Mosqueira do Amaral, as reformas deverão estar limitadas a 23.542 euros brutos por mês.

BCP está há sete anos a tentar cortar pensão de Jardim Gonçalves

Há sete anos que o BCP aguarda o desfecho de uma ação judicial destinada a adequar a reforma do fundador e antigo presidente do BCP, Jorge Jardim Gonçalves, aos salários dos administradores em funções.

À falta de decisão, Jardim Gonçalves continua a auferir mensalmente uma pensão de quase 170 mil euros brutos por mês. Desse valor, um terço – 60 mil euros – é pago pelo fundo de pensões do banco, enquanto o restante corresponde a uma apólice de seguro, convertida num contrato de rendas vitalícias, adianta o Negócios.

Jardim Gonçalves foi o único antigo administrador do BCP que, em 2010, recusou a proposta da equipa então liderada por Carlos Santos Ferreira para ajustar as pensões aos limites previstos no Código das Sociedades Comerciais. Os restantes ex-gestores, como Filipe Pinhal e Christopher de Beck, chegaram a um acordo com o banco para alinhar as suas reformas aos salários dos administradores em funções.

Este entendimento foi a principal razão para a instituição ter conseguido poupanças com reformas de 44,2 milhões de euros em 2011. Como o BCP explicou no relatório e contas desse ano, aquela poupança resultou da “anulação de provisões relacionadas com o fundo de pensões de ex-membros do conselho de administração executivo efectuada no primeiro trimestre, e de colaboradores relacionadas com o plano complementar”.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

    • Isso não sei, mas vou tentar incendiar a minha casa e o meu bairro a ver se depois a vizinhança reconstrói a minha casa e ainda me deixa ficar com as suas contas bancárias. Não é semelhante ao que o Salgado fez? Com a diferença de que no caso do BES, muitos milhões se “evaporaram” para contas dele, de presidentes e administradores de outros bancos, do presidente (e seu antigo sócio numa construtora, mais o sue amigo ex-ministro e atual produtor de queijo da serra) de determinado clube e de construtores mafiosos de Portugal e Angola, de politicos nesses dois países… pelo menos uma coisa sei, não devo ir preso, não é Salgado?

  1. É indecente a Pátria tratar tão acintosamente os seus maiores, as suas luminárias. Salgado vai morrer de fome com 11.500,00 euros/mês. Outros administradores a receberem 23.542,00 euros/mês? Injusto! Injusto! Homens que abdicaram da sua vida familiar, que dedicaram toda a sua existência à causa pública, que emprestaram todo o seu ilimitado saber e experiência a expurgar dos balanços dos bancos, que sabiamente dirigiam, os avultados prejuízos, agora chamados imparidades. Tudo a bem da Nação. E agora são rebaixados desta maneira. Já Jardim Gonçalves merece, não digo o dobro, mas o triplo ou o quádruplo do que recebe por mês: cerca de 170.000,00 euros brutos/mês + alcavalas. Talvez o mais glorioso português de todos os tempos, pelos feitos heróicos praticados. Sugiro: derrube-se a estátua do Marquês e coloque-se lá, por agora em efígie, D. Jardim Gonçalves, o Albuquerque dos tempos modernos. Ditosa Pátria…

  2. Tal como aconteceu com o Lehman Brothers (e que originou a grande “crise” mundial), a maioria do seus administradores também foram premiados!…

RESPONDER

Planetas anormalmente gigantes detetados a orbitar uma estrela jovem

Investigadores identificaram uma jovem estrela com quatro planetas do tamanho de Júpiter e de Saturno em órbita, a primeira vez que tantos enormes planetas foram detetados num sistema tão jovem. O sistema também quebrou o recorde …

Diminuição de insetos tem efeitos "inimagináveis" para os seres humanos

A diminuição do número de insetos é um problema muito mais grave do que se julgava. Nova investigação afirma que essa diminuição põe em causa cadeia alimentar e traz "consequências inimagináveis para os seres humanos". O …

Cientistas confirmam que os eletrões são perfeitamente redondos

Com uma precisão sem precedentes, cientistas mediram a forma da carga de um eletrão confirmando que é extremamente redonda. O resultado apoia o Modelo Padrão das Partículas Física e força a revisão de várias teorias …

Morte de Khashoggi foi um "erro monumental". Riade diz não saber do corpo

Em entrevista à Fox News, o ministro dos Negócios Estrangeiros saudita, Adel al-Jubeir, afirmou neste domingo não saber onde se encontra o corpo do jornalista Jamal Khashoggi, considerando que a sua morte foi um "erro monumental". …

Médicos voltam a integrar Conselho Nacional de Saúde após renúncia do presidente

A Ordem dos Médicos decidiu voltar a integrar o Conselho Nacional de Saúde, após a renúncia ao cargo do atual presidente do organismo, disse à agência Lusa o bastonário. De acordo com Miguel Guimarães, o Conselho …

Numa vila turca, os muçulmanos têm rezado na direção errada durante décadas

Os muçulmanos de uma pequena aldeia no oeste da Turquia foram obrigados a ajustar as suas orações, depois de descobrirem que estavam a rezar na direção errada durante décadas.  A descoberta partiu do imã Isa Kaya, …

Há um superaglomerado de galáxias escondido no Universo primitivo

É a maior estrutura astronómica alguma vez conhecida do antigo Universo. As evidências sugerem que a sua massa seja equivalente às maiores estruturas encontradas no Universo atual. A equipa de investigadores, liderada por Olga Cucciati, do …

Trump anuncia saída dos EUA de tratado nuclear com a Rússia

Os Estados Unidos vão retirar-se de um tratado sobre armas nucleares assinado com a Rússia durante a Guerra Fria, anunciou hoje o presidente norte-americano, Donald Trump, acusando Moscovo de violar o acordo “há muitos anos”. “A …

Os portugueses têm menos filhos do que gostariam

A diretora da representação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) disse que em Portugal a fertilidade desejada está bastante abaixo da realizada, tendo o país uma taxa de fecundidade baixa. Mónica Ferro, que neste …

"Piranha" da era dos dinossauros aterrorizou os mares do Jurássico

Uma nova espécie de peixe, semelhante a uma piranha e que viveu há 150 milhões, no tempo dos dinossauros, é descrita na edição desta sexta-feira da revista científica Current Biology. O peixe ósseo tinha dentes como …